9 de mai de 2015

Playlist do... mês?


É um pássaro? Um avião? O super homem?

NÃO! É a Joana tendo vergonha nessa cara de Trakinas e postando playlist num fim de semana!

O fato de você estar lendo essa playlist hoje é porque fiz um trato comigo mesma que resultaria na transformação do meu nome para Joanete se eu não me dignasse a fazer essa publicação. Como esse seria um trocadilho que eu não gostaria de ter de lidar, cá estou. A verdade é que sou uma inútil em fins de semana, o que me impede tanto de postar, como de buscar por músicas novas. Estou escutando o que nos últimos tempo? Big girls don't cry e Since U been gone. Temporada passada é bobagy. Mas isso está prestes a mudar, meus amigos.

Time of our lives - Pit bull ft. Ne-Yo: A gente gosta de falar mal do Pit Bull na mesma intensidade que gostamos de dançar suas músicas. Não sei você, mas eu já desisti de saber como lidar. Com isso, vamos adicionar Time of our lives na lista de impossíveis de não entrar na vibe. 

I really like you - Carly Rae Jepsen: A primeira vez você escuta em nome da lembrança que é Call me maybe. Na segunda, para contar quantas vezes "really" se repete no refrão. Na terceira, ferrou migo, você está viciado.

Pretty girls - Britney Spears ft Iggy Azalea: Brit quer recuperar o título de princesinha que tinha no inicio do milênio. Como fazer isso? Chamando a maior farofa de festa dos últimos anos: Iggy Azalea. Não é a melhor parceria da rapper, nem o melhor playback da ex-futura-substituta-da-Madonna, mas não é de todo ruim.

Hold my hand - Jess Glynne: Você já viu essa música hypar antes - talvez com outro nome, com outro cantor, com outra letra, mas já ouviu. É batida (eike trocadilho) que dói. Maravilhosa que dói também.

Fight song - Rachel Platten: Parece 2005, mas é 10 anos no futuro sim! Fight song é muito parecida com aquelas músicas velhas que eu estou escutando agora. O inicio é choroso, mas o refrão totalmente explica o sucesso atual dessa diliça.

All hands on deck - Tinashe: Estalar os dedos ritmicamente é tão legal, você fica parte da melodia instantaneamente. All hands on deck é assim; com o bônus de ter certos momentos que dá para dançar como se estivesse numa boate hiphop.

Believe - Mumford and sons: Descobri que Mumford and sons é sensacional depois de algumas temporadas de sucesso, mas estou colocando o single mais recente para que você finja comigo que não estou sendo fangirl atrasada.

Um comentário:

  1. Amei Fight song - Rachel Platten adicionando na minha playlist 2015 *-*

    ResponderExcluir

E chegamos a parte maravilhosa em que vocês participam do blog comigo! Deixe sua opinião sobre o que leu/viu, só com alguns poréns:
- Comentários ofensivos à autora do blog ou outros comentaristas não serão aprovados.
- Comentários preconceituosos ou/e de caráter sexual não serão aprovados.
- Comentários anônimos não serão aprovados, a ferramenta só está ativada pela liberação de comentários com NOME+URL de pessoas não cadastradas no Google, etc.
- Comentários unicamente de divulgação não serão aprovados.
- As respostas serão feitas na página de comentários, em caso de mais urgência, utilize a ferramenta "Contato" na lateral.
Tirando essas pequenas regrinhas, fiquei a vontade! O espaço é de vocês :D Aliás, obrigada pelo comentário!