14 de jan de 2016

O último dos canalhas • Loretta Chase


Canalhas #2
Autora: Loretta Chase
Editora: Arqueiro
ISBN: 9788580414752
Páginas: 304
Comprar
Os leitores de romances históricos com históricos muito maiores que o meu, gostam de amar Loretta Chase. Eu gosto de amar Julia Quinn, e dar oportunidade a outros. O último dos canalhas é o segundo livro da autora que eu leio, e posso dizer pra você que vi a graça dessa autora. Os elogios? Entendi todos!

Ainda prefiro Julia Quinn

Quero apresentar a você, caro migo leitor, a melhor protagonista de romance de época que já tive o prazer de conhecer. Batam palmas para...


Lydia Greenville é um mulher independente dos séculos anteriores. Sempre que via alguém descrever um personagem como "a frente de seu tempo", nunca tive tanta clareza como para com Lydia. Ela é jornalista, bem sucedida e dirige a própria carruagem (que não chama assim, porém sou péssima com nomes de carros de qualquer época). Lydia é quem eu queria ser em seu tempo. Lydia é quem somos hoje, após anos de evolução.

Ela chamou atenção de Vere Mallory, após aomlilhá-lo de um jeito que ele nunca antes tinha sido. Logo ele, grande devasso, que todos respeitam (ou ficam intimidados). Isso é suficiente para que ele a veja como um alvo para sua sedução. Lydia, maravilhosa como é, não se deixa levar facilmente. O resto é romance histórico que você já conhece, com uma protagonista sensacional.

Assim começa, ao menos.

Eu amei Lydia em seus primeiros momentos. Lydia antes de se apaixonar é verdadeiramente incrível. Lydia depois de ter Vere na sua sombra, incansável a provocando, já não é mais tão legal assim. Ela, aos poucos, perde aquela independência marota, perde aquela habilidade de se meter em problemas para resolvê-los, e então se torna alvo de um amor. Ou de uma sedução, pois Vere não é muito bom em compreender seus sentimentos - o que irrita.

Há momentos em que o casal é partner in crime, e são cenas ótimas da narrativa. Ver Lydia exercer sua criatividade e competência, e ter um aliado respeitado na sociedade, faria deles um ótimo casal para protagonizar uma série de investigação. Uma ideia para Chase, olhe só. É legal ver como esses momentos vai, aos poucos, transformando Vere e o deixando menos babaca (porque, de inicio, ele é - e muito!). É uma pena que Lydia se deixou atingir, também.

50% inicial MA RA VI LHO SA, de resto: 45% cansativo, 5% de own. O último dos canalhas provou a habilidade de Chase de fazer uma protagonista ótima, de inserir feminismo em épocas onde machismo era a chave, além de criar um romance bem fofinho. Defendo a ideia de uma série de investigação protagonizada pelo casal, vou escrever uma carta para a autora.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

E chegamos a parte maravilhosa em que vocês participam do blog comigo! Deixe sua opinião sobre o que leu/viu, só com alguns poréns:
- Comentários ofensivos à autora do blog ou outros comentaristas não serão aprovados.
- Comentários preconceituosos ou/e de caráter sexual não serão aprovados.
- Comentários anônimos não serão aprovados, a ferramenta só está ativada pela liberação de comentários com NOME+URL de pessoas não cadastradas no Google, etc.
- Comentários unicamente de divulgação não serão aprovados.
- As respostas serão feitas na página de comentários, em caso de mais urgência, utilize a ferramenta "Contato" na lateral.
Tirando essas pequenas regrinhas, fiquei a vontade! O espaço é de vocês :D Aliás, obrigada pelo comentário!