12 de nov de 2014

Garota de domingo — Letícia Black


Autora: Letícia Black
Editora: Novo Século
ISBN: 978-85-4280-359-4
Páginas: 240
Comprar
Expectativas: o que me fez gostar de Garota de domingo. O fato de não tê-las, quero dizer. O livro estava na estante, era curtinho e eu peguei em um fim de semana, porque o título falava em domingo e eu queria ser temática. Não sabia muito e ninguém na timeline tinha lido ou falado a respeito. A experiência de abrir um livro sem qualquer bagagem sobre ele. Melhor experiência.

Em garota de domingo, conhecemos Pam que é apaixonada por Davi. Ele parece gostar dela também, porém só aparece na sua casa aos domingos (normalmente ressacado) e não retorna a ligação em qualquer outro dia da semana. Faz sentido que, quando Pam acha e bisbilhota a agenda do amado, ela encontra seu nome escrito nos domingos, enquanto várias outras garotas são divididas em categorias para os outros seis dias da semana. Quer dizer, na verdade não faz sentido algum - e ela quer mais é descobrir porquê não pode ser a garota de todos os dias.

Repare que a sinopse não tem nada demais. É sobre uma garota apaixonada sendo feita de boba que decide correr atrás do seu cara porque acha que nunca vai existir nenhum outro para substituir. O tipo de história que você vê em livros, filmes, músicas e pela janela. É tão absurdamente banal que funciona logo por isso: o leitor se prende em descobrir por que Davi é babaca e Pam não desapega? Eu mandaria o site da OLX para ela, porém se fizesse isso, não teria esse ótimo livro para contar que li.

Como eu disse, o leitor se prende no enredo. O mistério é leve, mas é cativante e instigante. Bem escrito, sabe? A narrativa flui tão bem que eu fiquei um tanto surpresa por não pegar uma antipatia tremenda dos personagens. Eu torcia pelo casal e ficava me julgando por isso, porque obviamente é um relacionamento bem deturpado. Não que eu não tivesse torcido para que Pam reconhecesse que era ~meio burrinha~, mas torci mais ainda para que eles superassem seus problemas e entrassem no estágio de namoro saudável, você sabe, quando o casal se falam mais de uma vez por semana e não inclui vomitar em cima do outro e minha cabeça dói NUNCA MAIS VOU BEBER.

Porém há furos na trama. São coisas que se você está lendo compulsivamente não repara, mas se parar para pensar, são erros bem óbvios. Não estou falando de ter tido a impressão que ninguém trabalha nessa história *cof cof*, mas alguns detalhes que, bem, não fazem sentido. Se fazem, o relacionamento de Pam e Davi é ainda mais superficial do que pareceu em seus piores momentos. Além disso, o timing da história inteira é extremamente conveniente, o que não põe a perder, mas né.

Eu fiz uma resenha positiva, mas isso não é para você ficar ensandecido achando que achou o novo melhor livro da sua vida. Lembre lá da primeira frase: o grande truque com Garota de domingo (assim como qualquer outro livro na Terra) é não esperar nada da história e ser surpreendido por ela. Foi isso que me fez gostar, grudar e não dar tanta bola pros defeitos que encontrava ao longo da narrativa. No final, é um livro legal, bem escrito e que, bem, não chegou a ser de domingo pois eu devorei inteiro no sábado.

6 comentários:

  1. Oi!
    Não conhecia o livro, mas já gostei da capa, não sei porque, mas as cores chamaram minha atenção... É tão bom quando gostamos de um livro sem saber quase nada antes de começar a ler, parece que o livro é só nosso kkk Que pena que a história tem alguns furos...
    Bjs
    sobrelivrosesonhos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. quando lemos um livro totalmente despreparado sempre nos surpreendemos. isso é fato!
    eu mesmo, sempre que um livro está sendo super comentado, acabo esperando demais e me decepcionando mais ainda...
    este ai parece ser bom, mas confesso que se tivesse encontrado ele em uma livraria por ai, não compraria. achei a sinopse totalmente sem graça ;x
    a trama até pode ser legalzinha, mas não me arriscaria, e também não pretendo me arriscar agora...

    ResponderExcluir
  3. O livro parece otimo, historia bem instigante, fiquei bem interesada em ler!!

    ResponderExcluir
  4. Esse livro entra na questão "Adorei a capa", quero ler kkkkk ( mas sua resenha, mostrou que não podemos ler um livro só pela capa), mas como tem romance, já está na minha lista!

    <3

    ResponderExcluir
  5. "A experiência de abrir um livro sem qualquer bagagem sobre ele. Melhor experiência." Falou td!! Pode até n se tornar seu livro favorito, mas a experiência na maioria dos casos é positiva. Quero mt ler esse livro.

    ResponderExcluir
  6. Eu achei essa resenha uma das mais divertidas que li nos últimos tempos!! Você devia estar inspirada nesse dia. rs
    Quanto ao livro, acho que tudo deve ser questão de expectativas mesmo. Se for ficar se apegando às falhas de roteiro, talvez não dê muito certo. Mas parece que a narrativa é boa e que dá para ter um bom momento literário!!
    bjs

    ResponderExcluir

E chegamos a parte maravilhosa em que vocês participam do blog comigo! Deixe sua opinião sobre o que leu/viu, só com alguns poréns:
- Comentários ofensivos à autora do blog ou outros comentaristas não serão aprovados.
- Comentários preconceituosos ou/e de caráter sexual não serão aprovados.
- Comentários anônimos não serão aprovados, a ferramenta só está ativada pela liberação de comentários com NOME+URL de pessoas não cadastradas no Google, etc.
- Comentários unicamente de divulgação não serão aprovados.
- As respostas serão feitas na página de comentários, em caso de mais urgência, utilize a ferramenta "Contato" na lateral.
Tirando essas pequenas regrinhas, fiquei a vontade! O espaço é de vocês :D Aliás, obrigada pelo comentário!