7 de nov de 2013

Já assistiu Go On... Digo, The Crazy Ones?

Se você acompanha o blog a certo tempo, deve lembrar que já listei os episódios pilotos que mais gostei na história da vida (aqui). Então se hoje tivesse uma ~nova versão~ desse post, eu adicionaria The Crazy Ones à lista. A nova sitcom da CBS tem tudo para conquistar logo no primeiro episódio, que atinge um nível tão alto que não tem como se destacar entre tantas estreias da fall season. Piloto bom, expectativas altas, elenco de peso e conhecido por outros carnavais... Parece uma aposta certeira, né? Go On também parecia
O cenário principal do seriado é a grande agência publicitária Roberts & Roberts, encabeçada por Simon Roberts e sua filha, Sidney. Enquanto o pai é um gênio imprevisível e consideravelmente maluco, Sidney é a responsabilidade em pessoa: organizada, centrada, sempre correndo para arrumar as bagunças deixadas por Simon. Os pequenos arcos do episódio são em torno das campanhas inovadoras e divertidas que eles precisam fazer num prazo mínimo para seus muitos clientes, e é a partir daí que tudo se desenrola.
Sem dúvida, o ponto alto de The Crazy Ones foi seu elenco principal. Robin Willians tem mais trabalhos no cinema e televisão do que anos que Silvio Santos tem de vida, e Sarah Michelle Gellar ainda está na busca do seriado que vai colocá-la tão na mídia como foi com Buffy. Juntando os dois nomes principais, eles só precisavam de um golpe de sorte (a.k.a. piloto bom) para entrar na grade. E assim foi. Numa história maravilhosa com direito à McDonald's, Kelly Clarkson e um dos jingles mais engraçados de todos os tempos, The Crazy Ones foi aprovada e conquistou espectadores por certo tempo. A questão é: com um piloto maravilhoso, a expectativa pro restante da temporada é alta, e eles precisam superar o que já pareceu sensacional. Isso lembra algum outro nome da temporada? Pois então.

Go On começou bem. Um series premiere pra lá de excelente, Matthew Perry como protagonista, uma comédia da CBS cheia de potencial. Na metade da temporada já não tinha mais graça e foi cancelada sem pensar duas vezes. As semelhanças são grandes. Por mais que os arcos sejam diferentes, The Crazy Ones dá a impressão de ser Go On 2.0, de você estar olhando algo que vai ter o mesmo desenvolvimento, o mesmo desenrolar e, principalmente, o mesmo cancelamento justo e esperado. Flop, na forma mais flopada que existe.

O relacionamento dos funcionários da agencia publicitária é um agradável fator extra, eles tem uma química imensa, e apenas os diálogos são suficientes para sustentar a trama de um episódio. Como não adorar a competição de Zach e Andrew pela atenção de Simon? Ou os momentos sem noção entre Lauren (sdds, Penelope ♥) e o chefe? Ou os momentos pai e filha de Simon e Sidney? Ok, todos os plots principais giram em torno do personagem de Robin, mas fazer o que se ele é um dos principais atores do mundo? A CBS tá pagando, usando e abusando. Pelo menos, enquanto dura.
Não quer ser agourenta, mas hm... Não acredito que The Crazy Ones vá muito, muito longe e tenha sete temporadas como TBBT, 10 como FRIENDS. Até então, é uma comédia legal, divertidinha, com boas participações especiais e uma piada aqui e acolá que rende gargalhadas contidas. Tem bons atores, boas ideias, um bom cenário e um ótimo orçamento, coisas muito positivas a se considerar. Meu ponto é que um seriado pode ter tudo isso e ainda fracassar, como aconteceu na fall season passada e em todas as anteriores que não acompanhei. Por enquanto, vale assistir. Sitcom é pra passar tempo, né? Apenas não espere mais que isso.
Beijinhos ♥ 

3 comentários:

  1. Confesso que não tenho muita vontade de ver esse seriado mas acho que deveria dar uma chance agora!

    http://alguns-livros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Olá Joana, sempre conhecendo coisas e seriados super interessantes, me animei para olhar e conhecer este!! Dica anotada!!
    Beijocas!!

    ResponderExcluir
  3. Ainda não assisti. Mais depois dessa apresentação com certeza vou ver. Amo o ator Robin Willians. Demais ele. Adorei essa notícia, obrigada.

    ResponderExcluir

E chegamos a parte maravilhosa em que vocês participam do blog comigo! Deixe sua opinião sobre o que leu/viu, só com alguns poréns:
- Comentários ofensivos à autora do blog ou outros comentaristas não serão aprovados.
- Comentários preconceituosos ou/e de caráter sexual não serão aprovados.
- Comentários anônimos não serão aprovados, a ferramenta só está ativada pela liberação de comentários com NOME+URL de pessoas não cadastradas no Google, etc.
- Comentários unicamente de divulgação não serão aprovados.
- As respostas serão feitas na página de comentários, em caso de mais urgência, utilize a ferramenta "Contato" na lateral.
Tirando essas pequenas regrinhas, fiquei a vontade! O espaço é de vocês :D Aliás, obrigada pelo comentário!