4 de jul de 2013

Amigos, amantes e outras indiscrições por Fiona Nell

Prestes a completar 40 anos, Jonathan Sleet é um conceituado chef que está a um passo de ganhar fama internacional. Para que tudo dê certo, ele só precisa de uma coisa: desenvolver seus verdadeiros dotes culinários. O roteirista Sam, seu confidente e amigo mais próximo, está em crise. Sua mulher, Laura, quer ter outro filho, mas o sonho dele é largar o emprego, que não mais o faz feliz. Já a wokaholic Janey não sabe como conciliar sua carreira de sucesso com a nova vida de mãe. Amigos há mais de duas décadas, eles dividem conquistas e tristezas. E até algo mais. Agora, chegando a meia-idade, eles estão às voltas com várias questões. A convite de uma revista. Jonathan reúne o grupo para passar alguns dias em uma ilha. Mas o que ele não desconfia é que amigos de longa data e um grande segredo do passado são a receita para uma semana explosiva.

Autora: Fiona Nell
Editora: Record
ISBN: 9788501095039 
Páginas: 383
Nota: 

Nunca fui muito boa em separar minha parte leitora da parte seriadora (o termo existe, pesquisei no google). Você sabe: ler 15 livros por mês, assistir cinco episódios por dia... Isso acaba confundido a cabeça de uma pessoa, e se torna tudo uma grande mistura de histórias e situações. Não sei dizer se o que gosto em séries dão certos em livros, e vice versa, mas sinopses que me lembram outras sinopses sempre aguçam a minha curiosidade, nem que seja numa singela referência que só eu veja. Amigos, amantes e outras indiscrições levantou um ponto que adoro remoer em séries: o troca-troca infinito de casais num grupo de amigos.  Só  essa semelhança bastou para colocar o livro na minha pilha. Sou uma pessoa fácil de chamar atenção, não?

Os protagonistas são Jonathan, Hannah, Sam, Laura e Janey, que se conhecem desde a faculdade (exceto por Jonathan e Sam que são amigos desde os primórdios dos tempos). Eles sempre se consideraram um grupo realmente entrosado, que não esconde segredos e não passam um dia sem se falar, mas no meio da crise de meia-idade, as coisas ameaçam explodir. Se por fora tudo parece bem, o casamento de Sam e Laura está por um fio, Jonathan e Hannah já não são tão discretos quanto aos amantes, e Janey vai ser mãe e não está acostumada com uma vida que não seja resumida em trabalho e trabalho.

O caso é: ninguém ali sabe o significado de fidelidade. Não apenas entre os casais no grupo de amigos, mas entre eles mesmo. Tem muito segredo, muitas coisas não ditas e que ficaram embaixo do tapete por anos e anos. E o que melhor que uma viagem para um lugar distante sem nenhuma influência exterior para fazer tudo vir a tona? Jonathan, que é um conceituado chef que não sabe cozinhar um ovo, está gravando um seriado culinário e precisa da ajuda dozamigo para não ser desmascarado, mas o que teria potencial para ser comédia, é só uma confusão absurda. Para pessoas que se falavam dia sim e dia também, é estranho ver
como omitiam certos assuntos tão relevantes, ou então mantinham opiniões para si quando podiam afetar (e afetavam) todos ao seu redor. Principalmente com os casais. Se conhecem há vinte anos e não sabem perceber quem-pegou-quem ali no meio? Ah, pessoas...

Em compensação, Fiona escreve muito bem. Os personagens podem ser chatos, infiéis e criadores de complicações gratuitas, mas as coisas realmente fluem entre as páginas. É ótimo de acompanhar e, melhor ainda, torcer para que todos se deem mal ~~sou dessas~~. Dos personagens que mais senti empatia, destaco Steve, marido mal-humorado de Janey, e Luke, filho de Hannah e Jonathan. Luke é o melhor personagem e queria de verdade que ele tivesse mais aparições durante a trama, não só a ínfima importância no final. Equilíbrio, pfvr.

Amigos, amantes e outras indiscrições só serviu para argumentar mais ainda minha teoria que as pessoas são problemáticas por natureza. Os personagens não são legais, mas a história do livro só faz sentido com eles sendo desse jeito chato e irritante que são. Se eu gostei? É, foi legal, foi bom de ler. Me lembrou um pouco Quem vai dormir com quem, da Madeleine Wickham, e se você está procurando um livro com essa temática, recomendo o segundo.
Beijinhos ♥

6 comentários:

  1. acho a capa fofa demais e a sinopse bem interessante, mas olhando pela sua resenha, não parece ser grande coisa mesmo :S
    uma pena :(

    ResponderExcluir
  2. Pessoas realmente são problemáticas, por mais que tentem fingir que não (isso não seria um problema também?). rsrs
    A história não me interessou muito, acho meio clichê este troca-troca que só pode acabar mal. Os personagens não parecem muito cativantes também e isto não ajudou a me interessar pela trama. Desta vez eu passo!
    bjs

    ResponderExcluir
  3. Quero ler... parece interessante!!

    ResponderExcluir
  4. Lá vai eu pirando pra ler porque achei fofo! Ai, é legal, gostei dele, pra mim chamou atenção e parece ser bem bom. Gostaria muuuuuuuito de ler.

    ResponderExcluir
  5. A sinopse me deixou curiosa. A principio pensei se tratar de uma espécia de chick-lit tanto para homens quanto para mulheres mas acho que me enganei. A premissa dava um ar de irreverência mas no fim parece mais um drama kkk Se tiver a chance vou ler, sim!

    Bjs
    @tibiux

    ResponderExcluir
  6. Capa fofinha d+, sinopse dando a entender que é uma comédia muito amor...
    Sua resenha foi muito boa, muito mesmo, eu até quero ler por causa dela, mas mais para frente. Acho que por essas férias já basta a minha família de complicada na minha vida hahaha.

    ResponderExcluir

E chegamos a parte maravilhosa em que vocês participam do blog comigo! Deixe sua opinião sobre o que leu/viu, só com alguns poréns:
- Comentários ofensivos à autora do blog ou outros comentaristas não serão aprovados.
- Comentários preconceituosos ou/e de caráter sexual não serão aprovados.
- Comentários anônimos não serão aprovados, a ferramenta só está ativada pela liberação de comentários com NOME+URL de pessoas não cadastradas no Google, etc.
- Comentários unicamente de divulgação não serão aprovados.
- As respostas serão feitas na página de comentários, em caso de mais urgência, utilize a ferramenta "Contato" na lateral.
Tirando essas pequenas regrinhas, fiquei a vontade! O espaço é de vocês :D Aliás, obrigada pelo comentário!