23 de out de 2015

Encontrando-me • Cora Carmack


Encontrando-me - Losing it #3
Autora: Cora Carmack
Editora: Novo Conceito
ISBN: 9788581637129
Páginas: 288
Comprar
Estou aqui fazendo cálculos (não muitos porque sou de humanas), e conclui que já li muitos (MUITOS!) new adults. Conheci muitos autores, li inúmeros clichês, e tive vários remembers das novelas mexicanas que cresci assistindo no SBT. Depois disso, tentei criar uma lista de autores de NA que ficaram favoritos por mais de uma história, e um dos primeiros nomes que saltou na mente foi Cora Carmack. Talvez por estar lendo um livro de Cora Carmack, mas isso não tira o crédito de que ela é uma das melhores autores de new adult que já passou na minha estante. E vamos recapitular: foram muitos(!).

Encontrando-me é o último volume da trilogia que começou em Perdendo-me, e no momento, me sinto órfã. Os três livros da série, por motivos diferentes, foram leituras ótimas e viciantes. Todos envolveram madrugadas que eu deveria estar dormindo ou horas que eu deveria estar estudando. Carmack é incrível por ser clichê e ser especial ao mesmo tempo, o que, pode parecer que não, mas é raríssimo.

Porque quando você lê muitos clichês, as histórias ficam embaralhadas na mente e se misturam personagens. Não é sempre que rola um destaque. Porém me pergunte as histórias de Carmack e vou saber contar para você – e não só a que li ontem. A autora é engraçada, é doce, ela tem seus clichês mas também surpreende em algum detalhe.
No último livro (AI QUE DÓ), temos Kelsey, a velha e boa pobre menina rica, e Hunt, que ~tem segredos~. Parece tão batidão quanto uma música do McLeozinho, né? E talvez seja – por metade. Kelsey é sim um clichê de new adult ambulante – mas Hunt não. A autora desenvolveu o relacionamento deles de uma forma calma e crível, através de mochilão na Europa (que por si só: ♥♥♥), e manteve um mistério até o final, para né, aflição. O mistério, por sua vez, foi muito inesperado, pois foi longe do que estamos acostumados no gênero, mantendo a essência que o livro (e a série) tinha apresentado até ali. E é bem legal como depois você revê as pistas e vê que estavam todas ali, mas como se esperava clichê, não viu. Bem maneiro.

Outro ponto positivo é o crescimento de Kelsey. Como característico de livros com eurotrip e road trip, os personagens estão perdidos em quem são, e passam a história para se encontrar. E aí que tá outra belezura do livro de Carmack: quando Kelsey precisou de ajuda para achar a si mesma, ela contou com ela mesma (e Bliss, do primeiro livro). Nada de síndrome da dozela em perigo que precisa do principe no cavalo branco, como foi sugerido no inicio do livro. Não desvaloriza a luta das mana, e acho isso incrível em new adult.

Encontrando-me é ótimo, em todos os pontos que você imaginar. É engraçado, é fofo, tem muitas frases bonitas e reflexivas e também tiradas sarcásticas. Juro, quem precisa de mais? Porém temos mais: bons personagens, química palpável e desenvolvimento crível. Já falei em eurotrip?

Sobre Cara  Carmack: QUERO MAIS!!!!!

Um comentário:

  1. aaah, já li vários livros da autora, mas ainda não li este
    sério que tem mochilão na europa?? que amorzinho! *----*
    adoooro a escrita da autora, e realmente, é sempre repleto de frases fofinhas ;~~

    ResponderExcluir

E chegamos a parte maravilhosa em que vocês participam do blog comigo! Deixe sua opinião sobre o que leu/viu, só com alguns poréns:
- Comentários ofensivos à autora do blog ou outros comentaristas não serão aprovados.
- Comentários preconceituosos ou/e de caráter sexual não serão aprovados.
- Comentários anônimos não serão aprovados, a ferramenta só está ativada pela liberação de comentários com NOME+URL de pessoas não cadastradas no Google, etc.
- Comentários unicamente de divulgação não serão aprovados.
- As respostas serão feitas na página de comentários, em caso de mais urgência, utilize a ferramenta "Contato" na lateral.
Tirando essas pequenas regrinhas, fiquei a vontade! O espaço é de vocês :D Aliás, obrigada pelo comentário!