18 de mar de 2015

O amor está no ar — Jennifer Echols


Autora: Jennifer Echols
Editora: Pandorga
ISBN: 9788561784836
Páginas: 398
Comprar
Estou repensando minha vida.

Pois é.

Até alguns dias atrás, eu tinha uma lista com autores que eu confiava plenamente, que sabia que esses não me decepcionariam com nenhum livro de sua carreira. Sou uma menina excessivamente positiva? Talvez. Sou uma menina que agora está decepcionada? Com Jennifer Echols, digo pra você, estou.

Such a rush. Esperei pela tradução desse livro por meses. Muitos. Quando O amor está no ar chegou em terras tupiniquins, nem me importei que a capa era feia e o título, brega. Eu queria ler, pois era da Echols e, para mim, bastava. Só que esse tipo de sustentação funciona apenas para expectativas. Um livro inteiro é uma história completamente diferente.

Não que O amor está no ar seja algo diferente. É clichê, do velho tipo característico da autora. A protagonista é Leah, que sempre foi apaixonada por aviões, já que morava nos estacionamentos de trailers e convivia constantemente com o barulho das decolagens. Aos 14 anos, ela falsificou a assinatura da mãe, juntou dinheiro e começou aulas de pilotagem. Três anos depois, quando está prestes a conseguir sua licença, o professor/dono da empresa de aviação da cidade falece e ela se vê obrigada a trabalhar para um dos filhos-herdeiros, o mau humorado Grayson.

A história não é ruim. Eu não sou o tipo de leitura que complica com clichês, você sabe muito bem disso. Você pode me entregar a história de high school mais batida de todos, com personagens chamados Ashley, Brittany e Luke, e as chances de eu gostar são bem consideráveis. Porém, com O amor está no ar, eu lutei contra a má vontade só em nome dos livros anteriores da autora. Se vamos ser sinceros, digamos apenas que Echols fez um esforço tremendo para que o conjunto de enredos e personagens não se tornasse cativante.

É tudo muito superficial: personagens, situações, elementos dramáticos. Eu passei metade do livro esperando melhorar e a outra metade, esperando acabar. É tudo muito fraco e mal trabalhado, como se Echols tivesse apenas jogado coisas no enredo e o leitor ficasse encarregado de imaginar os sentimentos para dar liga à história. Um ou outro momento mais aprofundado não foi suficiente para carregar 300 e tantas páginas nas costas.

O romance, que sempre considerei o forte de Echols, parecia uma enorme tentativa de dar certo que nunca saia do lugar. Eu via as aberturas para fazer funcionar, mas a impressão é que a autora dava para trás, fingia não ver, ou então adicionava um pequeno mistério (muito boring, se quer saber) para dar tensão sexual. Um aviso? Não dava. Me deparar com a trama da garota pobre que se envolve com o filho do chefe (novo chefe?) que também tem um irmão gêmeo muito gato... Eu não apenas já vi isso antes como também já fiquei entediada com isso antes.

Eu juro que podia funcionar. Eu, Joana, com a glória da minha habilidade de escritora, faria esse livro funcionar. O amor está no ar tem pouquíssimos pontos altos e, na maior parte do tempo, é tão profundo quanto o Cantareira em sua pior fase. É difícil de se apegar, de querer ler, de torcer por alguém ou ficar curioso com o mistério bobão que Grayson guarda. Quero muito saber o que aconteceu com a Echols que eu tanto gosto e espero. Se você nunca leu nada da autora, não se sinta desestimulado - só não comece por esse.

2 comentários:

  1. Oi!
    Eu ainda não li nada da autora, mas vou seguir sua dica e não começar por esse para não acabar me decepcionando com a autora... A capa é mesmo feinha e o título bem bobo, é uma pena que o enredo também não tenha ajudado...
    Bjs
    sobrelivrosesonhos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. li algum livro da autora, nem lembro qual foi, tanto que acho que ela não me agradou hahaha
    quando vi o lançamento deste e olhei para a capa, pensei no quão amadora ela parece. quando li a sinopse dele, fiquei mais desinteressada ainda...
    não sei, não me agradou, não me interessei...

    ResponderExcluir

E chegamos a parte maravilhosa em que vocês participam do blog comigo! Deixe sua opinião sobre o que leu/viu, só com alguns poréns:
- Comentários ofensivos à autora do blog ou outros comentaristas não serão aprovados.
- Comentários preconceituosos ou/e de caráter sexual não serão aprovados.
- Comentários anônimos não serão aprovados, a ferramenta só está ativada pela liberação de comentários com NOME+URL de pessoas não cadastradas no Google, etc.
- Comentários unicamente de divulgação não serão aprovados.
- As respostas serão feitas na página de comentários, em caso de mais urgência, utilize a ferramenta "Contato" na lateral.
Tirando essas pequenas regrinhas, fiquei a vontade! O espaço é de vocês :D Aliás, obrigada pelo comentário!