8 de out de 2014

Louco por você — Jasilda Wilder

Louco por você — Falling #1
Autora: Jasinda Wilder
Editora: Novo Conceito
ISBN: 9788581635316
Páginas: 271
Nota: 
Comprar

Eu leio todos os new adults que param na minha frente porque já tive um número tão enorme de boas experiências com o gênero que compensa as falhas. É por isso que nem entro na neura se livro X foi bom ou não, porque eu já tive outros 50 que foram muito excelentes. E quando decepcionam, esses livros servem para arrancar boas gargalhadas, pois quando new adults erram, é porque a barra foi tão forçada que beirou a hilaridade. Tipo Louco por você, de Jasinda Wilder (sim, aquele mesmo livro da polêmica capa feia que não vendia).

Por mais que new adult seja um gênero óbvio e esse ainda tenha dois irmãos lindos e sensacionais, pode respirar aliviado porque não tem triangulo na mistura. Conhecemos Nell e seu melhor amigo, Kyle. Sair da friendzone foi um questão de piscar os olhos, e eles viveram dois anos de amor intenso. Então Kyle morre. Nell se fecha, deixa de ser a garota perfeitinha e vai ser uma reclusa do mundo, consumida de culpa, em Nova York. Lá ela encontra o irmão mais velho de Kyle, o rebelde Colton. E o resto você já sabe.

Primeiro erro: Kyle. Conhecer Kyle, acompanhar o desenvolvimento do relacionamento, criar toda uma história para os dois personagens e depois matá-lo. Faltou equilíbrio na mão de Wilder, pois foi muito longe nessa história só para ser o ponto de partida. Vamos esclarecer uma coisa: ponto de partida leva, no máximo, 20 páginas; em caso nenhum, 70. Você me diz o que sobra para, só então, desenvolver um romance? Falta base. Falta tempo. Falta, principalmente, empatia.

Restam 200 páginas para conhecermos Colton e a nova-Nell-revoltada-com-tudo e shipá-los. Acredito que tinha como Wilder criar um romance crível, só que novamente ela perdeu tempo, ironicamente, enquanto avançava a passos largos. Você não sabe de onde surgiu esse romance, essa melação toda, mas está tudo lá: com páginas e mais páginas de cenas hot, que só serviram para me lembrar do porquê odiei tanto Cinquenta tons de cinza. Se estivesse com tempo de contar, eu provaria para você que tem mais páginas de sexo do que diálogo. Amiga Jasilda, NÃO CONVENCEU.

Ah, e o drama. Como esquecer o drama, essa característica tão intrínseca nos livros do gênero, que são capazes de partir o nosso coração e deixar partido mesmo depois do livro ter acabado? Novamente: 505 error. Uma palavra para você, Wilder: CONTINUIDADE. É tão difícil assim? Por mais fútil que o gênero seja, new adults estão servindo como abertura para vários tabus, já que se conectam como o público jovem. É óbvio, portanto, que quando um tema é abordado, ele não pode ser deixado de lado de uma forma tão blasé. Pelo amor de Deus, você não fala de cutting e depois esquece o assunto, simplesmente não. Além de deixar o livro raso, é um erro muito básico e coloca a trama toda a perder. E eu digo para você: perdeu mesmo. Quando o tema apareceu, eu dei um pulo de empolgação porque achei que, finalmente, o enredo iria engrenar. Pelo que eu vi, não fui a única. Também não fui a única que murchou na cadeira quando viu que, aparentemente, Wilder esqueceu que sua protagonista era uma garota tomada pela culpa, etc. Isso não se faz.

Louco por você é cheio de falhas: de construção, de continuidade, de character development, tudo junto e misturado. O ponto forte da autora é que ela tem um gosto musical excelente e acertou toda vez que misturou música com o enredo, mas é impossível que só isso sustente o livro como um todo. A leitura vai rápido, correndo com os acontecimentos enquanto Nell faz mimimi. O resultado final é que algumas cenas ok não mudam o fato que tem muita coisa que precisa ser reescrita nesse livro, e cá entre nós, acho que aquela primeira capa feia representava muito mais a essência dessa trama. Interprete como quiser.

3 comentários:

  1. difícil um livro deste gênero não me agradar, mas com tudo o que você citou, fiquei com os dois pés atrás...
    parece ser uma história boa, mas a autora realmente pecou em alguns pontos.
    uma pena...
    mas acho a capa bonitinha, então quem sabe a leitura me agrada né... :D

    ResponderExcluir
  2. Então, eu li a primeira parte (até a página 100) em questão de minutos (na verdade tudo pode ser convertido em minutos, mas vc entende, né?), mas tô HÁ DIAS pra conseguir ler as últimas 80 páginas. O livro foi excelente no começo e chorei like a crazy bitch, mas depois... pfvr! Mas eu já vi que o negócio ia desandar lá no velório, quando ela encontra Colton. Sério, eu apaixonei no Kyle e depois a autora coloca alguém que fica repetindo que é um canalha, mas não faz nada pra provar isso, e ela quer que a gente acredite? Ai, sei nem o que dizer, muito menos ser coerente, mas QUE DECEPÇÃO D=

    ResponderExcluir
  3. Não sou nenhum pouco fã da Jasinda, porque além das histórias dela serem cheias de falhas, é puro pornô. Esse livro, comparado com os outros é bem levinho e na minha avaliação, o melhor. Por aí já da pra ter uma ideia né. Esse livro não tem conteúdo, não tem muitas informações sobre os personagens e tudo acontece em um passe de mágica. Eu queria saber mais sobre Kyle, mas até hoje não sei nada, só sei que ele morreu para dois segundos depois a Nell ficar com irmão dele. Apenas isso. E um montão de drama que não acaba mais.
    Pra mim, a Jacinda está na profissão errada, ou no hobby errado, porque eu não gosto dos livros dela e acho que ela não domina o dom de contar histórias. Nem um pouco!

    PS: Recomendo que leia a trilogia 'O filho do reverendo', dessa autora. Vai entender porque não gosto dela.kkkk

    ResponderExcluir

E chegamos a parte maravilhosa em que vocês participam do blog comigo! Deixe sua opinião sobre o que leu/viu, só com alguns poréns:
- Comentários ofensivos à autora do blog ou outros comentaristas não serão aprovados.
- Comentários preconceituosos ou/e de caráter sexual não serão aprovados.
- Comentários anônimos não serão aprovados, a ferramenta só está ativada pela liberação de comentários com NOME+URL de pessoas não cadastradas no Google, etc.
- Comentários unicamente de divulgação não serão aprovados.
- As respostas serão feitas na página de comentários, em caso de mais urgência, utilize a ferramenta "Contato" na lateral.
Tirando essas pequenas regrinhas, fiquei a vontade! O espaço é de vocês :D Aliás, obrigada pelo comentário!