1 de set de 2014

Dexter: A mão esquerda de Deus — Jeff Lindsay

Dexter: A mão esquerda de Deus - Dexter #1
Autor: Jeff Lindsay
Editora: Planeta
ISBN: 9788576653455
Páginas: 272
Nota: 

“Assiste Dexter, Joana, você vai gostar até a metade!” é uma frase que eu escuto muito quando peço recomendação de seriado. Porém, Dexter é o tipo de série que não entra na minha watchlist: muito sangue. Só que a Joana que assiste séries é muito diferente da Joana que lê: logo, livros com muito sangue são mais que bem vindos na estante. Tipo o livro do Dexter. Gente, vocês tinham que ter me contado que era tão excelente assim antes!

Todo mundo já conhece a premissa básica: Dexter é um serial killer de seriais killers. Ele mata quem precisa ser morto. Seu outro emprego é como perito de polícia em Miami, investigando crimes ao lado da irmã, Deborah. É uma vida relativamente calma, virada de cabeça para baixo quando surge um novo assassino com características um tanto familiares...

Claro que é sanguinário e obviamente não é politicamente correto, porém Dexter é uma trama bastante original. Talvez hoje existam outros semelhantes, mas ele foi o primeiro no estilo, e ganha pontos por isso.

Sabe que é possível se afeiçoar por Dexter? Antes de conhecê-lo, eu tinha uma imagem muito negativa de sua personalidade assassina, porém se formos ver a fundo, ele não é tão condenável assim. Ele não deve ser transformado em vilão por acabar com a raça de um padre que matava criancinhas, sabe? Pode ir contra os direitos humanos, minha antiga professora de inglês provavelmente discutiria comigo, contudo, eu gostei de Dexter. Não é a melhor pessoa do mundo e não vai ganhar premio Nobel da paz, mas está, de seu jeito meio assombroso, contribuindo para um mundo menos pior. E está dando vida a um livro muito bom, o que é ainda melhor.

A narrativa de Lindsay é muito instigante. Ele não descreve cenas fortes ao ponto de nos deixar desconfortáveis, pelo contrário, inclusive; é até um tanto leve para o tema com que trabalha. O autor consegue desenvolver muito bem as relações do protagonista com os outros personagens, mostrando um lado humano que Dexter nega, com todas as forças, ter.


Eu gostei, de verdade verdadeira. Foi muito surpreendente, pois eu não imaginava que Dexter: A mão esquerda de Deus, fosse tão bom assim. É muito bem escrito, bem estruturado, com um ótimo desenvolvimento e suspense. Acredito que o personagem seria capaz de sustentar a trama sozinho, porém ao optar em incluir um plot principal, Lindsay mostrou que tem muito a ser explorado por aí. Eu já quero os próximos livros, que imagino eu, continuam nesse mesmo ritmo sensacional. 
Beijinhos ♥ 
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

E chegamos a parte maravilhosa em que vocês participam do blog comigo! Deixe sua opinião sobre o que leu/viu, só com alguns poréns:
- Comentários ofensivos à autora do blog ou outros comentaristas não serão aprovados.
- Comentários preconceituosos ou/e de caráter sexual não serão aprovados.
- Comentários anônimos não serão aprovados, a ferramenta só está ativada pela liberação de comentários com NOME+URL de pessoas não cadastradas no Google, etc.
- Comentários unicamente de divulgação não serão aprovados.
- As respostas serão feitas na página de comentários, em caso de mais urgência, utilize a ferramenta "Contato" na lateral.
Tirando essas pequenas regrinhas, fiquei a vontade! O espaço é de vocês :D Aliás, obrigada pelo comentário!