17 de mar de 2014

Tentação sem limites — Abbi Glines

Tentação sem limites - Too Far #2
É recomendável você ter lido o anterior antes desta resenha, mas tá tranquilo
Autora: Abbi Glines
Editora: Arqueiro
ISBN: 9788580412451
Páginas: 194
Nota: 
Anteriores: Paixão sem limites
Comprar

Se uma coisa não tem limites, é meu vício em New Adults. Quanto mais mexicano, melhor - mesmo se passando nos EUA, na Inglaterra ou na Arábia Saudita. Então se você acompanha o blog, já deve saber que eu tenho uma queda pelos livros da Abbi Glines. São todos parecidos, são todos excessivamente dramáticos (sem nem ter um drama conciso por trás), mas eu leio antes mesmo de serem traduzidos - o que, com continuações, só faço em casos muito especiais. Quiçá, leio dois até no mesmo dia. Never too far, traduzido no Brasil para Tentação sem limites, eu li no exato mesmo dia que comecei e terminei Paixão sem limites. Se existe um grupo de apoio, eu preciso ser incluída.


Todo mundo que leu Paixão sem limites sabe que o final do livro é tudo, menos necessário. Muito a cara de Abbi fazer isso. Precisava largar uma bomba daquelas e terminar a história com nem 200 páginas? Não, não precisava. Mas ela fez, dividiu sua dramalhão em três pequenos livros e, de certa forma, somos obrigados a continuar nessa vida de seus leitores fiéis. Tentação sem limites começa sem avanços na trama, passaram apenas algumas semanas desde que Rush e Blaire estão separados e está rolando uma competição silenciosa de quem é o mais miserável. Os dois se amam, estão enlouquecidamente apaixonados, mas o passado é um problema que Blaire não quer passar por cima. Mesmo quando volta para Rosemary Beach para dividir apartamento com Bethy.

Eu pensei no melhor modo de fazer isso e decidi por enumerar os defeitos: 1. É forçado até a barra entortar (prometi que só escreveria isso uma vez, mas pode repetir quantas achar necessário pois sempre será verdade); 2. Rush lambe o chão pelo qual Blaire caminha e isso é um pouquinho obsessivo, amigo; 3. Existe uma inovação tecnológica bem comum (desde 1988, segundo o Google) que os personagens - principalmente Blaire - ignoram; 4. As cenas de sexo são muito semelhantes a livros de banca; 5. Principalmente no quesito de tradução, que ficou bem vulgar. 

Mas ainda assim, Abbi Glines sabe escrever um livro que dá vontade de ler. É sua especialidade nesta vida. O romance entre Rush e Blaire é cheio de complicações, mas o casal simplesmente funciona. Depois daquele começo tão vai-não-vai que teve no livro anterior, você quer vê-los juntos, eles já provaram que se sustentam como protagonistas - desde que não estejam fazendo mimimi por conta da separação. 

Diferente do primeiro livro, em Tentação sem limites a autora dividiu o foco de narrativa para os dois personagens, e então temos os pensamentos de Rush além dos de Blaire. É por aí que dá para ver o quão desesperado ele está com a falta da garota, e se torna um protagonista bem mais compreensível. Sim, ele continua obcecado, mas rola. Foi melhor assim, entendendo seus sentimentos, do que apenas ver Blaire queixosa da insistência dele por alguns momentos sozinhos.

Desculpa, mas eu adoro! Tentação sem limites pode ter todos esses defeitos anteriores, ter um final pra lá de corrido, ser curto demais, porém ainda é um NA com todas as características incríveis do gênero. A escrita de Abbi é viciante, o casal transpira química e, a seu modo, é um livro muito romântico. Ele também poderia ser o final da série se a autora tivesse colocado com um prólogo satisfatório, mas como não, ainda tem Forever too far (aposto em Amor sem limites) para se despedir dos personagens. Sem falar nos inúmeros spin offs, como Twisted Perfection, que será lançado no Brasil em abril. Só pra adiantar: é tão bom quanto!
Beijinhos ♥

2 comentários:

  1. também estou necessitada de um grupo de apoio para viciados em Abbi, e se for para viciados em New Adults, é disso mesmo que eu preciso!
    apesar de ser uma história repleta de clichês e dramas sem fundamentos, faço farreduras pela net atras de livros neste estilo, e fico aqui fazendo novena e pagando promessas para que mais livros da Abbi cheguem ao Brasil logo!
    concordo com você, o Rush é meio obsessivo demais em fazer tudo pela Blaire, e nesse segundo livro ele leva as coisas para o extremo!
    não achei Teisted Perfection em qualidade boa para ler, mas estou surtando querendo mais Abbi na minha vida.
    ela precisa lançar mais livros logo, porque meu deus, eu quero! hahahaha
    acho que você precisa indicar mais livros neste estilo para nós. pode fazer uma lista quilométrica, porque eu não me importo não. também ADORO! hahahaha

    ResponderExcluir
  2. Eu amei ter a visão de Rush nesse livro, fiquei com um apertinho no coração por tudo o que eles passaram, o sofrimento de ambos, mas ainda bem que a tia Abbi resolveu isso em poucos capítulos.
    Eu também estou viciada na Abbi e foi justamente por causa disso que resolvi ler The Vincent Boys e... Não é tão quente assim, quer dizer, é morno quase frio. O enredo é ótimo, mas depois de ter lido Sem Limites esperava algo nesse estilo sabe? A única cena de sexo nem é descrita e no capítulo seguinte você fica meio: "Aconteceu? Não aconteceu?". Eu me decepcionei um pouquinho com a Abbi por causa disso e principalmente porque vi que nas outras séries que ela tem também segue isso, apenas Sem Limites que realmente tem as cenas descritas =/

    Blog: http://worldbehindmywall.fanzoom.net/
    Twitter: https://twitter.com/Blog_WBMW

    ResponderExcluir

E chegamos a parte maravilhosa em que vocês participam do blog comigo! Deixe sua opinião sobre o que leu/viu, só com alguns poréns:
- Comentários ofensivos à autora do blog ou outros comentaristas não serão aprovados.
- Comentários preconceituosos ou/e de caráter sexual não serão aprovados.
- Comentários anônimos não serão aprovados, a ferramenta só está ativada pela liberação de comentários com NOME+URL de pessoas não cadastradas no Google, etc.
- Comentários unicamente de divulgação não serão aprovados.
- As respostas serão feitas na página de comentários, em caso de mais urgência, utilize a ferramenta "Contato" na lateral.
Tirando essas pequenas regrinhas, fiquei a vontade! O espaço é de vocês :D Aliás, obrigada pelo comentário!