12 de mar de 2015

A deliciosa maratona de Unbreakable Kimmy Schmidt


Da Netflix, só conheço a fama. Uma coisa é certa: em pleno 2015, é impossível ignorar o estrondoso sucesso da plataforma. E muito disso se deve as produções exclusivas, que conquistaram seu espaço nas premiações importantes e comentários do Twitter. Para ficar ~inserida~ no mundão, tentei acompanhar a famosa Orange is the new black, porém não rendeu. Minha segunda tentativa foi a novata Unbreakable Kimmy Schmidt e, aiqueótimo, essa sim funcionou maravilhosamente bem.

Produzida por Tina Fey (e Robert Carlock, mas quem se importa?!), a doce comédia sai do óbvio como toda boa produção fora dos canais abertos. A protagonista, que duvido você adivinhar o nome (Kimmy? Schmidt? Parabéns!), passou 15 anos num banker subterrâneo junto de outras três mulheres, quando lhes foi dito que o apocalipse tinha chegado e todos os outros seres vivos morreram. Depois de resgatada, Kimmy resolve abraçar o seu futuro e tentar a sorte em Nova York. E é dada a largada.

É uma delicia! O humor é inteligente e sutil, mesmo quando apela para situações batidas. O roteiro faz tudo parecer novo, até mesmo os personagens estereotipados - que não são poucos nem discretos. Basicamente todos os personagens tem alguma caraterística forte que é explorada a exaustão: a patroa-perua de Kimmy, seu colega de apartamento gay que deixou o interior para trilhar seu sonho na Broadway... Todo mundo é um elemento genérico da televisão, mas que se ajusta tão bem ao contexto geral que faz o conjunto parecer único. 

O roteiro brinca bastante com a inocência genuína de Kimmy, de sua ânsia por liberdade, justiça, igualdade. Ela pouco conhece a realidade do milênio, e é divertidíssimo acompanhar as aventuras de uma mulher de quase 30 anos descobrindo o século XXI. É bastante impressionante observar essa perspectiva de quão rápido mudamos e criamos novos costumes. E, acima disso, é a visão de Kimmy que faz essa diferença toda.

A parte visual também faz vários jogos inteligentes com o enredo. A inocência de Kimmy, por exemplo, que beira a infantilidade no começo, é retratada na cartela de cores da fotografia, bastante alegre, bastante viva. É colorido e brilhante, e novamente digo isso: novo. 

Doce e original, a maratona de Unbreakable Kimmy Schmidt é perfeita para fim de semanas preguiçosos. São 13 episódios de vinte e poucos minutos que você assiste sem nem sentir, mas depois repara que houve um crescimento visível em todos os personagens que acompanhou durante esse tempo. O seriado é agradável de assistir e termina deixando uma expectativa gostosa ao invés de um vazio costumeiro. Se você está na dúvida do que assistir quando seus seriados entrarem em hiatus, anote esse nome na sua lista.

3 comentários:

  1. Oi!
    Não conhecia esse seriado, mas achei a proposta bem diferente! Não sei se vou começar a assistir agora, mas quem sabe quando conseguir atualizar os que já acompanho?
    Bjs
    sobrelivrosesonhos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. OMG, que trama mais engraçada! hahaha
    fiquei curiosa, admito!
    não assisti nenhuma das séries da Netflix ainda, mas tenho curiosidade em ver Orange is the new black ;~~

    ResponderExcluir
  3. Ei! Eu comecei a assistir essa semana, é muito boa mesmo.
    A ideia do roteiro é hilária, merece um prêmio quem escreveu, e também a atriz que consegue dar vida à uma personagem carismática, e ao mesmo tempo excêntrica como a Kimmy QUIDHHQIW

    Ótimo post.
    xoxo

    ResponderExcluir

E chegamos a parte maravilhosa em que vocês participam do blog comigo! Deixe sua opinião sobre o que leu/viu, só com alguns poréns:
- Comentários ofensivos à autora do blog ou outros comentaristas não serão aprovados.
- Comentários preconceituosos ou/e de caráter sexual não serão aprovados.
- Comentários anônimos não serão aprovados, a ferramenta só está ativada pela liberação de comentários com NOME+URL de pessoas não cadastradas no Google, etc.
- Comentários unicamente de divulgação não serão aprovados.
- As respostas serão feitas na página de comentários, em caso de mais urgência, utilize a ferramenta "Contato" na lateral.
Tirando essas pequenas regrinhas, fiquei a vontade! O espaço é de vocês :D Aliás, obrigada pelo comentário!