9 de dez de 2014

Eve & Adam — Michael Grant e Katherine Applegate


Autores: Michael Grant e Katherine Applegate
Editora: Novo Conceito
ISBN: 9788581634432
Páginas: 272
Comprar
Agradável surpresa. Essa é a melhor palavra para descrever Eve & Adam, lançado mês passado pela Novo conceito. Por mais que já tivesse passado mais de ano desde que o lançamento foi anunciado, a capa bonita não tinha me chamado atenção ao ponto de buscar pela sinopse. Eu sabia que leria, mas não tinha ideia do quê. Como eu disse: agradável surpresa.

A protagonista é Eve, filha unica de uma magnata do ramo farmacêutico. A garota pouco sabe do trabalho de sua mãe, que insiste em não misturar assuntos profissionais com os de casa, porém acaba no meio de tudo quando sofre um acidente e fica internada no "hospital da família". Para matar tempo, Eve se envolve num projeto experimental para criar o garoto perfeito. É como The Sims. Ou, ao menos, é o que Eve pensa.

Sabe sinopse boa? Essa. Em meio a tantos young adults de distopia, romance e fantasia, Michael Grant e Katherine Applegate começam essa história apresentando uma boa ficção científica em pleno hoje. Não tem nada de futuro, de universo alternativo, de dimensão paralela; Em Eve e Adam (você percebe o trocadilho do título?), é apenas gente com muito dinheiro e um laboratório meio recluso do mundo. É essa proximidade, que você realmente não tem como saber se não existe mesmo por aí, que deixou ainda mais incrível.

Conhecemos Eve, sua melhor amiga, sua fria mãe, o laboratório. No laboratório conhecemos Solo, que trabalha/mora lá, e odeia a mãe de Eve - que lhe deu casa, comida, roupa lavada e nenhum sorriso. Ele divide a narrativa com Eve, e é essa mudança de voz que aumenta o mistério e deixa o roteiro mais intrigante. Você quer saber porque Solo tem tanto ódio pela empresa e sua CEO, além de descobrir o que realmente acontece é a imprensa não descobre.

Um pequeno problema que tenho com o gênero é não conseguir acompanhar as explicações científicas. Nesse livro, o problema não acontece. Em parte porque as explicações são bem raras e pouco aprofundadas, mas também porque o vocabulário é bem acessível para qualquer leitor - inclusive aquele que só aprendeu biologia para passar no vestibular. Desculpa, sou de humanas (mas não dessas humanas). 

Eu já amo The Sims, então ver o jogo ser meio que pintado de ficção científica com personagens adolescentes e uma forte intriga misteriosa por trás: genial. Eu não sei se é uma série, se Eve & Adam é apenas o primeiro volume de muito mais, ou se acabou por aqui mesmo, mas digo para você: se tiver mais cinco ou dez livros, eu leio. Garanto que Grant e Applegate vão me surpreender.

4 comentários:

  1. não gosto de distopias. esse negócio de ficção científica não rola para mim.
    até tinha me interessado por este livro. que ótimo seria podermos criar um garoto perfeito para nós né... tipo: ser romântico (100%), ser fiel (100%), gostar de livros (200%) hahahaha
    mas, só por ser cheio de coisas científicas e tudo o mais eu desisto =/

    ResponderExcluir
  2. Agradável surpresa?
    Pois, para mim, também!
    Com esta capa e este título, pensei se tratar de um enredo filosófico ou religioso.
    Bem interessante!

    ResponderExcluir
  3. Nunca li livros desse gênero, mas esse parece ser interessante, bem diferente... O mistério que envolve Solo é bem cativante , não?!

    PS: SOU NOVA AQUI NO BLOG, MAS JÁ ESTOU SEGUINDO! GOSTEI BASTANTE DELE! BEM BACANA?

    Bjos!

    ResponderExcluir
  4. Eu fiquei super curiosa quando vi o lançamento e a sinopse, mas não fazia ideia que o livro seria assim. Se soubesse, já teria comprado há muito tempo!kkk. Mesmo que eu tenha ficado com um pé atrás sobre as explicações e por ser adolescente (não sou muito fã de livros com adolescentes), ainda assim quero ler. Fiquei intrigada com toda essa ficção científica e com o envolvimento de 'The Sims' no livro.

    PS: Também amo 'The Sims'!

    ResponderExcluir

E chegamos a parte maravilhosa em que vocês participam do blog comigo! Deixe sua opinião sobre o que leu/viu, só com alguns poréns:
- Comentários ofensivos à autora do blog ou outros comentaristas não serão aprovados.
- Comentários preconceituosos ou/e de caráter sexual não serão aprovados.
- Comentários anônimos não serão aprovados, a ferramenta só está ativada pela liberação de comentários com NOME+URL de pessoas não cadastradas no Google, etc.
- Comentários unicamente de divulgação não serão aprovados.
- As respostas serão feitas na página de comentários, em caso de mais urgência, utilize a ferramenta "Contato" na lateral.
Tirando essas pequenas regrinhas, fiquei a vontade! O espaço é de vocês :D Aliás, obrigada pelo comentário!