19 de jan de 2016

Destinado • Carina Rissi


Perdida #3
Autora: Carina Rissi
Editora: Verus
ISBN: 9788576864578
Páginas: 462
Comprar
Insistir no sucesso parece algo bom. A frase é bonita, pelo menos, sugere que há um sucesso. Haver um sucesso é uma grande coisa. Perdida, de Carina Rissi, é um sucesso. Carina Rissi é um sucesso. Porem insistir em sucesso não é a fórmula do sucesso.

Minha professora de redação me tiraria pontos com toda essa repetição, santo Deus.

Não é a primeira vez que venho aqui falar sobre uma continuação a mais, não planejada, de um livro cheio de amor. Isso tem acontecido muito ultimamente, já que estamos fazendo considerações. Continuação é sinônimo de insistência, e insistência é sinônimo de "hum, isso não deveria estar acontecendo". Já nem preciso mais dizer que depois de tanto floreio ficou óbvio que o terceiro capítulo da história de Sofia e Ian não bateu minhas altas expectativas. Porém cumpriu a tradição de ser Carina Rissi a me fazer virar a madrugada de 2 de janeiro. Já são três anos de leituras viciantes na segunda madrugada, invicta.

Porque mesmo não batendo as expectativas, Destinado é um livro muito ótimo. Ganhamos a visão de Ian, aquele ser humano educado, bonito, cavalheiro e que faz bater uma vontadinha de ser uma donzela dos séculos passados (deixando claro que só mesmo Ian para fazer donzelismo (?) parecer uma opção maneira). Ele, que sempre foi narrado pelos olhos apaixonados de Sofia, ganha sua chance de narrar com olhos os próprios olhos apaixonados. Só que Ian é perfeitinho demais para ser naturalmente engraçado, o que, então, tirou o ar de chick lit que costumava permear a história.

A situação que Rissi abordou para preencher páginas foi algo que me deixava curiosa desde o primeiro livro, e foi inclusive o plot que pensei ser de Encontrada, antes de ler o segundo livro. Foi uma ideia boa. Meio esperada, já que se faz necessário retirar história debaixo da rocha do Patrick Estrela para encher linguiça de seis livros. Contudo, ela trouxe um misto de emoções.

Ao mesmo tempo que víamos uma situação nova trazendo consequências interessantes que buscavam a essência da série, que tem chance de ser perder com o tantão de livros, era extremamente cansativo a busca de gato e rato. Dá muita aflição, agonia e todos esses sentimentos semelhantes quando ~a coisa que deve acontecer~ não acontece por detalhe, e então toma mais 400 páginas de Tom e Jerri na sua vida.

400 páginas de Tom e Jerri que li em uma madrugada, verdade, mas esse sempre foi o desenho que mais me deixava aflita.

Duas coisas fariam esse livro cinco estrelas, e não ~mais um na pilha alta de tijolos de Rissi~: 1) o tom de comédia de Sofia; e 2) uma enxugada marota, porque nem o mais interessante dos plots resiste a tanto vai-não-foi. Destinado não foi um livro destinado a existir desde o começo, e esse talvez tenha sido o maior erro. Se Carininha tivesse passado o tempo com algum novo casal, em um novo chick lit, com certeza estaria falando que MEU DEUS VOCÊ PRECISA LER JÁ ESTÁ LENDO ACREDITO QUE SIM. No papel dos fãs apaixonados de Perdida, ouso dizer que nos satisfaríamos com um conto extra aqui e ali.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

E chegamos a parte maravilhosa em que vocês participam do blog comigo! Deixe sua opinião sobre o que leu/viu, só com alguns poréns:
- Comentários ofensivos à autora do blog ou outros comentaristas não serão aprovados.
- Comentários preconceituosos ou/e de caráter sexual não serão aprovados.
- Comentários anônimos não serão aprovados, a ferramenta só está ativada pela liberação de comentários com NOME+URL de pessoas não cadastradas no Google, etc.
- Comentários unicamente de divulgação não serão aprovados.
- As respostas serão feitas na página de comentários, em caso de mais urgência, utilize a ferramenta "Contato" na lateral.
Tirando essas pequenas regrinhas, fiquei a vontade! O espaço é de vocês :D Aliás, obrigada pelo comentário!