26 de fev de 2014

Seis coisas impossíveis por Fiona Wood

Autora: Fiona Wood
Editora: Novo Conceito
ISBN: 9788581633251
Páginas: 272
Nota: 
Comprar

Listas. Quem não gosta de listas? Elas são tão maravilhosas que têm cadernos especiais em sua homenagem, e até uma rede social especialíssimas para tais. Quem não faz listas? Dan, o protagonista de Seis coisas impossíveis, é viciado nelas. Tão viciado que o livro inteiro parte da enumeração de seis itens que precisa pôr (ou tentar pôr) em prática na sua vida. Uma duzia que itens que, bem, estão longe de serem dados como fáceis. Muito pelo contrário.

Sabe quando, de repente, tudo ao seu redor desmorona e você não tem tempo de entender tamanho choque de realidade? Dan, definitivamente, sabe. Num dia estava tudo bem, no outro o pai declarou falência, assumiu homossexualidade e deixou a família. Sem dinheiro, ele e sua mãe mudam para a casa de uma tia avó que receberam de herança, um imóvel histórico e que está caindo os pedaços. O lado bom disso — se é que tem um lado bom — é que na casa ao lado, mora Estelle, a garota mais incrível que ele já viu na vida. O problema é que ela nem sabe que ele existe. Então vem a primeira coisa de sua lista de impossibilidades: beijá-la. Depois arrumar um emprego, dar uma animada na mãe, tentar não ser um nerd completo, falar com o pai quando ele telefona e descobrir como ser ~ bom ~. 

Seis coisas impossíveis tem todo jeitinho de livro meigo e apenas isso. Dan é carismático e você torce por ele, mas não é o tipo de história que conquista, tira o ar e faz você ler até o fim porque não aguenta de curiosidade. Passatempo, sabe? As coisas vão fluindo, você vai lendo, mas nada de tão especial assim. Você já teve a impressão de ler 100 páginas, ver 1001 coisas acontecerem, mas de significativo não teve nada? O livro só toma forma e ganha um plot mais consistente depois de 150 páginas, quiçá mais.

Fiona tem uma linguagem muito fácil e simples, divertida sem ser exatamente engraçada. A característica mais presente ainda é o carisma do personagem principal, seu olhar singular sobre o mundo e todas as situações extenuantes que foi submetido de uma hora para outra. Mais do que uma história sobre o garoto que se apaixona pela vizinha,  Seis coisas impossíveis fala sobre um menino que precisou mudar de uma hora para outra porque o mundo ao seu redor não pôde esperar. Eu gostei do livro por ser leve e breve, entretanto ainda não é aquele título que todo mundo precisa ler por ser incrivelmente maravilhoso. Apenas bom, e então você decide se quer algo "apenas bom" na pilha.
Beijinhos ♥

Um comentário:

  1. O livro parece interessante, mas não fiquei com muita vontade de ler... Com certeza se eu tivesse ele na estante acabaria sendo uns dos últimos na minha lista de leitura.

    ResponderExcluir

E chegamos a parte maravilhosa em que vocês participam do blog comigo! Deixe sua opinião sobre o que leu/viu, só com alguns poréns:
- Comentários ofensivos à autora do blog ou outros comentaristas não serão aprovados.
- Comentários preconceituosos ou/e de caráter sexual não serão aprovados.
- Comentários anônimos não serão aprovados, a ferramenta só está ativada pela liberação de comentários com NOME+URL de pessoas não cadastradas no Google, etc.
- Comentários unicamente de divulgação não serão aprovados.
- As respostas serão feitas na página de comentários, em caso de mais urgência, utilize a ferramenta "Contato" na lateral.
Tirando essas pequenas regrinhas, fiquei a vontade! O espaço é de vocês :D Aliás, obrigada pelo comentário!