28 de out de 2013

Polícia Paranormal por Kiersten White

Paranormalcy #1
Autora: Kiersten White
Editora: Galera Record
ISBN: 9788501090836
Páginas: 380
Nota: 
Comprar

E quando a capa é a melhor coisa de um livro? Não estou dizendo que esse é o caso, apenas fazendo um questionamento. Você olha para ela na livraria e pensa que não pode viver sem, e quem se importa se é um romance sobrenatural ou autoajuda. É apenas maravilhosa e você quer. Era esse meu sentimento com Paranormalcy, a versão original do livro de Kiersten White. Mas então ele chega no Brasil com uma capa rosa e meiga, completamente diferente da desejada gringa, a empolgação inicial diminui. A minha com Polícia Paranormal diminuiu.

Não é incomum que autores tentem fazer uma miscelânea de criaturas sobrenaturais para se destacarem no meio. Ao invés de focar em uma única espécie, várias são abordadas e dão um pano de fundo mais amplo e cheio de possibilidades. Então vem o problema de uni-los todos no mesmo círculo de modo plausível. Para Kiersten, é aí que entra a AICP, Agência Internacional de Contenção Paranormal, e somos apresentados a Evie, a protagonista da vez.

Dá pra dizer que Polícia Paranormal é formado quase que inteiramente por clichês. Kiersten quis ser diferente, mas foi previsível em quase todos os arcos que tentou tomar, começando por sua protagonista. Até onde a gente (e ela) sabe, Evie parece ser uma humana normal adotada pela AICP para ajudar no controle de vampiros, fadas, lobisomens (...) por causa de sua habilidade ~rara~. Contudo, não demora muito para que ela descubra que sua vida foi uma mentira, blablablablabla, que suas capacidades são mais especiais e únicas que imaginava, blablablablabla. Ao mesmo tempo que ela se comporta como uma agente treinada em neutralizar paranormais, Evie sonha em ir para escola, ser convidada para o baile, ter um armário... Ela ficou o tempo todo na corda bamba entre ser uma personagem bad ass ou uma garota comum, medrosa e amante de mimimi. Sem falar que faltou muita perspicácia e sagacidade em Evie, pois algumas decisões que ela tomava eram tão absurdamente erradas que você precisava ler duas ou três vezes pra confirmar que seus olhos passaram mesmo por aquelas palavras ou não. 

E é claro que tem um romance. O ponto de partida de Polícia Paranormal é a chegada de Lend no AICP, uma espécie até então desconhecida, um tipo de metamorfo capaz de se transformar com perfeição em qualquer pessoa que queira (exceto, obviamente, Evie). Então a agente peça-rara-super-importante-que-o-mundo-todo-quer acaba gostando do prisioneiro. Oh meu Deus, cadê Shakespeare nessa hora? É aquela coisa "hum, não tenho muitas opções de quem falar por aqui, e você até que é legal" que dentro de poucas páginas evolui para algo mais. As conversas dos dois até que tem bastante química, é um casal legal de acompanhar e que você shipa por falta de algo melhor pra fazer. Existe uma sugestão de triângulo amoroso a ser explorado, embora eu ache que o mesmo seria desigual e injusto, que Kiersten precisaria suar muito a camisa pra colocar uma semente de dúvida na cabeça (coração?) do leitor. E convenhamos: suar a camisa não é algo que a autora pareça estar disposta a fazer. Quem sabe continuar levando como está e sendo essencialmente comum? Colou até aqui.

O ponto alto do livro sem sobra de dúvidas é a veia bem humorada da narrativa. Contado pelos olhos e palavras de Evie, a história consegue fazer rir em algumas partes por conta das tiradas bem humoradas e bastante sarcásticas. Entretanto, quando precisou deixar a graça de lado e abraçar o sentimentalismo da vida, a situação pareceu forçada e a protagonista não passou emoção. É como se Evie soubesse ser divertida, apaixonada, curiosa, mas quando deveria ficar triste (e olha, ela deveria mesmo!), levou poucas linhas para sucumbir a sensação. Poxa, Kiersten! Poxa, Evie! 

As expectativas diminuíram um pouco quando vi a capa nacional, e isso foi uma coisa muito boa. Primeiro que essa versão bonitinha não condiz exatamente com a atmosfera do livro, e outra que Polícia Paranormal se mostrou bem mais fraquinho do que eu imaginava. Foi uma leitura boa e com tiradas engraçadas, mas um tanto trivial. O livro não tem nada além de uma trama para passar o tempo, e no meio de tantos livros com fadas, lobisomens e criaturas inomináveis, Kiersten pecou na falta de ousadia. Logo no que parecia que o título teria de sobra.
Beijinhos  ♥

8 comentários:

  1. E nem saiba da existência desse livro, eu me sinto tentada a ler e ao mesmo tempo não, parece que para mim esse livro seria aqueles livros que funcionam bem em uma fase e em outra não, adorei a sua resenha!

    beijos, Lu
    Lendo ao Luar

    ResponderExcluir
  2. é claro que tem romance... não poderia faltar o romance!!!
    começando logo de cara com esta capa que se tornou totalmente sem noção né, mas fazer o que... as vezes as editoras gostam de nos decepcionar kkkkkkk
    não gosto de livros assim, estou cansada desta coisa sobrenatural toda ai... então este eu passo

    ResponderExcluir
  3. Nem conhecia o livro, mas já adorei a capa! Parece ser bom, faz um tempo que estou afastada de livros sobre coisas sobrenaturais mas quando voltar a ler o gênero vou colocar ele na minha lista!

    http://alguns-livros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Acho que dispenso esse livro por um bom tempo, pois minha expectativas foram lá para baixo... Apesar da ideia inicial ser muito boa, vamos ver mais adiante.

    http://umreinomuitodistante.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Não fui muito com a cara, apesar de ter achado o livro bom. Mas é um daqueles que passo depois de ver resenha, não dá muita vontade de ler.

    ResponderExcluir
  6. Não conhecia o livro, mas realmente não me interessei muito pela historia...apesar de gostar de livros com coisas sobrenaturais, esta não me chamou a atenção.

    ResponderExcluir
  7. Por que essa capa?? A capa original é MARAVILHOSA! Mas fazer oq? Você sabe quando vai lançar os próximos da série?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. NÉ? Mas a original não tem muito a ver com a história, talvez seja por isso que trocaram. A editora não anunciou nada ainda da continuação, mas imagino que saia no segundo semestre do ano que vem :) Bjs

      Excluir

E chegamos a parte maravilhosa em que vocês participam do blog comigo! Deixe sua opinião sobre o que leu/viu, só com alguns poréns:
- Comentários ofensivos à autora do blog ou outros comentaristas não serão aprovados.
- Comentários preconceituosos ou/e de caráter sexual não serão aprovados.
- Comentários anônimos não serão aprovados, a ferramenta só está ativada pela liberação de comentários com NOME+URL de pessoas não cadastradas no Google, etc.
- Comentários unicamente de divulgação não serão aprovados.
- As respostas serão feitas na página de comentários, em caso de mais urgência, utilize a ferramenta "Contato" na lateral.
Tirando essas pequenas regrinhas, fiquei a vontade! O espaço é de vocês :D Aliás, obrigada pelo comentário!