8 de out de 2015

Entre o amor e a vingança • Sarah MacLean


O clube dos canalhas #1Autora: Sarah MacLean
Editora: Gutemberg
ISBN: 9788582352939
Páginas: 304
Comprar
Acredito que há um limite de romances históricos que uma pessoa pode ler até se tornar repetitivo. Talvez eu já tenha chegado a esse limite. Desde que descobri o gênero, me tornei uma fã fiel e devorei cada obra de cada autora que o twitter recomendou. Continuo fazendo isso, aliás. Porém aquele sentimento de novidade que surgia sempre que eu entrava em meados do século 18, foi substituído por “século 18 de novo?”. Século 18 foi paradão.
Isso porque os livros, para romancear a época, se prendem sempre nos mesmos clichês. É o que vende para os fãs do gênero, e eu entendo isso, mas quem sabe algumas mudanças cá e acolá não criem uma mudança positiva, não é mesmo? Entre o amor e a vingança é a história de um canalha e uma moça respeitável que quer casar amor. O canalha quer casar por vingança. Eu já devo ter visto isso acontecer umas cinco vezes no século 18.

Porém essa não é uma resenha negativa, caso esteja pensando. É uma resenha “estou cansada do tipo, mas como não tenho juízo, vou recomendar um livro para você não ter juízo junto comigo”. Pela repetição, a gente se prende nos detalhes, no que tem de especial para trazer a tona e criar um diferencial. Entre o amor e a vingança também é clichê no seu “a mais”, porém o que fazer se esse clichê é um dos meus favoritos em romances e fazem parte dos meus favoritos? Migos, deem boas vindas à mais uma história de amizade de infância!

Amizade é uma coisa que dá credibilidade ao romance, e Sarah MacLean sabe disso. Esse tipo de livro é uma sequencia de esperados: reencontro, explicação para o que aconteceu para o distanciamento, reconquista da confiança, melhores amigos de novo QUE LINDOS, LINDOS! A autora não apressou as etapas e conseguiu criar uma tensão sexual quase que real.

Sabe o que se torna diferencial quando até o diferencial é clichê? A boa escrita. Sarah MacLean desenvolveu personagens, nuances, crenças, e deu credibilidade para tudo. Entre o amor e a vingança é uma leitura viciante, mesmo que esperada em todos os critérios.

Porém vamos dar uma agitada no século 18? Por favor? 

PS: Eu sei que Downton Abbey não é século 18, ok? Mas me representa.

Um comentário:

  1. eu sinto a mesma coisa que você com os new adults. mas sério, se a autora tem uma boa escrita, compensa né... hahaha
    não conhecia o livro, mas admito que não sou muito interessada neste gênero. li muitos romances de banca neste embalho de casamento por vingança e não sei o que lá, então já estou meio saturada também kkkkkkkk

    ResponderExcluir

E chegamos a parte maravilhosa em que vocês participam do blog comigo! Deixe sua opinião sobre o que leu/viu, só com alguns poréns:
- Comentários ofensivos à autora do blog ou outros comentaristas não serão aprovados.
- Comentários preconceituosos ou/e de caráter sexual não serão aprovados.
- Comentários anônimos não serão aprovados, a ferramenta só está ativada pela liberação de comentários com NOME+URL de pessoas não cadastradas no Google, etc.
- Comentários unicamente de divulgação não serão aprovados.
- As respostas serão feitas na página de comentários, em caso de mais urgência, utilize a ferramenta "Contato" na lateral.
Tirando essas pequenas regrinhas, fiquei a vontade! O espaço é de vocês :D Aliás, obrigada pelo comentário!