23 de set de 2013

Adormecida por Anna Sheehan

Rose Fitzroy esteve dormindo profundamente por décadas. Imersa num sono induzido, esquecida em um porão por mais de 60 anos, a jovem foi tratada como desaparecida enquanto os anos sombrios pairavam sobre o mundo. Despertada como por encanto e descobrindo-se herdeira de uma corporação multimilionária, Rose vai entendendo pouco a pouco, tudo o que aconteceu em sua ausência. Ela descobre que seus pais estão mortos. O rapaz por quem era apaixonada não é mais que uma mera lembrança. A Terra se tornou um lugar estranho e perigoso, especialmente para ela, que terá de assumir seu lugar à frente dos negócios. Desejando adaptar-se à nova realidade, Rose só consegue confiar numa única pessoa estranhamente familiar. Rose até gostaria de deixar o passado para trás, no entanto, ao pressentir o perigo, percebe que precisa enfrentá-lo - ou não haverá futuro.

Autora: Anna Sheehan
Editora: Lua de Papel
ISBN: 9788563066480
Páginas: 272
Nota: 

Imagine então que você tem 16 anos, é filha de um grande magnata, namora o garoto da casa ao lado e foi dormir. 60 anos depois você acorda. Você ainda tem 16 anos. O mundo que você conhece passou por Tempos Sombrios e muita gente morreu. Seus pais morreram. Seu namorado morreu. Da parte que se reergueu, você é a grande herdeira e irá assumir o controle quando foi de maior. Vai dizer que não parece uma sinopse incrível? Que não é uma distopia com quê de conto de fadas que deixa você no extremo da curiosidade? É. Adormecida é tudo isso, sim. É um livro com grande expectativa e grande potencial. Assim como, ironicamente, sua protagonista. A questão é: algum dos dois foi para frente?

O livro começa a partir do momento em que Rose, a garota de 16 anos que você foi no paragrafo anterior, desperta no futuro. Ou, melhor, no presente. Só pelo fato da protagonista ser herdeira de uma nação aparentemente utópica, o arco da intriga política começa forte. Imagine só quantas pessoas por metro quadrado gostariam de ver Rose de volta ao seu leito de estase por mais 60 anos? Por toda eternidade? A autora poderia muito bem ter apresentado vários vilões, fazer um grande suspense ao redor disso. Poderia ter criado uma forma de ensinar política para Rose, algo intrigante para mostrar o lado distópico do universo. Não precisava fazer de Adormecida um livro político, contudo esse poderia ser o ponto alto da história. Foi?

Antes de começar a falar o quanto Rose é insuportavelmente chata, vamos debater o triângulo amoroso. Ou seria quadrado amoroso? A protagonista é despertada do estase com um beijo por Bren (mas nem pense que tem cara de Bela Adormecida, o máximo de referência é isso aí), um garoto lindo e popular que mexe com seu coração, que não consegue superar o antigo namorado, Xavier. Ao mesmo tempo tem o amigo Otto, um alienígena que vive entre humanos, mas é propriedade do governo (dela, em outras palavras). Porque claro, com um cenário e enredo desses, tudo que eu quero ler é sobre uma garota com problemas amorosos. E sabe qual a melhor parte? Que isso mal se desenvolve, passa maior parte do tempo na conversa. Dei-me a santa paciência, hein. 

Mas, certo, Rose. Digamos que o ponto alto do livro foi quando Bren a chamou de infantil. Muito obrigada, foi o sinal que a autora também via isso - embora não tenha feito nada para reverter. Já disse que ela é chata? Pois bem, e imatura, egoísta, ingênua e extremamente irritante. Rose é daquelas personagens que se você disser que o céu é verde e cachorros podem voar, ela vai acreditar. Como segurar a vontade de sacudi-la até fazê-la cair na real? Ela faz - e defende - coisas tão gritantemente erradas que dão vontade de arrancar os cabelos. Dela, claro. Em certos momentos eu divagava se a autora estava fazendo tal coisas para criar empatia, compaixão com o leitor. Eu só conseguia ficar mais e mais irritada.

Arrisco dizer que Adormecida é o pior livro que li esse ano. Não por não ter lido outras histórias mal executadas, o problema é que esse tinha tudo para ser maravilhoso, e se tornou um porre de todas as formas possíveis. As palavras iam para frente pela vontade de aquilo terminasse logo, mas não por ser intrigante o suficiente para me fisgar. Uma coisa positiva é que Anna conseguiu dar explicações para seus arcos, mesmo sendo sem pé nem cabeça. O livro inteiro é assim. Sinceramente, não gostei e nem recomendo.
Beijinhos ♥

4 comentários:

  1. peguei o livro com as expectativas saindo pelas orelhas, achando que iria encontrar uma distopia incrível, e com estilo reconto da Bela Adormecida, mas não... levei um puta banho que água fria! --'
    Rose me irritou demais... por varias vezes fechei o livro pensando em não voltar a lê-lo... mas resolvi ao menos terminar, pensando que, ao menos o final fosse melhor... mas nãããããão!!!
    também não gostei, e nem recomendo

    ResponderExcluir
  2. Puxa, esse foi daqueles livros que amei capa, título e sinopse!! Já tinha lido algumas resenhas na época do lançamento, algumas positivas até, outras mais ou menos... mas nenhuma tinha comentado sobre a chatice da protagonista nem esse quadrado amoroso bizarro!! Ainda bem que não comprei esse livro!! heheh mas se ganhasse até leria, por curiosidade mesmo...

    ResponderExcluir
  3. Eu gostei e foi um livro que achei muito bom. Não vi defeitos, adorei a ideia da história e queria era mais. Opinião é opinião né gente =/

    ResponderExcluir
  4. Eu também esperava um romance baseado em a bela adormecida, mas o livro superou minhas expectativas, nunca tinha lido uma distopia e adorei o gênero, sem falar na capa linda néh? Leiam galera, olha aqui!! http://portugues.free-ebooks.net/ebook/Adormecida-2
    Bjs

    ResponderExcluir

E chegamos a parte maravilhosa em que vocês participam do blog comigo! Deixe sua opinião sobre o que leu/viu, só com alguns poréns:
- Comentários ofensivos à autora do blog ou outros comentaristas não serão aprovados.
- Comentários preconceituosos ou/e de caráter sexual não serão aprovados.
- Comentários anônimos não serão aprovados, a ferramenta só está ativada pela liberação de comentários com NOME+URL de pessoas não cadastradas no Google, etc.
- Comentários unicamente de divulgação não serão aprovados.
- As respostas serão feitas na página de comentários, em caso de mais urgência, utilize a ferramenta "Contato" na lateral.
Tirando essas pequenas regrinhas, fiquei a vontade! O espaço é de vocês :D Aliás, obrigada pelo comentário!