12 de jun de 2015

05 ótimos romances que ainda não foram lançados no Brasil


Normalmente, faço posts sobre ships favoritos no dia dos namorados, porém eu ficaria excessivamente repetitiva se repetisse a dose esse ano. O que eu vou fazer? Aproveitar que sexta também é dia de resenha gringa e postar um Top 5 com romances mó lindinhos que ainda não ganharam versão em português. Em outras palavras, estou induzindo você a entrar em minhas campanhas de pedir esses belezudos para as editoras nacionais. Esperta eu, né não?


Li Metamorphosis em 2013 e estou abismada que 2013 não é nem ano passado mais. 
Devo comprar Renew. 
Devo convencer você a ler esse livro também. O new adult vai contar a história de Scarlett, que está muito bem e contente tendo romances só em livros. Porém quando vai para a faculdade, sua melhor amiga, Even, a incentiva a criar seus próprios romances - e não estou falando de escrita criativa. De repente, três lindos garotos entram na jogada e Scarlett se vê envolvida num quarteto romântico. 
Ok, você achou clichê e bobinho. NÃO É. Jamais! Metamorphisis é lindo e vai muito além disso. Ele vai além dos clichês do gênero. Ele tem dor de verdade, e não do modo costumeiro como quando encontramos personagens cheios de traumas. Eu só digo que prepare seu lenço, porque migos...


O outro new adult (quase tudo aqui é NA - sou óbvia, desculpa) é Beautiful Broken Rules, um dos melhores livros que li ano passado e esqueci de falar a respeito por motivos de procrastinadora mór. Com uma pequena inversão de papeis, nesse livro quem não quer compromissos é a garota. GO GIRL! Emerson tem suas regras e quer manter o coração intocado - nada de sentimentalismo, nada de repetir ficada mais de 3 vezes, nada de namorado. Quem não entende isso e quer provar o contrário é Jaxon, novo colega de quarto de seu melhor amigo.
O livro é daqueles que fisga e te deixa agoniado com o final mesmo sendo completamente óbvio. Eu adorei como a autora criou os personagens e, principalmente, a protagonista. Já falei que adoro personagens principais problemáticos? LINDÕES! ♥


Um dos melhores livros de 2013. TREZE!!! Credo!
Enfim. Você já deve ter percebido, eu amo histórias de amor que começam com ódio. Sou esquisita? Talvez. 
My favorite mistake é dessas: Taylor e Hunter se odeiam. Ela o odeia, pelo menos. Isso o intriga. Isso faz surgir uma aposta em que, ao passar mais tempo com ele, Taylor precisa decidir se o odeia de verdade, ou o ama de verdade. 
É new adult óbvio para cacilda. Clichê, comum, repleto de brigas hilárias entre o casal (acho que a resposta para o esquisita não é mais talvez) e daqueles que a gente ama e quer devorar assim que é apresentado aos protagonistas. 
Agora o porquê da capa estar com grafia errada é um mistério da humanidade. Quem deixou esse U passar?


Deveria ser a resenha de hoje, mas aguarde provavelmente na semana que vem. Ugly love não é bem um new adult, mas é dextruidor como todos os livros (bons) de Colleen Hoover. O livro divide a narrativa entre Tate, estudante de enfermagem que muda para o apartamento do irmão, e Miles, um piloto que mora no apartamento da frente. Ele é super fechado, misterioso, gato, e claro que isso chama atenção. Já no ponto de vista de Miles, somos levados ao passado até entender o porquê dele ser uma pessoa tão fechada que tem regras sobre seu passado e futuro. 
Não vou falar mais porque ainda escreverei resenha, mas digamos apenas que se eu ficar encarando essa capa, meu coração vai se quebrar (e é preciso de muito chocolate para colar, então não obrigada). 

Por fim, meu chuchu que atende pelo nome de Just one song. Eu nunca vou cansar de repetir sobre ele e inseri-lo em toda bendita lista de melhores romances de qualquer coisa. ELE É MUITO AMOR!
Os personagens principais são Nicole e Zach. Nicole está há mais de ano devastada por um acidente que acabou com sua família. Ela passa seus dias apenas respira e sobrevive. Na primeira vez que sai depois de todo esse tempo - obrigada pela melhor amiga - ela conhece Zach, um cara lindo e simpático. O que ela não sabe é que Zach é uma estrela do rock E AIN MINHA ETERNA FIXAÇÃO POR ROMANCES ENTRE CELEBRIDADES E RELES MORTAIS.
Just one song reforçou minha esperança em casar com o Ed Sheeran. Sem mais. 

2 comentários:

  1. Obrigada pelas sugestões.
    Só queria comentar que não existe nenhum erro em "favourite". :P É caligrafia britânica.

    Beijos. * (adoro o seu blog)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Serena!
      Obrigada, eu não sabia, vou arrumar. Bem que eu achei estranho algo assim ter passado.
      Bjs e obrigada pelo comentário! <3

      Excluir

E chegamos a parte maravilhosa em que vocês participam do blog comigo! Deixe sua opinião sobre o que leu/viu, só com alguns poréns:
- Comentários ofensivos à autora do blog ou outros comentaristas não serão aprovados.
- Comentários preconceituosos ou/e de caráter sexual não serão aprovados.
- Comentários anônimos não serão aprovados, a ferramenta só está ativada pela liberação de comentários com NOME+URL de pessoas não cadastradas no Google, etc.
- Comentários unicamente de divulgação não serão aprovados.
- As respostas serão feitas na página de comentários, em caso de mais urgência, utilize a ferramenta "Contato" na lateral.
Tirando essas pequenas regrinhas, fiquei a vontade! O espaço é de vocês :D Aliás, obrigada pelo comentário!