12 de fev de 2014

A Lua de Mel — Sophie Kinsella

Autora: Sophie Kinsella
Editora: Record
ISBN: 9788501404572
Páginas: 496
Nota: 
Comprar

Quero começar essa resenha me desculpando com essa autora sensacional. Eu admito, com muito pesar no coração, que duvidei da capacidade genial de Sophie Kinsella e comecei A lua de mel, seu mais recente lançamento, com um pé atrás. Logo ela, que nunca - em mais de 10 livros - me decepcionou ao escrever sob pseudônimo. Mas nesse livro eu estava duvidosa. Como se tivesse motivos para isso...


Na verdade, eu tinha. Diferente de todos os outros títulos da autora, A lua de mel divide pontos de vista na narrativa. A lua de mel parte do ponto em que Lottie está certa que será pedida em casamento pelo namorado de anos e acaba se decepcionando pela "grande pergunta" dele ser sobre milhas aéreas. Sem esperança na vida e louca para estar casada, ela aceita o pedido de casamento do antigo namorado, Ben, que a procura depois de 15 anos e diz ainda a amar. Mas é claro que essa é uma decisão precipitada e errada, o problema é que Lottie - ou Ben - não consegue enxergar. É aí que entra Fliss, a irmã mais velha e protetora, que vai fazer de tudo para evitar esse matrimônio apressado e um possível futuro divórcio desgastante.

Muito se critica chick lits por usarem de esteriótipos: garota solteira que precisa casar desesperadamente pois o tic toc do relógio biológico está audível, ou então a recém divorciada amargurada que levanta a placa anti-casamento. E Sophie Kinsella quase sempre escapou das críticas por não escrever sobre essas personagens, mudar um pouco o clichê que cerca o gênero. Contudo, dessa vez ela se jogou e uniu as duas personagens num único livro, intercalando os capítulos para mostrar ao mundo que sim, ela consegue escrever sobre a solteira desesperada e a divorciada amargurada e ainda ser uma linda e incrível como em qualquer outro livro que já assinou. Essa mulher não é genial?

Não pense você que por ter quase 500 páginas, a história vai se perdendo. Sophie já provou seu mérito em escrever histórias longas e não deixar uma palavra ser desnecessária. Não daria para ser um livro pequeno e contar toda a história. São muitos detalhes imprescindíveis, do pedido de casamento que não saiu da imaginação de Lottie, até os acontecimentos do divórcio de Fliss e seu marido cretino que não cuida do filho não quando são seus dias. Cada capítulo que parece não acrescentar nada para o enredo reforça a personalidade das protagonistas, faz a gente criar simpatia pelas garotas. Claro que Fliss é a grande favorita, com sua determinação, inteligencia e mente diabólica, mas Lottie também tem seus momentos de inesperada esperteza. E as duas são engraçadas. Ah, como são.

É claro que a rainha do chick lit escreveria um livro digno de sua competência! A Lua de Mel pode ser o mais diferente dos livros da autora, mas é tão bom quanto qualquer outro (mentira, não tanto quanto Fiquei com seu número e Segredo de Emma Corrigan, mas ainda assim excelente). As personagens são divertidas, a narrativa é fluida, o romance é muito lindinho - embora não se torne o ponto principal da história. Para quem curte chick lit, esse livro é um prato tão cheio quanto qualquer outra obra de Sophie. Quem não gosta, que tal dar uma chance? Gargalhar você vai!
Beijinhos ♥ 

11 comentários:

  1. tenho vergonha em dizer que nunca li nenhum livro da Sophie ;$
    mas sério, adoro este gênero e todos os livros dela me deixam curiosa!
    espero começar a ler os livros dela por este ai, que parece ser muito divertido, e a Lottie parece ser bem fora da casinha kkkkkk

    ResponderExcluir
  2. Esse é um dos livros que está na lista de desejados, com certeza. Já li duas obras da Sophie e divertir horrores, principalmente com Menina de Vinte. A narrativa da Sophie é engraçada, fluida e tranquila, e as cenas que as protagonistas passam são hilárias. Só ouço comentários positivos acerca desse livro. Pretendo ler em breve!

    Beijos,
    Lucas
    ondeviveafantasia.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Oi, td certo?

    Eu adoro chick-lits e seus clichês, esse tá na lista também. Ouvi dizer, e você confirmou na resenha, que é muito bom! ;)

    Bjs
    http://www.arrastandoasalpargatas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Eu sinceramente amo clichês, mas claro que ele deve ter aquele toque do autor, eu realmente não me importo de ler livros assim se ele for bem escrito e me deixei presa por isto eu não jugo um livro pela sinopse, mas claro que se eu for ler uma resenha falando negativamente dele eu irei começar com um pé atrás, mas somente isto e somente se forem várias resenhas negativas.
    Eu nunca li qualquer livro da Sophie Kinsella então não posso dizer o que acho ou deixo de achar da forma a qual ela elabora suas histórias, mas depois da sua resenha vou ver se consigo ajustar minha lista de livros para ler e tentar incluir este, ele me parece ser bem interessante.

    http://worldbehindmywall.fanzoom.net/

    ResponderExcluir
  5. Não sei vcs, mas eu quando leio Sophie já to gargalhando logo na primeira página. Já li quase todos, faltando somente Lua de Mel e a coleção Becky Bloom... quem ainda não leu Sophie Kinsela tá perdendo ;)

    ResponderExcluir
  6. Adoro os livros da Sophie Kinsella e esse é muito divertido, amei

    ResponderExcluir
  7. Os livros da Sophie Kinsella são outro nível, né?!?! Arrisco a dizer que ela é a melhor aura do gênero na atualidade. Tanto é que ela fugiu um pouco de sua estrutura normal, e conseguiu escrever tão bem quanto os outros. Acho que deve ser muito divertido mesmo. Mais um da autora que pretendo ler em breve.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  8. Eu amo tudo o que a Sophie escreve..então, está na minha lista de livros desejados desesperadamente..srsr

    Eu adorei sua resenha..., super bem elaborada e nos fez ter um gostinho da história... Depois de lê-la, fiquei mais louca pra ter o livro e devorá-lo..

    bjs e parabéns pelo blog

    ResponderExcluir
  9. Nunca li nenhum livro da Sophie, mas estou louca para começar, gostei da resenha (perfeita como sempre), amei a sua opinião sobre os chick-lits da autora, me deixou com mais curiosidade ainda para ler algum livro dela.
    Beijinhos!

    ResponderExcluir
  10. MInha autora favoritaa, amo todos os livros dela,acho que não tem como se decepcionar com ela, e amo casamentos que se casam sem amor e vai desenvolvendo ♥

    ResponderExcluir
  11. Adoro livros grandes e esse parece ser muito divertido. Nunca tive contato com as obras da Sophie Kinsella mas tenho muita vontade. A capa também está muito linda!

    ResponderExcluir

E chegamos a parte maravilhosa em que vocês participam do blog comigo! Deixe sua opinião sobre o que leu/viu, só com alguns poréns:
- Comentários ofensivos à autora do blog ou outros comentaristas não serão aprovados.
- Comentários preconceituosos ou/e de caráter sexual não serão aprovados.
- Comentários anônimos não serão aprovados, a ferramenta só está ativada pela liberação de comentários com NOME+URL de pessoas não cadastradas no Google, etc.
- Comentários unicamente de divulgação não serão aprovados.
- As respostas serão feitas na página de comentários, em caso de mais urgência, utilize a ferramenta "Contato" na lateral.
Tirando essas pequenas regrinhas, fiquei a vontade! O espaço é de vocês :D Aliás, obrigada pelo comentário!