27 de abr de 2015

Luz e trevas — Elle Casey


Luz e trevas — Guerra dos Fae #3Autora: Elle Casey
Editora: Geração Jovem
ISBN: 9788581303055
Páginas: 384
Comprar
Até então, a série A guerra dos Fae estava na minha lista para ficar de olho: eram fantasiosos, diferentes e divertidos. Passava longe da lista de favoritos, mas era garantia de uma boa leitura. Isso até chegarmos no terceiro volume e dar de cara com a maldição do segundo livro atrasada. Quando você achava que estava a salvo, puff.

Como nos anteriores, Luz e Trevas continua do exato ponto em que o último livro terminou. Na verdade o que você acreditava ser um final, com uma decisão pronta e parte pra próxima, se torna um grande enredo enrolado (fale rápido cinco vezes) que leva praticamente o tempo todo. O que temos? Mais do mesmo. E uma protagonista que não consegue mais carregar a trama nas costas só porque tem a língua afiada.

Minha impressão é que Casey ficou muito presa na força da protagonista. Ter alguém legal como Jayne dando as coordenadas na trama é ótimo, é um diferencial, mas não é tudo. Nós já avançamos na história a ponto de detalhes serem mais relevantes, com mais significância. Logo, quando a autora já está na terceira parcela da história, ela precisa ir mais fundo que isso, mostrar a que veio e dar força a todos elementos, sem esperar que a protagonista se destaque sozinha e dê conta de tudo.

Fiquei cansada muito fácil. Nem 100 páginas e eu já estava de saco cheio do mimimi de Tony, de Jayne sendo xuper especial e inteligente e determinada e movendo montanhas e se enchendo de seguidores no twitter e na vida. De novo, sabe? Ainda? Quando a trama parecia achar um propósito e avançar, eu não me importava mais, estava de saco cheio. Jayne me irritou, os amigos dela também. Tony, então, quero nem falar porque dá agonia.

Eu estou tentando entender meus sentimentos e isso pode ficar confuso, mas vamos lá: sabe quando as coisas parecem muito certas e boas e isso não passa de pura ingenuidade? Considerando que ingenuidade é algo bom? Fica chato. As reviravoltas são muito zzzzertinhas, muito programadas, assim como os diálogos e situações. Dá uma preguiça danada, porque a maldição do segundo livro chegou para Elle Casey e fez parecer Luz e trevas trabalho preguiçoso. Estou com zero vontade de ler a continuação, e considerando o quanto costumava ficar empolgada com os finais anteriores, isso é quase certeza de mais uma série que parou por aí na estante.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

E chegamos a parte maravilhosa em que vocês participam do blog comigo! Deixe sua opinião sobre o que leu/viu, só com alguns poréns:
- Comentários ofensivos à autora do blog ou outros comentaristas não serão aprovados.
- Comentários preconceituosos ou/e de caráter sexual não serão aprovados.
- Comentários anônimos não serão aprovados, a ferramenta só está ativada pela liberação de comentários com NOME+URL de pessoas não cadastradas no Google, etc.
- Comentários unicamente de divulgação não serão aprovados.
- As respostas serão feitas na página de comentários, em caso de mais urgência, utilize a ferramenta "Contato" na lateral.
Tirando essas pequenas regrinhas, fiquei a vontade! O espaço é de vocês :D Aliás, obrigada pelo comentário!