28 de abr de 2014

Só depende de mim — M. Leighton

Só depende de mim — Bad boys #2
Com spoiller do anterior
Autora: M. Leighton
Editora: Record
ISBN: 9788501404497
Páginas: 272
Nota: 
Comprar

Aquele vício em ~ new adults ~ que não permite um raciocínio lógico na hora de puxar a próxima leitura de estante. Também não permite raciocínio lógico na hora de escolher os próximos títulos que vão entrar na estante. Parece que a label do gênero fala mais alto que qualquer sinopse, qualquer experiência prévia com a autora. A série Bad Boys, que começou um tanto conveniente, se me permite, é dessas que eu quero ler mesmo estando cheia de ressalvas. Alguém me apresenta controle, pois eu devo ter perdido no meio da minha estante bagunçada.

Conveniência. É essa a primeira palavra que surge na minha cabeça quando penso no desenrolar do primeiro volume de Bad Boys, Louca por você. Conveniência por facilitar a vida da protagonista, pelo truque na manga que dispensou Olivia de tomar uma decisão. É aquela coisa: se você está dividida entre dois gêmeos lindos, maravilhosos e especiais ao seu modo, você faz o que? a) Escolhe, b)Entra em parafuso e morre ou c) Descobre que eles são a mesma pessoa. C de correto, lembre.

Quando eu falo de Só depende de mim, por sua vez, o que penso é da boa ideia com má execução. E lá volta a conveniência. Mas primeiro vamos falar do enredo da vez: Olivia está muitíssimo feliz e realizada com Cash, porém com a sombra da mafia a sua volta. Parece que cada vez o cerco fecha mais e todo o segredo muito bem guardado por SETE anos, fica prestes a explodir de uma hora para outra. Eu sei, eu sei, liberdade poética. A autora precisava dar drama a sua narrativa, não? Ela tenta e continua tentando, pois mesmo não sendo brasileira, Leighton não desiste. E preciso ressaltar desde cedo que adoro a mafia, acho os amiguinhos russos pessoas inteligentes e sagazes e que rendem ótimos plots. Mafia num new adult? Ousadia e alegria, minha gente! Ou assim eu achava.

O que eu quis dizer com boa ideia e má execução é que nas mil possibilidades que a autora tinha para dar corda, ela resolveu apostar em ir empurrando tudo com a barriga (?). O romance deixa de ser problema quando Olivia descobre que só existe Cash no seu coração, e o caso da mafia não é aprofundada o suficiente para servir como ótimo enredo. É apenas um cadinho de mistério e intriga para não ser um livro apenas sobre sexo. BTW, isso se mantem desde o primeiro livro. New adult apenas por ter sido previamente avisado, pois na minha visão genérica, Bad Boys é puramente um livro erótico. A faculdade de Olivia não passa de um termo usado aqui e ali durante a história, e o relacionamento dos protagonistas é basicamente carnal. 

O lado positivo desse livro é a chegada de personagens novos, mais irreverentes e divertidos que nossos protagonistas. Destaque para Gavin, melhor amigo de Cash, que tem uma personalidade egocêntrica e maravilhosa que *corações*. Estou shippando ele e a melhor amiga pervertida de Olivia, Ginger, pois funcionaria. Tem também alguém chegando que é outra carta na manga de Leighton e pode se destacar na história e jogar essa trama para frente. Contudo, potencial tem. Usá-lo são outros quinhentos.

E como eu não tenho solução, não foi dessa vez que abandono Bad Boys de M. Leighton. Acaba que a série não é nem uma parcela do que eu imaginei que seria e/ou do que poderia ser, mas serve como rápido entretimento durante uma tarde de domingo. Não é exatamente "oh, que bem escrito", mas a narrativa tem fluência para seguir sem problemas. Vou ler o último volume? Sim, esta não é uma série que dá vontade de abandonar. Dizer que não é tão boa quanto podia não é sinônimo de ser ruim. Não é mesmo.
Beijinhos ♥ 

Um comentário:

  1. triste, muito triste. estava tão empolgada para comprar os livros dela, e mesmo não ter lido tantas resenhas deles estava com uma certa esperança, que acabaram de ir por terra...

    ResponderExcluir

E chegamos a parte maravilhosa em que vocês participam do blog comigo! Deixe sua opinião sobre o que leu/viu, só com alguns poréns:
- Comentários ofensivos à autora do blog ou outros comentaristas não serão aprovados.
- Comentários preconceituosos ou/e de caráter sexual não serão aprovados.
- Comentários anônimos não serão aprovados, a ferramenta só está ativada pela liberação de comentários com NOME+URL de pessoas não cadastradas no Google, etc.
- Comentários unicamente de divulgação não serão aprovados.
- As respostas serão feitas na página de comentários, em caso de mais urgência, utilize a ferramenta "Contato" na lateral.
Tirando essas pequenas regrinhas, fiquei a vontade! O espaço é de vocês :D Aliás, obrigada pelo comentário!