6 de fev de 2015

The DUFF — Kody Keplinger

Sexta feira. Dia de resenha de livro gringo. Aqui. Oficial. É sério, pode cobrar.

Autora: Kody Keplinger
Editora: Poppy
ISBN: 9780316381802
Páginas: 320
Comprar
The DUFF seria lançado em terras tupiniquins pela editora Novo Século. Essa semana, descobri, muito por acaso, que não seria mais. Isso foi a gota d'água para eu parar de enrolar e ler logo esse young adult que todo mundo parece adorar. Por meio desta me declaro incluída nesse grupo.

A história é de Bianca, ela é a DUFF. Amiga feia do grupo, quero dizer. Ela vivia muito bem sua vida escolar, sem estar no topo ou no fim da pirâmide social, até que Wesley, o cara gato e rico do colégio, a aborda numa festa para esclarecer sua label. Como amiga feia, ela se torna a ponte para Wesley chegar nas amigas bonitas, e tudo que precisa fazer é conquistar a amizade de Bianca para garantir mais uns nomes na sua lista de ficadas. O que ele consegue com isso é um belo copo de Cherry Coke na cara. E então o enredo começa.

Se você viu o trailer do filme, deve ter uma imagem muito Mean Girls da história. Para isso, eu digo: não, nem se iluda. Nada de cena de makeover, meu caro. Muito diferente da proposta do filme (trailer?), a trama é um high school sem o clichê todo. Claro que há os pontos comuns, obviamente, mas o principal se baseia em plots mais reais e menos fotografia-colorida-com-fundo-musical-pop.

A trama tem como ponto de partida Bianca e seu ódio Wesley. Ele é um mulherengo inconsequente e arrogante e acha que era só sorrir para Bianca para que as amigas, Casey e Jessica, se jogassem a seus pés (e na sua cama). Ledo engano, amigo. O feitiço bate e volta para feiticeiro, e quem acaba sendo usado é Wesley. Bianca está passando por maus momentos em casa e o garoto está lá, como uma bela distração. Como uma bela distração que, mais importante, beija bem e não fala bobagem enquanto usa a boca para outras coisas. Acho que esse é o grande diferencial do livro, o que conquistou todo mundo: quem assume as rédeas é Bianca. Os primeiros passos são todos dela, e isso não é muito comum nem entre os mais girl powers young adults.

O que eu gostei em Bianca é que ela lida muito bem com o fato de ser DUFF. Claro que aquilo fica na sua cabeça e gera muita divagação, porém não de um jeito sinto pena de mim e blablabla. Bianca aceita que é DUFF e ao invés de ficar neurótica para mudar isso, ela liga (com o perdão da expressão) o foda-se e "quem se importa com o que você pensa sobre mim? Eu sou a DUFF mesmo". E estranhamente não são como um caso de baixa autoestima. Ela segue em frente e, por mais que isso magoe um pouco, isso não é o centro da sua vida.

Só não digo que é um livro 100% porque, bem, eu esperava um livro 120%. As altas expectativas atacaram novamente. É uma história gostosíssima, com narrativa muito delicinha, mas não vai além disso. Não tem cena de makeover e o final é corrido. A autora poderia pender para assuntos mais sérios, como os problemas familiares de Bianca, mas acaba só introduzindo o plot para dar uma solução fácil no capítulo seguinte. Contudo, The DUFF é como outros livros de high school e, ao mesmo tempo, não é. É algo parecido com o que você já viu, mas é novo. E isso é muito, muito bom.
PS: Separe o livro do filme. Se a adaptação seguir as coordenadas do trailer, não vai ser uma adaptação - será uma história diferente com personagens de mesmo nome. Não se encane, divirta-se!
Nível de inglês: Fácil.

4 comentários:

  1. como assim não será mais lançado aqui??? aaah, não creio!!!
    não tinha lido nenhuma resenha dele, só tinha visto comentários por ai. e muitos comentários, diga-se de passagem
    estou curiosa para ler ele, e acho que vou acabar lendo em inglês mesmo, até porque estou precisando hahaha

    ResponderExcluir
  2. Por que não vão lançar mais, poxa? E nós, meros mortais, que não lemos em inglês? hahahaha eu fiquei super interessada na história, gosto muito desse estilo high school, mas infelizmente meu nível de inglês não chega nem a fácil D: Mesmo assim adorei a tua resenha e a trama, vou tentar dar uma conferida no filme, mesmo sendo diferente do livro!

    ResponderExcluir
  3. Fiquei sabendo dessa história pelo teu blog, e até queria ver o filme. Não sei se ainda vou... De qualquer forma, ainda vou acompanhar aqui as novidades de coisa de menininha e high school e ver sua opinião, haha!

    Clara
    @clarabsantos
    clarabeatrizsantos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oi, Jo!

    Quando vi o trailer de The DUFF achei meio meh, só que aí assisti de novo e comecei a gostar, sou dessas.
    Mas em nenhum momento fui atrás do livro, só que lendo sua resenha fiquei com vontade de pegar o livro, então, muito obrigada.
    Eu amo esses livros que se passam em High School, sei lá porque.

    Beijos!

    ResponderExcluir

E chegamos a parte maravilhosa em que vocês participam do blog comigo! Deixe sua opinião sobre o que leu/viu, só com alguns poréns:
- Comentários ofensivos à autora do blog ou outros comentaristas não serão aprovados.
- Comentários preconceituosos ou/e de caráter sexual não serão aprovados.
- Comentários anônimos não serão aprovados, a ferramenta só está ativada pela liberação de comentários com NOME+URL de pessoas não cadastradas no Google, etc.
- Comentários unicamente de divulgação não serão aprovados.
- As respostas serão feitas na página de comentários, em caso de mais urgência, utilize a ferramenta "Contato" na lateral.
Tirando essas pequenas regrinhas, fiquei a vontade! O espaço é de vocês :D Aliás, obrigada pelo comentário!