16 de jul de 2014

O maravilhoso agora — Tim Tharp

Autor: Tim Tharp
Editora: Record
ISBN: 9788501403902
Páginas: 320
Nota: 
Comprar

Desde que Shailene Woodley começou a dar as caras em todo santo filme que tem potencial para hypar, os outros títulos do seu currículo deram um up em conjunto. Todo mundo foi verificar os outros trabalho da Tris, da Hazel, da née Mary Jane que supostamente tinha se infiltrado no OTP Stonefield... Dentre os filmes mais recentes, estava The Spectecular Now. O vi em listas para ver nas férias, listas de filmes independentes, lista de filmes com Shailene. The Spectecular Now estava em todo canto. Agora, também, nas livrarias.

O cenário é o ensino médio. O protagonista é o cara popular. A mocinha é a nerd excluída de todas as festas. Parece clichê, não? É clichê. Sutter é um garoto despreocupado, que dá de ombros para seu futuro e está mais preocupado em conhecer novos drinques e sair com sua namorada gostosa. Até que a tal namorada gostosa termina com ele. Pronto, Sutter está solteiro - e me vê uma garrafa de vodka para esse menino afogar as mágoas. Logo ele conhece Aimee, uma garota extremamente tímida que carrega a família nas costas. Com projeto pessoal, Sutter decide mudar a vida de Aimee. Deixá-la mais divertida, mais descolada. Por favor, um refrigerante batizado enquanto ele faz isso.

Existe algo a mais em O maravilhoso agora. Espero que esse enredo de high school com profundidade seja mais do que uma onda literária passageira e renda mais títulos como esse, como Eleanor & Park, Perdão Leonard Peacock... Por mais que renda uma sinopse cercada de lugares comuns e um plot que pareça ser mais um makeover de colégio, o livro inteiro é cercado por uma atmosfera de "tem mais por aí". Ele não é tão animado, alegre e divertido quanto parece. Na verdade, você vai passar quase todo o desenvolvimento pensando que tem bomba vindo por aí. E criado teorias a respeito delas, obviamente.

Entretanto, sinto que o autor não soube dar o espaço suficiente que certos núcleos precisavam. Ou então não soube conduzi-los de uma forma que esse livro chegue a passar uma mensagem concreta. Eu não estava exagerando quando citei três vezes bebida alcoólica no resuminho. Sutter BEBE - com maiúsculas. Ai, Joana, adolescentes bebem, qual a neura? Verdade, adolescentes bebem. Vão numa festa e bebem. Saem com os amigos e bebem. MAS NÃO NO CAFÉ DA MANHÃ, VIU? Nem no meio da aula, no meio do dia, num segundo qualquer. Temos alguns personagens que vão para cima de Sutter com "hum, cara, você não acha que tá bebendo demais, não?", porém como o livro é em primeira pessoa, temos alguns pensamentos com desculpas esfarrapadas e pronto, fica por aí. Tim Tharp pode até ter seguido uma linha para esse plot, mas foi uma linha curta demais para a amplitude que poderia ter. E outros assuntos abordados no livro ficaram na mesma situação.

Desculpa, mas não consegui gostar de Aimee. Talvez foi porque eu já tinha uma imagem da Shailene na cabeça, mas sei lá... A garota é muito pacata, sabe? Eu entendo que ela possa ser absurdamente tímida de um jeito que sua personalidade inteira fica reprimida para esconder do mundo, mas existe uma diferença entre não querer dividir a opinião e deixar os outros dar uma opinião por você. "Ai, Sutter, você acha que eu devo fazer isso?", "Ai, Sutter, você acha que eu devo falar tal coisa?", "Ai, Sutter, obrigada por me dar uma garrafinha de bebida, melhor presente de formatura de todos!". Faltou uma boa dose de "vamos protagonizar esse livro, viu querida" para Aimee. O romance não me desceu. Sou muito mais a ex namorada de Sutter, que era realmente atrevida, pensava com a própria cabeça e fazia o que queria. Ela combinava com o garoto simplesmente por ser diferente dele e conviverem numa boa com tais divergências. 

Mas eu gostei do protagonista. Gostei mesmo. Sim, ele tem um problema grande com bebida, beira o irresponsável e é extremamente egoísta em algumas situações, mas poxa, pelo menos ele tinha capacidade de sustentar a própria história! Sutter tem personalidade o suficiente para desenvolver um livro inteiro sobre alguns meses da sua vida, o que é mais do que se pode dizer de Aimee. Ele é um bom protagonista, e talvez os méritos desse livro se vá por, no fundo, ele ser uma boa pessoa suprimida pelas necessidades gerais da sociedade e padronização do futuro correto. Me fiz entender? Ele não é perfeito, nem tenta, e funciona para um livro cuja proposta seria mostrar a experiência do ensino médio por olhos mais sinceros. Claro que com muita bebida, mas ainda assim. Quero ver como Hollywood lidou com isso (mentira, o filme não tem Hollywood no meio).

É um livro bom. Muito bom. Cheio de poréns, mas muito bom. O maravilhoso agora tem uma profundidade silenciosa que deixa para o leitor interpretar, e talvez tirar as próprias mensagens que o autor não quis escrever com todas as palavras. Tipo o final. Acho que vou ter que aguentar uma hora e meia de Shailene para ver se entendo o final. Contudo, tirando algumas coisas, ainda é um livro que eu recomendo. Desde que, claro, você não chegue esperando uma obra 100% logo de cara.
Beijinhos ♥ 

3 comentários:

  1. me senti uma burra agora. não sabia que o filme e o livro se tratavam da mesma trama --'
    ia assistir o filme esta semana, porque tá todo mundo comentando dele né... ainda bem que não vi! hahaha
    estou curiosa pela trama, mesmo com certas coisas me incomodando na trama...
    pretendo ler ele antes de ler o filme, e pretendo ler logo!!!!!

    ResponderExcluir
  2. Eu vi o filme, e queria saber: você viu o filme? É bem melhor o livro?
    Porque achei o filme tão parado.

    ResponderExcluir
  3. Oi, Debyh! Ainda não, eu quero ver mas não sei se vou ter paciência para a Shailene. Agora fiquei ainda menos empolgada :/ Bjs

    ResponderExcluir

E chegamos a parte maravilhosa em que vocês participam do blog comigo! Deixe sua opinião sobre o que leu/viu, só com alguns poréns:
- Comentários ofensivos à autora do blog ou outros comentaristas não serão aprovados.
- Comentários preconceituosos ou/e de caráter sexual não serão aprovados.
- Comentários anônimos não serão aprovados, a ferramenta só está ativada pela liberação de comentários com NOME+URL de pessoas não cadastradas no Google, etc.
- Comentários unicamente de divulgação não serão aprovados.
- As respostas serão feitas na página de comentários, em caso de mais urgência, utilize a ferramenta "Contato" na lateral.
Tirando essas pequenas regrinhas, fiquei a vontade! O espaço é de vocês :D Aliás, obrigada pelo comentário!