1 de nov de 2013

O recruta por Robert Muchamore

Cherub #1
Autor: Robert Muchamore
Editora: Fundamento
ISBN: 9788576769408
Páginas: 296
Nota: 
Comprar

Eu tenho uma faixa etária favorita quando se trata dos títulos que leio, mas isso nunca foi impedimento na hora de pegar uma história que chamasse minha atenção. E também existem certos plots que atraem apenas se estiverem classificados para aquele público, com personagens naquela idade. Não gosto de livros policiais, nem leio sobre espionagem, mas quando a agência é composta com adolescentes? Er, passa logo pra cá!

Como praticamente todo primeiro volume de série, O recruta é muito, muito introdutório. De inicio, somos apresentados à James, sua personalidade forte e encrenqueira. Com 11-quase-12 anos, ele vive se metendo em problemas no colégio, e as confusões parecem o seguir. Mas tudo isso chega ao ápice quando sua mãe morre no mesmo dia que é expulso da escola. Jogado numa instituição de órfãos, James decide não refrear mais sua raiva e abraçar as rebeldias da vida, e toda essa determinação em sair de uma encrenca para outra chama atenção de muita gente, inclusive do governo.

Mesmo tendo uma ideia ótima, O recruta prometeu demais para começo de série. Considerando que não tem nem 300 páginas e precisava apresentar personagens e todo um setor de espionagem do governo britânico, o autor enrolou demais nas primeiras quase duzentas páginas, só mostrando o dia a dia de James e sua chegada no orfanato. O começo é muito cansativo, dá vontade de pular ou desistir, pois não existe objetivo em sair do lugar pra ficar dando voltas e mais voltas, sem chegar onde realmente interessa: o centro de espionagem. É mandar o personagem para uma missão que faria a história fluir e se tornar incrível, o que realmente faz, mas até chegar lá precisa remar e remar mais um pouco.

Mas se Muchamore não quis apressar as coisas, pelo menos ele deu seu máximo para que não ficasse tão maçante essa introdução toda. É por esse motivo que a narrativa é rápida, fruto dos muitos diálogos. O autor soube como fazer o leitor permanecer fiel à leitura, mesmo que os acontecimentos não dessem grande encorajamento. Nessa parte também vale destacar as conversas de James e sua irmã mais nova, Lauren, uma legítima figura! As tiradas da pequena são definitivamente o ponto alto.

James tem quase 12 anos, o que podemos exigir dele, afinal de contas? Você sabe, ele está n'A Fase. Claro que ele tem atitudes irritantes e birrentas, mas quando realmente interessava, ele parecia bem mais velho que sua verdadeira idade. O protagonista fica na corda bamba entre ser uma criança imatura e uma criança com habilidades de ~gente grande~, e esse bambeamento todo acaba passando bastante credibilidade. É legal acompanhar seu amadurecimento, mesmo que cheio de falhas.

Li O Recruta mais para tirar a curiosidade depois de tantos elogios para Muchamore, e minhas expectativas foram consideravelmente correspondidas... Uma pena que só pro final. Esse é um livro divertido, engraçado e cheio de ação, mas apenas se você tiver paciência de aguentar páginas e páginas de apresentação de pessoas e cenários. Em seu meio, a série Cherub é bastante ousada e original, o que levanta o interesse para as continuações. Se o autor continuar do ponto em que parou, essa série vale ler antes mesmo de repassar para seu irmão mais novo.
Beijinhos ♥

3 comentários:

  1. dificilmente eu abandono um livro quando ele não está legal ou se está sendo enrolado demais... mas este, acho que se eu começasse a ler e sentisse essa enrolação toda ai, ia abandonar mesmo... sem dó!
    não é um tema que me agrade muito também... isso influenciaria também hahaha

    ResponderExcluir
  2. Não achei o livro lá muito interessante. Não gostei muito do tema e de toda enrolação no começo! Não posso dizer que leria mas se eu o fizesse, seria num futuro bem distante!

    http://alguns-livros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Não sei se leria este livro. Ele não foi capas de despertar minha curiosidade e nem meu interesse. Quem sabe mais pra frente, eu pense em ler. Beijos.

    ResponderExcluir

E chegamos a parte maravilhosa em que vocês participam do blog comigo! Deixe sua opinião sobre o que leu/viu, só com alguns poréns:
- Comentários ofensivos à autora do blog ou outros comentaristas não serão aprovados.
- Comentários preconceituosos ou/e de caráter sexual não serão aprovados.
- Comentários anônimos não serão aprovados, a ferramenta só está ativada pela liberação de comentários com NOME+URL de pessoas não cadastradas no Google, etc.
- Comentários unicamente de divulgação não serão aprovados.
- As respostas serão feitas na página de comentários, em caso de mais urgência, utilize a ferramenta "Contato" na lateral.
Tirando essas pequenas regrinhas, fiquei a vontade! O espaço é de vocês :D Aliás, obrigada pelo comentário!