22 de out de 2014

Garota exemplar — Gillian Flynn


Autora: Gillian Flynn
Editora: Intrínseca
ISBN: 9788580576054
Páginas: 448
Comprar
Não leio thrillers, mas abro uma exceção sempre que a timeline fala mais alto que meus gostos literários pré estipulados em sinopses clichês. Não que muitas vezes isso tenha acontecido, claro. Contudo, isso me levou a encarar quase 450 páginas de um dos mais elogiados suspenses da atualidade, que acabou de estrear nos cinemas e tem feito milhares de pessoas se desmancharem em comentários perspicazes, inteligentes, e chamaram a autora de genial. Permissão para me incluir nesse grupo concedida? Não que eu vá esperar pela resposta.

Em Garota exemplar, conhecemos o casamento publicamente estável, particularmente fracassado, de Amy e Nick. No aniversário de cinco anos da união, a esposa desaparece e, como esperado, a principal suspeita recai sob o marido. Parece um livro simples, de uma sinopse comum e já batida a exaustão por seriados como CSI. Só que não é bem isso. Contudo, o que Garota exemplar é de verdade, eu temo não saber responder.

Dividido entre o ponto de vista de Nick sobre o que está acontecendo após o desaparecimento, e fragmentos do diário que Amy manteve durante os 7 anos que passou ao lado do namorado/marido, vamos conhecendo a realidade dos dois, o que realmente acontecia entre quatro paredes e o que levou ao suposto chá de sumiço de Amy. Por vezes são apresentados os mesmos fatos com versões diferentes de atitudes, e logo somos encobridos por uma névoa de mistério que torna impossível criar apenas uma dezena de teorias.

Garota exemplar é um misto de sensações. É um livro doentio e genial, que beira a esquisitice e se torna agonizante quando todos esses elementos de narrativa são misturados. A autora nos brinda com um exemplo perfeito para aqueles ditos populares de que "entre homem e mulher, ninguém mete a colher", e prova que, no fundo, seres humanos são incógnitas até para as pessoas que, supostamente, devem ser as mais próximas. 

O desaparecimento deixa de ser o ponto chave para dar espaço para o casamento. Diga o que quiser, mas, sem dúvidas, essa é a grande cartada de Flynn. Inverta o foco, crie suspense no feliz para sempre, reescreva o final que os romances insistem os nos afirmar serem possíveis por toda eternidade. Mais que isso, transforme esse livro em algo sobre pessoas, personalidades, alter egos, e quão destrutivo é um choque entre opostos. Não haveria suspense se a base de tudo, os personagens, não fossem bem fundamentados, e capazes de criar teias a respeito de si mesmos. Criar dúvidas, nuances, ganchos para reviravolta. Pronto, temos a humanidade no ponto de foco e, a partir disso, é delineado o suspense. Bingo.

Há psicopatia da forma mais pura e desmascarada sendo adicionada nessa mistura. Acredito que sociopatia também. Posso nem saber caracterizar com exatidão o que é uma pessoa sociopata, mas digo para você, tem isso em Garota exemplar também. É uma daquelas maravilhosas obras que mostram os deslizes e delírios da mente humana, uma essência assombrosa do que a gente prefere acreditar que não existe na rua ou na casa da frente. Para Amy e Nick, o casamento é uma bomba relógio, e não da forma explosões de amor que a gente vê pintado por aí. Definitivamente, não dessa forma.

Os capítulos de Nick servem para dar a visão geral, mas são as partes de Amy que fazem o especial do livro. Em seus diários? Senti seu medo, seu terror, suas suspeitas. Não senti simpatia (não gostei dela nem por um minuto, na verdade), mas fiquei aflita com a situação apresentada. E esse é mais um mérito de Flynn.

Só não é um livro 100% porque as coisas demoram a andar. A orelha promete, logo de cara, reviravoltas a todo segundo, e como não sou muito amiga do gênero, demorei a entender que esse logo de cara levaria um certo tempo para a história se estabilizar. Mas ok, começa. E é brilhante. Sadicamente brilhante. Estranhamente cativante. Perturbadoramente genial. Posso não ter muitos thrillers no meu histórico, mas Garota exemplar será, por muito tempo, o mais ridiculamente inteligente e estupidamente bem escrito que já frequentou a cabeceira da minha cama.

3 comentários:

  1. ual, que resenha eim!
    se eu já não estivesse curiosa para ler ou ver o filme, teria ficado neste exato momento!
    eu gosto deste tipo de gênero e tramas assim sempre me agradam, então, não posso deixar passar né?
    na verdade acho que até já demorei demais para começar a lê-lo ;~~

    ResponderExcluir
  2. Quero muito ver o filme, mas to sem coragem de pegar esse livro p ler antes. Como vc disse, tem cara de q demora p engrenar, enqt no filme as coisas geralmente são mais ágeis!!

    ResponderExcluir
  3. Nossa mãe de Deus, que resenha é essa menina?
    Você descreve tão bem as sensações e sentimentos que senti lendo o livro que foi como se eu o estivesse fazendo de novo :O
    Garota Exemplar é muito viciante e perturbador mesmo, acho que o seu destaque se deve a exatamente isso: não ser apenas um thriller, mas misturar o suspense com a problemática da humanidade, dos nossos defeitos, da loucura, do amor doentio que apenas faz o mal ao outro que amamos. Tudo isso alinhado a escrita maravilhosamente sutil e deliciosa da Gillian tornam o livro tão bom e bem recebido pela crítica.
    Gosto muito desse gênero, apesar de não ler tantos livros quanto gostaria. Mas depois de Garota Exemplar não vou perder mais a chance de ler nenhum, vai que acho uma preciosidade imensa igual essa?
    Resenha arrasadora <3
    Debora.
    Beijos ;D
    http://vanille-vie.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

E chegamos a parte maravilhosa em que vocês participam do blog comigo! Deixe sua opinião sobre o que leu/viu, só com alguns poréns:
- Comentários ofensivos à autora do blog ou outros comentaristas não serão aprovados.
- Comentários preconceituosos ou/e de caráter sexual não serão aprovados.
- Comentários anônimos não serão aprovados, a ferramenta só está ativada pela liberação de comentários com NOME+URL de pessoas não cadastradas no Google, etc.
- Comentários unicamente de divulgação não serão aprovados.
- As respostas serão feitas na página de comentários, em caso de mais urgência, utilize a ferramenta "Contato" na lateral.
Tirando essas pequenas regrinhas, fiquei a vontade! O espaço é de vocês :D Aliás, obrigada pelo comentário!