2 de nov de 2015

O caso dos dez negrinhos • Agatha Christie


Autora: Agatha Christie
Editora: Globo
ISBN: 9788525005083
Páginas: 219
Em 2015, eu: li Agatha Christie. Não era uma meta, mas é um acontecimento. Descobri "recentemente" que curto suspense bem feito, e nada mais óbvio do que correr para o abraço da autora que é considerada rainha do gênero. E ainda na linha da obviedade, é meio lógico ir primeiro para o livro considerado a melhor obra dentre as muitas de Agatha Christie: O caso dos dez negrinhos

No livro, temos um cenário misterioso e cativante: A Ilha do Negro, propriedade do Sr. e Sra. U. N. Owen, tem sido alvo de especulação da mídia desde a aquisição. Todos querem saber o que há de tão especial naquele amontoado de terras rochosas. Dez convidados, aparentemente sem conexão alguma, são convidados para passar uma temporada na ilha. A partir daí, uma série de assassinatos começa acontecer, e só há aquelas mesmas dez pessoas como suspeitas. Ou nove pessoas. E contando.

Seguinte: a atmosfera é assustadora. Imagine estar numa ilha com desconhecidos e, de repente, as pessoas começarem a morrer misteriosamente em pequenos intervalos de hora. É uma sensação constante de ser alvo, de ter alguém a espreita, de estar em perigo o tempo todo e não ter por onde fugir. É esse clima sombrio e sufocante que me cativou em O caso dos dez negrinhos. Eu sentia o medo dos personagens, e foi mais perto de terror psicológico que já cheguei com um livro, mesmo não sendo caracterizado como uma obra de horror. 

Eu imagino que a falatória que cerca Christie se refere a essa capacidade de levar o leitor para o centro do suspense como se fosse mais um alvo. Digo isso porque descobrir o assassino não foi tão interessante assim. Eu já ouvi muitos elogios sobre a genialidade da autora e sabe o que acontece quando você espera genialidade? Você não encontra Leonardo Da Vinci, desculpa. Por mais que eu não tenha adivinhado o mistério antes da hora, acabei ficando com o decepcionado "isso é tudo?" no famigerado momento da verdade. 

Cortei Agatha Christie da lista de autores que precisava conhecer e não sei dizer quando será minha próxima experiência com a autora. O caso dos dez negrinhos foi uma leitura muito boa e cheia de agonia, verdade, mas me deixou indiferente justamente no que deveria ser mais chocante e dexxxtruidor. 

Vamos fazer o seguinte: você me conta seus livros favoritos sobre terror psicológico e, se incluir Christie, temos um novo alvo prioritário para a pilha de leituras.

Um comentário:

  1. o primeiro livro que li dela foi Os Crimes ABC e amei demais a leitura!
    depois dele tentei ler outros 2, mas não achei tão empolgante assim e acabei abandonando...
    já conhecia O Caso dos dez Negrinhos mas nunca me interessei muito em ler... mas parece ser legal. se fosse para ler outro livro da autora, com certeza seria este :D

    ResponderExcluir

E chegamos a parte maravilhosa em que vocês participam do blog comigo! Deixe sua opinião sobre o que leu/viu, só com alguns poréns:
- Comentários ofensivos à autora do blog ou outros comentaristas não serão aprovados.
- Comentários preconceituosos ou/e de caráter sexual não serão aprovados.
- Comentários anônimos não serão aprovados, a ferramenta só está ativada pela liberação de comentários com NOME+URL de pessoas não cadastradas no Google, etc.
- Comentários unicamente de divulgação não serão aprovados.
- As respostas serão feitas na página de comentários, em caso de mais urgência, utilize a ferramenta "Contato" na lateral.
Tirando essas pequenas regrinhas, fiquei a vontade! O espaço é de vocês :D Aliás, obrigada pelo comentário!