30 de jun de 2015

05 motivos para assistir Humans


Eu ia esperar Scream para então falar qual foi minha estreia favorita desse mês. Até uns dias atrás seria The Whispers. Hoje eu já não posso mais esperar para declarar meu amor por Humans - e tenho cinco motivos para você vicie nessa trama também.

1. Estamos no futuro - e ele parece estranhamente com o presente
As coisas não mudaram muito no mundo: ainda há pessoas que ordenam, pessoas que obedecem e todos ainda mandam no próprio nariz no limite do possível. A hierarquia social é a mesma. Ainda assim, há novos membros da população - e eles são importantes. Synths são robôs comprados por pessoas para auxiliar no dia a dia. Como funciona escravidão quando estamos falando de máquinas?


2. Os robôs são como pessoas comuns. Muito bizarro!
Quando a gente pensa em robôs, a primeira imagem é algo prateado que fala com pausas excessivas. Em Humans, os Synths são feitos a margem e semelhança humana, com exceção da cor dos olhos e da coordenação motora. É muito fácil para eles se infiltrar em qualquer meio - e isso deixa muito mais incrível qualquer possível trama.

3. Plots! Plots! Plots everywhere!
Essa não é apenas uma série sobre uma família do subúrbio que compra um synth. Há muito mais! Temos um cientista aposentado que se recusa a atualizar seu synth por uma versão mais moderna porque tem apego emocional pelo antigo. Tem um vilão que está caçando robôs que têm um ~pequeno defeito não de fabrica~. Temos um humano atrás desses mesmos robôs por um motivo diferente. E isso é só a parcela mais superficial de tudo que se passa nos 45 minutos semanais desse enredo.


4. O núcleo jovem é ótimo!
Minha personagem favorita (depois da synth Anita) é Mattie, filha mais velha da família que ocupa o plot principal. Ela, junto de seu melhor amigo, reúnem a maior parcela de desconfiômetro dessa população fictícia. Mattie nota que Anita é diferente dos outros synth, percebe os detalhes que ninguém mais vê e ainda é hacker. Vai ter alguém que vai fazer diferença nesse seriado e aposto que será Mattie!

5. Os roteiristas parecem ter muito para contar
Humans é baseada em Real Humans, produção britânica, então se eu estiver consumida de curiosidade, posso buscar spoiler na versão original. Não vou fazer isso para me deixar surpreender de acordo e levar pequenos sustos, como quando Anita surtou com Mat... Oi? O que? Deixa para lá. Com essa enormidade de personagens, cada um com suas nuances, a liberdade dos roteiristas é enorme e vai ter coisa incrível vindo aí, eu sei. Mal posso esperar para o episódio do próximo domingo, pois COM CERTEZA vai ter alguma outra reviravolta que não notei as pistas antes. Queridos produtores, podem me fazer de trouxa que eu deixo.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

E chegamos a parte maravilhosa em que vocês participam do blog comigo! Deixe sua opinião sobre o que leu/viu, só com alguns poréns:
- Comentários ofensivos à autora do blog ou outros comentaristas não serão aprovados.
- Comentários preconceituosos ou/e de caráter sexual não serão aprovados.
- Comentários anônimos não serão aprovados, a ferramenta só está ativada pela liberação de comentários com NOME+URL de pessoas não cadastradas no Google, etc.
- Comentários unicamente de divulgação não serão aprovados.
- As respostas serão feitas na página de comentários, em caso de mais urgência, utilize a ferramenta "Contato" na lateral.
Tirando essas pequenas regrinhas, fiquei a vontade! O espaço é de vocês :D Aliás, obrigada pelo comentário!