26 de jun de 2014

Sol e tormenta — Leigh Bardugo


Sol e tormenta - Grisha #2
Com spoillers dos anteriores
Autora: Leigh Bardugo
Editora: Gutemberg
ISBN: 9788582351468
Páginas: 368
Nota: 
Livros anteriores: Sombra e ossos
Comprar

Tem aqueles livros que você gosta, adora na verdade, mas esquece logo depois. A lembrança que fica foi de uma leitura ótima, alguns pontos aqui e ali, mas não sabe exatamente porque tal livro foi considerado assim tão bom. É o caso de Feita de fumaça e osso, Beautiful Creatures e a Trilogia Grisha. Eu nem lembrava porque queria ler Sol e Tormenta, apenas queria. Provavelmente também não vou lembrar porque quererei ler o terceiro, mas gente, que leitura maravilhosa!

Por mais que queira, Alina não consegue se distanciar da Dobra. Não importa quão longe esteja, o que está acontecendo a sua volta, ou que ela esteja com Maly ao seu lado, o passado vive a puxando. Ela não pode fugir do Darkling, aquela criatura inescrupulosa e sanguinária que a enganou e a beijou. Nesse segundo livro, ela sabe que precisa voltar à Ravka, que tem coisas a acertar e é a unica pessoa com capacidade para tal feito. Mesmo que isso vá contra ao que Maly acredita e o seu próprio bom senso.

Primeiro preciso citar que Darkling malvado ainda não me desceu. Ainda não acredito que ele seja das trevas, não acredito! Essa era a lembrança mais vivida que eu tinha do primeiro livro: havia o Darkling, ele era uma pessoa maravilhosa, porém secretamente era o vilão - CATABOOM. A maior missão de Leigh Bardugo nesse segundo livro era convencer a imagem de Darkling como figurão cruel. E, para dificultar, matar pessoas não é suficiente. A autora precisava pegar o personagem, sua cativante personalidade charmosa, e deixá-lo odioso. Acho que foi sabendo que eu deveria não gostar dele, acabei o amando mais ainda. POXA VIDA.

Porém Alina continua sendo uma protagonista maravilhosa. Ela é decidida, forte, corajosa e nem um pouco mimizenta. Ela sustenta a própria história e faz o que protagonistas devem fazer: arrasar, brilhar, tipo o Neymar contra Camarões, sabe? É incrível como uma personagem principal de fibra faz diferença para uma história - principalmente essa que mistura fantasia com política medieval ou sei lá o nome certo para isso. 

Como nesse livro Alina e Maly estão juntos, temos algumas doses do romance entre esses melhores amigos que se apoiam incondicionalmente. Já pode parar por aí! Tudo que Alina tem de segura de si, deixa para Maly ficar fazendo drama com baboseira romântica. É claro que ele tem algo especial, e como personagem unitário, acredito que Maly realmente dê certo, porém como melhor amigo barra namorado de Alina? Ham... Achei uma jogada incrível da autora de acrescentar um novo cara na parada, que lembra um pouco o charme de Darkling. Ele é príncipe, manipulador e egoísta. VEM CÁ, SEU LINDO ♥ 

Falta algo marcante em trilogia Grisha, e é só isso que tenho a reclamar dos livros como um todo. A protagonista é ótima, os personagens são sagazes, há um amadurecimento visível de personalidades durante o decorrer da narrativa, sem falar que a originalidade rola solta. É uma leitura instigante por demais, com reviravoltas, bons diálogos, e um ótimo equilíbrio entre tensão e tranquilidade. Bardugo ainda não me convenceu que é errado amar Darkling, mas isso deixamos para o último volume.
Beijinhos ♥ 
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

E chegamos a parte maravilhosa em que vocês participam do blog comigo! Deixe sua opinião sobre o que leu/viu, só com alguns poréns:
- Comentários ofensivos à autora do blog ou outros comentaristas não serão aprovados.
- Comentários preconceituosos ou/e de caráter sexual não serão aprovados.
- Comentários anônimos não serão aprovados, a ferramenta só está ativada pela liberação de comentários com NOME+URL de pessoas não cadastradas no Google, etc.
- Comentários unicamente de divulgação não serão aprovados.
- As respostas serão feitas na página de comentários, em caso de mais urgência, utilize a ferramenta "Contato" na lateral.
Tirando essas pequenas regrinhas, fiquei a vontade! O espaço é de vocês :D Aliás, obrigada pelo comentário!