7 de jun de 2014

Mar de rosas — Nora Roberts


Mar de rosas — Quarteto de noivas #2
Autora: Nora Roberts
Editora: Arqueiro
ISBN: 9788580412734
Páginas: 288
Nota: 
Livros anteriores: Álbum de casamento
Comprar

Gente, vocês fazem propaganda demais dessa mulher, hein. Nora Roberts é considerada a rainha do romance, tem mais 200 obras publicadas, milhões e milhões de livros circulando no mundo. As pessoas a amam e, quem não a conhece, quer amá-la. Contudo, esse fandom não está preparando o terreno para os recém chegados, que vêm com muita sede ao pote. É chato terminar o livro com o sentimento de "hum, é isso mesmo?". Mais uma vez, frustro as expectativas com Nora Roberts. 

Mar de rosas é o segundo volume do Quarteto de Noivas, e volta a focar nas amigas Parker, Emma, Laurel e Mac. Dessa vez a protagonista é nossa romântica florista, Emma, que sempre sonhou em dançar com o amor de sua vida a luz da lua. Do outro lado, temos Jack, melhor amigo do irmão de Parker, também arquiteto que frequentemente faz trabalhos para a Votos. Eles não são o que consideramos como o tipo de casal que combina para o romance, porém, as vezes, vale a pena arriscar a amizade. Principalmente quando estamos falando de alguém tão lindo e charmoso quanto Jack e tudo mais.

Eu tenho uma reclamação para fazer de Nora Roberts, e ela é bem pertinente para esses dois livros que já li. Mas, só dessa vez, vou focar em Emma. Doce Emma. A Emma que acredita em amor verdadeiro, na magia das flores, na luz da lua... A garota romântica, sabe? Existe um esteriótipo ao redor dela, e este é MUITO forte. Você pensa na personagem e tem essa ideia dela, naturalmente. Em alguns momentos, Nora reforça essa imagem, só que em outros foge, entende? Tipo muito. E acaba que eu simplesmente não consigo sentir força na personalidade da protagonista. Não vejo a estrutura, não consigo traçar características que me fariam conhecê-la a fundo e pensar "hum, isso é algo que Emma faria". Porque, veja bem, o que Emma faz, não é algo que Emma faria. Pelo menos, não a Emma romântica que foi pintada no inicio da conversa.

Não consigo montar uma concepção ousada de Emma. Não consigo vê-la como atrevida, como desligada, despreocupada, alguém que recebe dirty calls. O que a autora apresentou da personagem, a principio, foi uma garota que troca olhares e já sabe o nome dos três filhos e do labrador. Ela não parece ser o tipo de mulher que arrisca perder uma amizade de anos em prol de uma atração qualquer, nem de ter um caso monogâmico, porém sem compromisso (?). Emma é a pessoa apaixonada e o que conhecemos de Jack, é o exato contrário.

Seria então o plot guilty pleasure da garota quietinha que aos poucos conquista o namorador? Não, também não foi isso. É difícil explicar, mas esse tipo de romance, quando abordado na literatura, é cercado por uma aura de impossibilidades que frusta e prende o leitor ao mesmo tempo. Em Mar de rosas, simplesmente parece tão natural que eles se gostem, que Emma desista de sua ideologia romântica, que Jack concorde com monogamia, que perde a emoção. É o caso clássico de personalidade que diverge, mas ao invés de passar o livro trabalhando egos arredios até que concordem e *amor*, Nora dobra os dois, de cara. FEELS, onde?

Não é que eu não tenha gostado, é que faltou aquele arrebatamento. E, vamos e convenhamos, nós lemos romance para ser arrebatadas, senão qual o objetivo de tudo? E Mar de rosas é fofo, só que fica apenas por ai: fofo, meigo, doce, uhum. Nada de aimeusdeuses, cadê chão, cadê ar, já amo. É um livro muito tranquilo, um tanto sem força. Como rainha do romance, era óbvio que eu esperava muitas outras coisas de Nora Roberts, mesmo que não tenha tido uma primeira impressão muito significativa. As chances ficaram para a segunda. E agora estão com a terceira.
Beijinhos ♥

2 comentários:

  1. Em outras épocas eu era fã de carteirinha da Nora Roberts. Mas agora, não posso nais dizer o mesmo.
    Esse lance de romances em série, sei não ...

    ResponderExcluir
  2. li poucos romances da Nora, mas os que li gostie bastante! estou bem curiosa para ler esta série, pois acho tão divertida essas tramas baseadas em noivas :P
    que pena que ela não está te agradando tanto assim. pretendo ler a série logo, e espero não me decepcionar ;x

    ResponderExcluir

E chegamos a parte maravilhosa em que vocês participam do blog comigo! Deixe sua opinião sobre o que leu/viu, só com alguns poréns:
- Comentários ofensivos à autora do blog ou outros comentaristas não serão aprovados.
- Comentários preconceituosos ou/e de caráter sexual não serão aprovados.
- Comentários anônimos não serão aprovados, a ferramenta só está ativada pela liberação de comentários com NOME+URL de pessoas não cadastradas no Google, etc.
- Comentários unicamente de divulgação não serão aprovados.
- As respostas serão feitas na página de comentários, em caso de mais urgência, utilize a ferramenta "Contato" na lateral.
Tirando essas pequenas regrinhas, fiquei a vontade! O espaço é de vocês :D Aliás, obrigada pelo comentário!