10 de jun de 2014

A proposta — Katie Ashley


A proposta — A proposta #1
Autora: Katie Ashley
Editora: Pandorga
ISBN: 9788561784393
Páginas: 312
Nota: 
Comprar

Desde que tive uma experiência maravilhosa com a série Cretino irresistível, de Christina Lauren, eu me tornei mais aberta às histórias dos livros eróticos. Ainda não é como new adults que me agradam apenas por serem do gênero, mas eu já não pegava mais os livros com tantos pés atrás (como se eu tivesse mais de dois. Enfim). A proposta foi um título que teve uma propaganda bem positiva, várias pessoas que eu confio na opinião elogiaram, e tinha uma sinopse com abertura para ser um livro bem amorzinho e guilty pleasure. Será que vou voltar a ser ressabiada com o gênero?

O relógio biológico de Emma está tocando, e fica cada segundo mais distante o sonho de ser mãe. Já que o melhor amigo gay deu para trás na hora de doar o esperma, Emma está bem descrente da vida, do seu futuro e de que um dia vai ser amada por alguém. Do outro lado está Aidan, canalha da empresa, que nunca teve uma investida bem sucedida com a garota. Então ele descobre que ela quer alguém para dar um pouco de DNA para seu filho, e se oferece para o papel. No modo clássico, óbvio.

Podemos avançar um pouco no tempo? Porque a sinopse é bem clichê, previsível, e você já sabe onde isso vai dar. Não vamos fingir que é spoiller que os personagens desenvolvem sentimentos um pelo outro, ao longo do tempo, e de sexo casual passam para um casal. DÃ, você já abriu o livro sabendo que isso ia acontecer. PORÉM é nesse ponto que a autora se enrola, se perde e acaba surpreendendo. Se me permite, surpreende do modo mais negativo possível.

Você não tem material suficiente para conhecer Aidan a fundo. Na verdade, você tem muito pouco acesso a saber quem são, de verdade, os protagonistas desse livro. Como a narrativa é em terceira pessoa, não conhecemos a fundo os pensamentos dos personagens, suas personalidades e verdadeiros sentimentos. Fica vago, e se torna papel do leitor descobrir o que cada um sente pelo outro. E se formos analisar o longo histórico de como manda o figurino dos romances, é bem comum que a gente vá esperar o melhor dois dois. Principalmente de Aidan. Principalmente de Aidan. 

Já que Emma quer ser mãe, e o começo de qualquer relacionamento dos dois é puramente para que ela consiga realizar esse sonho, você imagina que, se eles devem ficar juntos no final da história, é para que Aidan suprima essa fama de cafajeste e se torne um pai de família. Katie Ashley, perdida em sua própria história, acabou deixando o personagem bem ambíguo. Se por um momento, ele é pintado como alguém que pode ser um bom pai, no outro já se torna uma criatura insuportável, chata e nada romântica. É nessas nuances do protagonista que o livro perde sua força. Se você não pode confiar no caráter de quem está contando a história que deveria deixar borboletas no seu estômago, como considerar um bom livro?

A autora me surpreendeu, os personagens me surpreenderam, mas não do modo que eu queria. Um romance clichê seria pedir demais? A proposta é uma leitura muito ágil, rápida e tranquila, então nem chega a pesar na sua agenda, mas essas características não são suficientes para sustentar a história. Infelizmente. A brecha para a continuação é grande, porém esse é um dos poucos livros que o gancho foi logo o que me afastou. De Katie Ashley, só quero ler sua nova série que está para ser lançada nos próximos dias no Brasil, pois esta aqui definitivamente não funcionou.
Beijinhos ♥

Um comentário:

  1. estou bem curiosa para ler este livro. a trama parece ser clichê, e tipica de filme da sessão da tarde hahahaha
    achei a capa um pouco exagerada, mas tudo bem...
    espero conseguir ler logo, e não me decepcionar ;~~

    ResponderExcluir

E chegamos a parte maravilhosa em que vocês participam do blog comigo! Deixe sua opinião sobre o que leu/viu, só com alguns poréns:
- Comentários ofensivos à autora do blog ou outros comentaristas não serão aprovados.
- Comentários preconceituosos ou/e de caráter sexual não serão aprovados.
- Comentários anônimos não serão aprovados, a ferramenta só está ativada pela liberação de comentários com NOME+URL de pessoas não cadastradas no Google, etc.
- Comentários unicamente de divulgação não serão aprovados.
- As respostas serão feitas na página de comentários, em caso de mais urgência, utilize a ferramenta "Contato" na lateral.
Tirando essas pequenas regrinhas, fiquei a vontade! O espaço é de vocês :D Aliás, obrigada pelo comentário!