8 de jul de 2013

Azar o seu! por Carol Sabar

Bia está parada num engarrafamento no Rio de Janeiro, pensando em sua vida azarada. Sem emprego, atolada em dívidas, ela não imagina que está prestes a viver a grande coincidência da sua vida. O motorista do carro ao lado está buzinando, tentando se comunicar com ela, como se fosse um velho conhecido... E ele é! Mas Bia não o reconhece. E como poderia? Ele é um homem, não mais o garoto de dez anos atrás. Está mais encorpado, cortou o cabelo, livrou-se do aparelho nos dentes e das espinhas do rosto, está tão diferente, tão lindo... O motorista sai do carro, mas não tem tempo de se explicar, pois começa um violento tiroteio e eles têm que se jogar lado a lado no asfalto. Certa de que está prestes a morrer, Bia entra em desespero e se prepara para dizer suas últimas palavras, na esperança de que o suposto desconhecido deitado ao seu lado possa levar um recado a Guga, seu amor da adolescência, sem perceber que é ele próprio que está ali, ouvindo a inesperada declaração de amor! Os dois escapam juntos do tiroteio e, a partir daí, começam a se envolver, dia após dia... Guga, sem coragem de assumir sua verdadeira identidade. Bia, fascinada por ele e feliz consigo mesma por finalmente estar se apaixonando por alguém que não é Guga... Azar o seu! vai além de uma comédia romântica. É uma reflexão sobre a importância da amizade verdadeira, do perdão e do autoconhecimento, que nos resgata o poder de decidir sem medo e de reverter escolhas que nos impedem de ser feliz.

Autora: Carol Sabar
Editora: Jangada
ISBN: 9788564850361
Páginas: 368
Nota: 

Depois de uma boa primeira impressão, eu mantenho o autor em alta estima. Não precisa nem ter aquela grande evolução entre um livro e outro, um crescimento visível na escrita e composição de tramas: é só continuar com as características que me conquistaram que está tudo ótimo. Isso é bem difícil de acontecer, mas Carol Sabar conseguiu. Depois de Como quase namorei Robert Pattinson, Azar o seu! foi o próximo romance da autora e veio em toda sua glória de livro fofo-extremamente-fofo.

A protagonista é Bia, uma mineira de 25 anos formada em Administração. O problema é que sua vida não está indo para frente - em ângulo nenhum. Depois de ser demitida por justa causa, ela se vê obrigada a voltar para a casa do pai, e cheia de dividas, ainda por cima. Namorados? Que nada, ela ainda é apaixonada pelo amigo de infância, Guga, que não fala há 10 anos. E como se não bastasse, Bia tem um azar louco. Quando estava voltando para casa, ela passa por um tiroteio e, achando que vai morrer, confessa seu amor por Guga para um desconhecido totalmente gato. Mas com a sorte de Bia, é claro que ela não morre e precisa encarar as consequências de declarar seu amor para os sete ventos. Ou melhor: declarar para Guga, o "desconhecido" totalmente gato.

Já disse que o livro é muito fofo? Porque vou repetir por vezes durante essa resenha. Tem algo de muito cativante no modo em que a história foi formada, na declaração desesperada de Bia e depois em não saber que estava falando com Guga sobre Guga (porque ele não se identifica). É aquele tipo de clichê meigo que super faz meu guilty pleasure. Os personagens tem química, os diálogos são inteligentes, e dá muita vontade de correr para o final logo. Quero declarar aqui que estou super orgulhosa da minha pessoa que só leu a última linha quando foi *cofcof* verificar quantas páginas eram. Se isso não é auto controle, não sei mais o que seria.

Os personagens são muito divertidos. Bia é engraçada, dramática, e consegue ser bem irritante quanto à Guga. Não, não estou reclamando - porque caso contrário o livro teria 100 páginas e olhe lá. Ela é muito decidida nas suas tentativas de ser independente, mesmo fracassando. Bia se mete em roubadas, reclama disso, mas tenta se virar e sair como pode. Eu adorei, achei a personagem bem real. Coisa que não acontece com Guga, já que ele é perfeito e maravilhoso demais para existir. Estou apaixonada, scrr ♥. Só achei um pouco esquisito que Bia não tenha escutado nada sobre ele durante 10 anos. Não só por existir internet e facebook ser uma rede mundial e google seja o google, mas porque na condição que se encontravam, principalmente estando apaixonada por uma década, ela não sabia de nada, NADA, ~~NADA~~ sobre ele. Não vou entrar em detalhes, mas é um pequeno furo da história. Não que isso atrapalhe alguma coisa, é só... estranho.

Eu amei, ok? Eu tinha expectativas altas e lá veio o livro e as superou. Pode ser que Azar o seu! não seja perfeito e que tenha alguns pequenos buracos, que o final tivesse deixa pra mais duas folhas (ou duzentas),  contudo, no fundo, não tem como não amar. É meigo, doce, cativante, divertido, bem escrito, fofo de dar borboletas no estômago e não quero ser brega por ter usado essa expressão, foi apenas a única que fechou. Estou recomendando os dois livros da Carol pra você com todas as minhas forças. E torcendo pra que não demore muito para ter livro novo nas livrarias. Quero ver como conter as expectativas para o próximo!
Beijinhos ♥

5 comentários:

  1. Achei legal esse livro, parece ser bom mesmo. Mas confesso que dele só tive vontade de ver resenhas. Não fiquei querendo ler muito não...

    ResponderExcluir
  2. Eu conheço gente que parece que não existe(rsrs)!! Quer dizer, que não tem conta em nada na internet! ;)
    Adorei a história, parece ser fofa e extremamente divertida. Mas o que mais chamou a atenção foi o fato de passar do comum, de apresentar em meio a trama pontos para a reflexão. Gosto de livros neste estilo e adorei a recomendação.
    bjs

    ResponderExcluir
  3. Eu quero muito esse livro!!!
    Amo a sinopse e amei ainda mais a resenha! Estou surtando pra conhecer o Guga! Preciso desse livro!!!

    ResponderExcluir
  4. Desde que vi o lançamento de Azar o Seu!, fiquei bem curioso pela leitura... Tenho certa curiosidade de ler mais autores nacionais, e principalmente Carol Sabar. (mais uma vez) Com certeza está na lista de desejados...

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Que delícia! Estou louca pra ler o livro! Ainda não tive tempo... A Carol é ótima, além de muito simpática! Já participou de uma entrevista no meu blog e foi uma graça!

    Adorei seu blog e já sigo... Abraços!

    www.universodosleitores.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

E chegamos a parte maravilhosa em que vocês participam do blog comigo! Deixe sua opinião sobre o que leu/viu, só com alguns poréns:
- Comentários ofensivos à autora do blog ou outros comentaristas não serão aprovados.
- Comentários preconceituosos ou/e de caráter sexual não serão aprovados.
- Comentários anônimos não serão aprovados, a ferramenta só está ativada pela liberação de comentários com NOME+URL de pessoas não cadastradas no Google, etc.
- Comentários unicamente de divulgação não serão aprovados.
- As respostas serão feitas na página de comentários, em caso de mais urgência, utilize a ferramenta "Contato" na lateral.
Tirando essas pequenas regrinhas, fiquei a vontade! O espaço é de vocês :D Aliás, obrigada pelo comentário!