6 de set de 2013

Sombra e ossos por Leigh Bardugo

Trilogia Grisha #1
Alina Starkov nunca esperou muito da vida. Órfã de guerra, ela tem uma única certeza: o apoio de seu melhor amigo, Maly, e sua inconveniente paixão por ele. Cartógrafa de seu regimento militar, em uma das expedições que precisa fazer à Dobra das Sombras – uma faixa anômala de escuridão repleta dos temíveis predadores volcras –, Alina vê Maly ser atacado pelos monstros e ficar brutalmente ferido. Seu instinto a leva a protegê-lo, quando inesperadamente ela vê revelado um poder latente que nunca suspeitou ter. A partir disso, é arrancada de seu mundo conhecido e levada da corte real para ser treinada como um dos Grishas, a elite mágica liderada pelo misterioso Darkling. Com o extraordinário poder de Alina em seu arsenal, ele acredita que poderá finalmente destruir a Dobra das Sombras. Agora, ela terá de dominar e aprimorar seu dom especial e de algum modo adaptar-se à sua nova vida sem Maly. Mas nesse extravagante mundo nada é o que parece. As sombrias ameaças ao reino crescem cada vez mais, assim como a atração de Alina pelo Darkling, e ela acabará descobrindo um segredo que poderá dividir seu coração – e seu mundo – em dois. E isso pode determinar sua ruína ou seu triunfo.

Autora: Leigh Bardugo
Editora: Gutenberg
ISBN: 9788582350638
Páginas: 288
Nota: 

Você escutar elogios para um livro quando ele está no Brasil é uma coisa. Ouvir isso dos amigos brasileiros quando ele ainda nem foi comprado por uma editora nacional são outros quinhentos. Não estou desmerecendo, mas vamos e convenhamos, quão bom um livro deve ser para comover não apenas uma ou duas, mas várias pessoas, quando ele ainda é novidade lá na gringa? Olá, expectativas altas. Sombra e Ossos, primeiro livro da trilogia Grisha, de Leigh Bardugo, foi assim comigo. Eu ansiei o lançamento e depois ansiei ter em mãos. Cá entre nós, eu nem sabia exatamente sobre o que se tratava - apenas que era muito bom.

Então lá vai: eu li a contracapa e a orelha do livro antes de começar a leitura. Achei confuso, entendi pouco mais que nada e precisei criar uma listinha com aquela quantidade exorbitante de nomes diferentes. Sombra e Ossos é assim. Tem um universo tão único e particular que demora para ficar claro e objetivo. O pouco que sabemos é que Alina, a protagonista, é uma órfã que trabalha para um regimento militar como cartógrafa (uma não muito boa, inclusive). Ela não tem nada de especial, nada de incomum... Até ver seu melhor amigo (e paixão secreta), Maly, quase ser morto na Dobra das Sombras, uma faixa perigosíssima que divide o reino, Ravka, em dois. Com medo de perdê-lo, um poder que Alina nunca soube que tinha se acende, literalmente, e a garota se descobre uma Grisha, uma das mais altas castas que reúne pessoas com poderes extraordinários. 

Sombra e ossos é uma fantasia em sua melhor forma. Existe um reino, protetores do reino, criaturas que ameaçam o reino, intriga interna e poderes mágicos. Incrível, não? Realmente. Mas o sentimento inquietante durante toda a leitura é que eu já tinha lido isso antes, aqui e ali. Por mais que o resultado tenha sido diferente, várias situações me puxavam para outros títulos. Oh, isso é Clã dos magos. Hm, como em A seleção... Não, espera, é Hex Hall. Não que seja algo ruim, porque não é. Também está longe de ser uma história plagiada (plagiadora?). Foi só um sentimento de deja vu, o que impediu do livro ter aquele quê a mais. 

Eu gostei de Alina, de Maly e de Garking, achei os personagens muito bem criados. Eles tem carga emocional e base pra autora fazer o que quiser. Pontos para Leigh. Uma das melhores coisas em qualquer livro é ter personagens assim, que saibam sustentar os enredos, por mais absurdos que pareçam. Então que a autora faz uma senhora reviravolta na trama e essa se mantem sozinha, sem nem criar duvidas e perder credibilidade. Foi inteligente e perspicaz por parte de Leigh e não tem como não ficar abismada. Puxou a continuação e ainda saiu do lugar comum.

Eu adorei Sombra e Ossos, é um livro muito bom e cumpre o que a sinopse promete. Ele prende, surpreende, cativa o leitor, mas continuo achando que faltou algo mais. Aquele quê de ~ozadia~ que não tenha sido visto antes (já que, por mais inesperada que seja a virada, não é algo que só Leigh tenha feito). É um livro ótimo, porém ainda não é esse furor todo. Mesmo assim, recomendo. Você pode não se apaixonar completamente, entretanto não gostar é impossível.
Beijinhos ♥

7 comentários:

  1. Eu achei o livro interessante, mas não faz meu gênero então não sei se leria.

    http://alguns-livros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Quando vi o lançamento adorei a capa e o título, mas nem sabia direito sobre o que era... só sabia que queria ler porque parecia ótimo e não parava de ler comentários superpositivos!
    Realmente está difícil fazer algo 'realmente' novo. No fundo as histórias são as mesmas, mas com mundos e criaturas diferentes! Acho que a diferença entre um bom livro está nos personagens e na sustentação da trama, o que parece que esse livro cumpre bem. Mesmo assim ainda quero ler! Até porque adorei a trilogia do Mago Negro e A Seleção ;)

    ResponderExcluir
  3. também vi várias pessoas falando deste livro quando ele nem estava aqui no brasil ainda, mas admito que eu não estava interessada em ler, pois o tema que ele aborda não é o meu tipo preferido de leitura...
    mesmo depois desta primeira resenha que li dele (sim!!) não me senti curiosa...
    sei lá :'(

    ResponderExcluir
  4. Livro interessante esse, e um tanto diferente. Pelas resenhas parece valer a pena, tem uma ótima trama e o gênero é bom de ler. É bom quando um livro prende a atenção e esse parece mesmo fazer isso.

    ResponderExcluir
  5. Tou caidinha por esse livro desde que vi ele nos canais das gringuetes. Espero conseguir descolar um pra mim logo, porque as minhas leituras dos últimos dois meses.... PUFFFFFF!!!!

    ResponderExcluir
  6. Acho chato durante a leitura, ficar todo o tempo, lembrando de outro livro...

    ResponderExcluir
  7. Vi tantos comentários ótimos de Sombra e Ossos, que decidi comprar assim que puder para matar a curiosidade.
    Mas então através de algumas resenhas e comentários que vi, ouvi falar que a história é MUITO parecida com a da Trilogia do Mago Negro de Trudi Canavan (que eu tenho os 3 livros).
    Agora estou com medo de comprar e me decepcionar com a história devido às tantas semelhanças e, talvez, concluir que ele é quase que praticamente uma cópia da Trilogia Mago Negro. :(

    ResponderExcluir

E chegamos a parte maravilhosa em que vocês participam do blog comigo! Deixe sua opinião sobre o que leu/viu, só com alguns poréns:
- Comentários ofensivos à autora do blog ou outros comentaristas não serão aprovados.
- Comentários preconceituosos ou/e de caráter sexual não serão aprovados.
- Comentários anônimos não serão aprovados, a ferramenta só está ativada pela liberação de comentários com NOME+URL de pessoas não cadastradas no Google, etc.
- Comentários unicamente de divulgação não serão aprovados.
- As respostas serão feitas na página de comentários, em caso de mais urgência, utilize a ferramenta "Contato" na lateral.
Tirando essas pequenas regrinhas, fiquei a vontade! O espaço é de vocês :D Aliás, obrigada pelo comentário!