3 de fev de 2014

Tentação ao por do sol — Lisa Kleypas

Tentação ao por do sol — Os Hathaways #3
Autora: Lisa Kleypas
Editora: Arqueiro
ISBN: 9788580412345
Páginas: 272
Nota: 
Anteriores: Desejo à meia noite, Sedução ao amanhecer
Comprar

Desde que eu virei fã de romances históricos, certos autores começaram a ter privilégios na pilha. Entre os primeiros da lista de queridinhos, está Lisa Kleypas, autora da série Os Hathaways, que me conquistou tão absolutamente nos seus dois primeiros livros. E você já sabe o peso que estar perto do topo da tal lista carrega: expectativa, certeza que não vai se decepcionar, que vai encontrar tudo no mesmo nível de amor e todas essas coisas que, se sair um pouquinho da linha esperada, deixam o leitor frustrado. Posso dizer que em seu terceiro volume, Lisa me deixou ~ um pouquinho ~ frustrada?


A irmã Hathaway a desencalhar da vez é Poppy, a mais sociável e comum da família. Em sua temporada em Londres, ela se apaixona por Michael Bayning, um garoto meigo herdeiro do título de Visconde que parece corresponder aos seus sentimentos... Se não fosse pelo pai, que não quer um membro de uma família tão exótica quanto os Hathaway como nora. Isso seria suficiente para destruir o coração (e a reputação) da pobre menina Poppy, se não fosse por Sr. Rutledge, dono do hotel em que a família está hospedada, que parece nutrir uma estranha "simpatia" pela garota. 

Preciso dizer que Tentação ao por do sol teve um começo ótimo. Revemos Poppy, conhecemos seu sentimento por Michael e o primeiro encontro com Sr. Rutledge (Harry, daqui por diante). De cara, era palpável a química entre os dois, o modo como ele a seduzia e ela não conseguia não corar, mesmo planejando se casar com outro. Mas foi entre ser abandonada por Michael e as investidas cada vez menos sutis de Harry que a história se perdeu. Se recuperou depois, mas por páginas afim, Lisa perdeu a mão.

Se tem uma coisa que não gosto em romances históricos é um casamento apressado. Vários autores usam dessa artimanha para juntar seu casal, e uma boa parcela deles fazem isso antes mesmo de criar um vínculos sentimental entre os personagens. Encaixe Lisa nesse grupo. Pelo motivo óbvio da reputação, Poppy se vê obrigada a casar com Harry, gostando de outro, não confiando no marido, nem um pouco a fim de trocar o campo pela cidade grande. Mas ela casa e, por bastante tempo, a química inicial do casal some. Harry, que nunca prometeu ser uma boa pessoa antes mesmo de casar, não se torna romântico ou atencioso. Era difícil lembrar que ele ainda era o herói de um livro do gênero, por mais que negasse isso.

Portanto, entre meados da página 50 e pouco antes da 200, Tentação ao por do sol se tornou um livro massante demais para o gênero. Nem fagulhas, Poppy e Harry trocavam. Eles pareciam um casal obrigado a dividir um apartamento sem paciência nem para desenvolver um diálogo na mesa de jantar. Poppy ficava ressentida por estar presa a essa vida e, por vezes, Harry se mostrava um marido autoritário e rabugento, muito diferente dos outros protagonistas que Lisa tinha colocado na nossa estante anteriormente. Contudo, quando a autora coloca a história nos trilhos novamente, é aquela coisa linda de sempre. Até lá, nem tanto.

Arrisco dizer que Tentação ao por do sol é o volume mais fraquinho d'Os Hathaways até agora, mesmo tendo recuperado de seus defeitos antes do final. Ainda é um bom romance com tiradas engraçadas e uma pegada hot, mas nem de longe tão brega, romântico e bonitinho quanto os anteriores. Poppy e Harry tem seus momentos, e a autora conseguiu sustentar um fio de suspense que preencheu 20 páginas para não acabar muito rápido. Não entra pros favoritos, mas foi uma ótima leitura por dois dias.
Beijinhos ♥

5 comentários:

  1. Gosto muito de romances históricos, mas apesar dos comentários positivos ainda não comecei essa série, é uma pena saber que esse volume não é tão bom quanto os outros, mas ainda assim vou querer ler, até porque se a estória se recupera no final...
    Beijos!
    http://sobrelivrosesonhos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. ainda não li nenhum dos livros da autora, mas quero muito!
    pelas resenhas que vi, este foi o que menos me interessou =/
    parece não ser tão bom mesmo...

    ResponderExcluir
  3. Oi Jo, estou lendo Tentação ao Pôr do Sol e estou achando bem isso que você falou. Acho que a autora errou a mãe e feio, mesmo o primeiro livro da Amelia e Cam, que para mim era um dos históricos que menos gosto, se tornou melhor que este.

    Beijinhos
    www.booksandmovies.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Nossa! Amo romances históricos! Esse parece ser muito bom, vou com certeza colocar na minha lista de leitura :D Adorei a capa, é tão linda *-*

    http://mundodaelizabeth.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Já li várias resenhas sobre este livro e a cada um deles eu adoro ainda mais a Poppy, ainda mais por ela mostrar sua inteligência, o que naquela época era algo complicado já que isso intimidava os homens, se bem que até hoje em dia mulheres muito inteligente deixam os homens com um pé atrás.
    O livro parece ser bem interessante estou loucamente apaixonada por ele, amo livros de época, não vejo a hora de poder lê-lo.

    http://worldbehindmywall.fanzoom.net/

    ResponderExcluir

E chegamos a parte maravilhosa em que vocês participam do blog comigo! Deixe sua opinião sobre o que leu/viu, só com alguns poréns:
- Comentários ofensivos à autora do blog ou outros comentaristas não serão aprovados.
- Comentários preconceituosos ou/e de caráter sexual não serão aprovados.
- Comentários anônimos não serão aprovados, a ferramenta só está ativada pela liberação de comentários com NOME+URL de pessoas não cadastradas no Google, etc.
- Comentários unicamente de divulgação não serão aprovados.
- As respostas serão feitas na página de comentários, em caso de mais urgência, utilize a ferramenta "Contato" na lateral.
Tirando essas pequenas regrinhas, fiquei a vontade! O espaço é de vocês :D Aliás, obrigada pelo comentário!