21 de jan de 2016

Dias perfeitos • Raphael Montes


Autor: Raphael Montes
Editora: Companhia das Letras
ISBN: 9788535924015
Páginas: 280
Comprar
Com certeza sou uma pessoa esquisita. Imagino que admitir vai fazer não parecer tão ruim. Lá vai: sou atraída com histórias de psicopatas e torturadores. Tenho pena de matar formigas, verdade, mas gosto de uma história bizarra - possivelmente fruto da minha incapacidade de assistir filmes do gênero, que consequentemente me faz querer ser ~ozada~ no campo que me sinto confortável, os livros.

Juro, sou inofensiva.

Porém Teo, protagonista de Dias Perfeitos, não é. Ele é estudante de medicina cujo melhor amigo é um cadáver da aula de anatomia que apelidou de Gertrudes. Ele é dono de ter sentimentos, até conhecer Clarice, uma escritora de roteiros amadora, super ousadia e alegria, e se apaixonar instantaneamente. O que você faz com amores platônicos? Os transforma em realidade. Custando o que custar. Com sedativos, mordaças e algemas, Teo leva Clarice para uma romântica viagem a dois, para que ela retribua seus intensos sentimentos. Nossa, cara, isso sempre dá certo.

Dias perfeitos é Jessica Jones sem os super poderes, sem mais.

Por mais que seja narrado em terceira pessoa, a leitura é muito próxima dos pensamentos de Teo, e isso é a coisa mais bizarra, nojenta e importante para com o livro. Teo é um ser humano desprezível, psicótico, que realmente acredita em suas ideias escabrosas e que está correto. Um psicopata perfeito, pelo que a literatura me ensinou. Isso dá a Dias Perfeitos o tom necessário para ser crível e chocante, e, bem, se destacar. E causar enjoo. E deixar o leitor mal. E encher o pobre coitado que está lendo essas páginas de desconforto. E cumprir todos os seus propósitos do gênero.

Outra coisa que me fez ficar obcecada para querer ler esse livro é Raphael Montes. Brasileiro. Você não vê a blogosfera se unindo tanto para elogiar um autor verde e amarelo se ele não for realmente muito bom, e por todos os motivos que falei antes, ele é. Não quero ser amiga dele no facebook, mas realmente um autor ótimo, que fez uma história tenebrosa usando cenários que a gente pode conhecer sem precisar de passaporte.

Dias perfeitos é um livro descritivo até demais, e tirei uma estrela porque gostar de livros fortes não me faz ter estomago forte. No mais, é uma obra incrível para quem gosta do gênero, e Raphael Montes é um autor que você precisa conhecer e dar parabéns por abrilhantar um pouco mais o cenário editorial brazuca. Mas que me fez chocar com o nível de maldade do ser humano, isso fez. Acho que não tenho assistido noticiários o suficiente.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

E chegamos a parte maravilhosa em que vocês participam do blog comigo! Deixe sua opinião sobre o que leu/viu, só com alguns poréns:
- Comentários ofensivos à autora do blog ou outros comentaristas não serão aprovados.
- Comentários preconceituosos ou/e de caráter sexual não serão aprovados.
- Comentários anônimos não serão aprovados, a ferramenta só está ativada pela liberação de comentários com NOME+URL de pessoas não cadastradas no Google, etc.
- Comentários unicamente de divulgação não serão aprovados.
- As respostas serão feitas na página de comentários, em caso de mais urgência, utilize a ferramenta "Contato" na lateral.
Tirando essas pequenas regrinhas, fiquei a vontade! O espaço é de vocês :D Aliás, obrigada pelo comentário!