13 de nov de 2015

Em queda livre • Ally Carter


Segredos diplomáticos #1Autora: Ally Carter
Editora: Guarda chuva
ISBN: 9788599537404
Páginas: 352
Comprar
Ally Carter é a autora que você procura quando quer ler young adults clichês que fogem do estigma clichê do gênero. Parece estranho e talvez você esteja pensando que minha lógica deu uma leve falecida agora, porém não: você vai me entender quando conhecer Ally Carter. A autora já veio várias vezes ao Brasil e flopou, tadinha, mas agora a editora Guarda Chuva trouxe mais uma série dessa senhora criatividade e, PFVR QUE DÊ CERTO nunca te pedi nada!

A verdade sobre Ally Carter é que ela atrás aquele feeling high school, que a gente ama e devora sem enjoar, em outras realidades que por vezes estão longe da escola de verdade. Seus personagens nunca são reles mortais, com habilidades normais e que curtem assistir seriados quando chegam da aula, com um dever de biologia que o google responde. Nã, os protagonistas de Carter são as crianças do masterchef junior, talvez não na cozinha. São as pessoas inteligentes que queremos ser quando crescermos. São incríveis, sem mais.

Em queda livre é o primeiro livro da série Segredos diplomáticos, em que a protagonista, Grace Blakely, muda para Adria, um país (fictício) em que seu avô materno é o embaixador americano. Ela vê esse novo cenário como a oportunidade para descobrir a verdade por trás do assassinato de sua mãe, há cerca de três anos. Para essa missão, ela conta com a ajuda de seus amigos, todos com nacionalidades, culturas e personalidades diferentes. 

Eu quero dar um abraço em Carter por ela ter colocado o mundo todo no liquidificador e nos presenteado com a Ala das Embaixadas, juro pra você. A primeira frase do livro é "Quando eu tinha doze anos, quebrei a perna pulando do muro entre o Canadá e a Alemanha", pelamordejesus. Você sabe que é um livro é excelente quando a primeira frase dele propõe que é possível pular do Canadá para a Alemanha. Amor forte, caros.

Então seguimos Grace na busca por respostas. Clichê? Absolutamente, mas lembre que estamos seguindo ela por respostas enquanto vamos dos Estados Unidos à Russia, quem sabe uma passadinha do Brasil e OLHA ELES ESTÃO DANÇANDO SAMBA. É muito legal o modo como a autora sabe mesclar as várias culturas, fazer referencias sensatas aos locais que narra e inserir muito contexto político em um livro que, a principio, parece ser apenas um jovem adulto comum na lista dos jovens adultos. Esse contexto multinacional, inclusive, fica aparente nos personagens, pois você consegue notar várias características em suas personalidades que sugerem o país que descendem. Tem esteriótipo, verdade, mas quem se importa? 
No final, Em queda livre ainda consegue surpreender e mostrar que Carter não está de brincadeira com essa série. O que me deixa realmente animada, porque não gosto quando suas continuações acabam ficando no mais do mesmo apresentado no primeiro livro. Eu adorei a leitura, principalmente quando temas internacionais entravam em voga. Coloque mais países no liquidificador e teremos um caso de amor forte e eterno, tipo milkshake.

Um comentário:

  1. Não conhecia o livro, parece interessante, mas com tantas séries que eu ainda não terminei, fico meio desanimada para começar mais uma.

    www.paginadaleitura.blogspot.com
    Livros, filmes, séries, games e tutoriais!

    ResponderExcluir

E chegamos a parte maravilhosa em que vocês participam do blog comigo! Deixe sua opinião sobre o que leu/viu, só com alguns poréns:
- Comentários ofensivos à autora do blog ou outros comentaristas não serão aprovados.
- Comentários preconceituosos ou/e de caráter sexual não serão aprovados.
- Comentários anônimos não serão aprovados, a ferramenta só está ativada pela liberação de comentários com NOME+URL de pessoas não cadastradas no Google, etc.
- Comentários unicamente de divulgação não serão aprovados.
- As respostas serão feitas na página de comentários, em caso de mais urgência, utilize a ferramenta "Contato" na lateral.
Tirando essas pequenas regrinhas, fiquei a vontade! O espaço é de vocês :D Aliás, obrigada pelo comentário!