21 de jun de 2013

Bruxos e Bruxas por Gabrielle Charbonnet e James Patterson

Witch & Wizard #1
No meio da noite, os irmãos Allgood, Whit e Wisty, foram arrancados de sua casa, acusados de bruxaria e jogados em uma prisão. Milhares de outros jovens como eles também foram sequestrados, acusados e presos. Outros tantos estão desaparecidos. O destino destes jovens é desconhecido, mas assim é o mundo sob o regime da Nova Ordem, um governo opressor que acredita que todos os menores de dezoito anos são naturalmente suspeitos de conspiração. E o pior ainda está por vir, porque O Único Que É O Único não poupará esforços para acabar com a vida e a liberdade, com os livros e a música, com a arte e a magia, nem para extirpar tudo que tenha a ver com a vida de um adolescente normal. Caberá aos irmãos, Whit e Wisty, lutar contra esta terrível realidade que não está nada longe de nós.

Autores: Gabrielle Charbonnet e James Patterson
Editora: Novo Conceito
ISBN: 9788581632216
Páginas: 288
Nota: 

Arrisco dizer que tinha tempos que eu não via uma divulgação tão grande para um lançamento de um livro como foi com Bruxos e Bruxas, de James Patterson e Gabrielle Charbonnet. Nas últimas semanas, foram emails anônimos, cartaz de busca e até mesmo DVD com carta anônima chegando pelo Correio. O merchan foi um divisor de águas. Muita gente ficou de saco cheio antes mesmo de ler, mas eu estava no grupo morto de curiosidade pela história. Afinal, misturar magia e distopia é a versão literária de cozinhar com chocolate: não tem como dar errado. Certo?

O mundo é o que você conhece. Ou, ao menos, era até o partido político Nova Ordem se infiltrar e acabar por dominar todos os pontos de comando global. Não existem mais presidentes, juízes, ou carcereiros, apenas Os Únicos: O Único Que Prende, O Único Que Julga, sendo o poder mór com O Único Que É O Único. A Nova Ordem é uma grande ditadura, e os jovens são vistos como uma grande ameaça. Principalmente os irmão Whit, de 17 anos, e Wisty, de 15, que foram presos no meio da noite sem nem saber o que tinham feito de errado. Sem nem saber que eram errados por natureza.

A ideia é muito, muito boa. Fazia tempo que eu estava esperando uma distopia que realmente tivesse fantasia, e não apenas um gene mutante na protagonista. Em Bruxos e Bruxas é bruxaria mesmo, daquele jeito que a gente conhece desde pequeno: varinha, feitiços não verbais e transfiguração. Só que faltou explicar muita coisa - ou tudo. Assim como os protagonistas, nós somos jogados no meio da história. Whit e Wisty nunca souberam que tinham poderes, e até seu "sequestro" ignoravam a existência da Nova Ordem (o que me faz acreditar que eles viviam embaixo de uma pedra, porque olha....). James e Gabrielle tinham assuntos dobrados para nos convencer, e por isso, o cenário e a fantasia acabaram não rolando. Eles não tem consciência de seus poderes, e todos os fatores mágicos que eu citei acima não passam de meros enganos. Literalmente, sem-querer-querendo.

Não sei vocês, mas sempre estranho quando um livro tem capítulos muito curtos. Curiosamente, acho que não flui. Em Bruxos e Bruxas, tem capítulo de uma página e, no máximo, quatro. Você lê, lê, lê, passaram 3217 capítulos e 20 páginas. Entende o que quero dizer? Se todos os capítulos tivessem narradores intercalados (a visão varia entre Whit e Wisty) seria uma coisa, mas não é bem assim. Por vezes o mesmo personagem tem seu ponto de vista por dois ou mais capítulos de duas páginas, quando poderia ser um único de seis ou oito. Claro que não é uma leitura demorada (foi menos de dois dias para mim), contudo, ela poderia ser mais gostosinha.

Mesmo assim, Bruxos e Bruxas não é um livro ruim. Ele pode ter sido mal executado, mas continua sendo uma ideia maravilhosa com um potencial imenso. Eu gostei bastante de Wisty e acredito que Whit também poderia ser um ótimo personagem se parasse de se lamentar pela namorada sumida, Celia. Falando nisso, o romance no livro é muito fraco e de segundo plano. Cá entre nós, isso é uma coisa boa. Livros desse estilo funcionam muito melhor quando dão foco para intriga política e feitiços. Pode não ter sido ~~aquela~~ coisa que eu estava esperando, porém tenho curiosidade pelo próximo volume.
Beijinhos ♥

19 comentários:

  1. Hello,
    Adorei, fiquei mais curiosa ainda pra ler este livro.
    Parabéns pelo blog
    xoxo
    Gaby

    ResponderExcluir
  2. fiquei bem empolgada com a propaganda toda do livro, e fazia tempo mesmo que não via uma divulgação tão grande assim! mas o livro não é do tipo que me interessa :(

    ResponderExcluir
  3. Eu quero muito esse livro!!!
    A divulgação foi grandiosa o q me influencio muito!!! Eu amei a capa e a ideia do livro!!! Gostei da resenha e espero em breve ler o livro, para matar logo a curiosidade!

    ResponderExcluir
  4. Parabéns pela resenha Joana! Estou ansiosa para ler Bruxos e Bruxas e espero não me decepcionar. Beijo!

    ResponderExcluir
  5. É a primeira resenha "negativa" que leio desse livro. Mas isso é até bom, pra diminuir minha ansiedade e controlar as expectativas. E a resenha esta otima, por sinal!

    Beijokas
    escolhasliterarias.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. E é mais um que não sei se vou gostar ou achar ruim. Não me dou bem com livros dele, apesar de tentar ler tudo que der pra ler. Mesmo não gostando e quebrando a cara quase toda vez ainda insisto em ler. Esse parece bem diferente do que ele costuma escrever, gostei disso. Mas se é bom? Vishi, não sei não...

    ResponderExcluir
  7. Eu adoro o autor, mas por incrível que pareça não me interessei muito pelo livro e agora com sua resenha, vejo que minhas suspeitas estavam certas.
    Única coisa que não concordo, em geral, é a questão dos capítulos curtos. Eu prefiro MUITO. Mas aparentemente não funcionou neste caso.
    Não sei se quero ler, mas ainda tenho um pontinha de esperança por ter o nome do Patterson na capa! rs
    bjs

    ResponderExcluir
  8. Confesso que apesar de todo o marketing fiquei meio que com pé atrás... mas a trama é realmente muito boa! Talvez (espero) por ser uma série as coisas vão sendo melhor explicadas no próximo livro. Fiquei bastante curiosa pra ler esse livro, mas vou esperar começar a saírem os próximos pra ver se vai melhorar, e também porque já tenho muitas séries inacabadas pra ler.

    ResponderExcluir
  9. Eu também fiquei no grupo de curiosos. hehe E continuo na curiosidade, pois ainda não li o livro. Estou com grandes expectativas e espero não me decepcionar. Uma pena você não ter curtido tanto assim... essa é a segunda resenha que leio com 3 estrelinhas, mas continuo na vontade de ler! :)

    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Já não é a primeira pessoa que fala "mal" do livro. Confesso que tenho BASTANTE curiosidade em ler o livro. Não li nada do James ainda (pode acreditar). Estou com O Diário de Suzanna para Nicolas aqui em casa, mas não sei quando irei ler... :/

    ResponderExcluir
  11. Ainda não li o livro mas espero não me decepcionar...a divulgação dele foi muito criativa e chamou a atenção, já está na minha lista de desejados. u-u

    ResponderExcluir
  12. Adorei a resenha! Fiquei ainda mais curiosa para ler o livro.

    ResponderExcluir
  13. A capa é show. Se a capa chamar a minha atenção, já é um ponto positivo. Vou ler em breve.
    Parabéns pela resenha e pelo blog.

    ResponderExcluir
  14. Amei, todo mundo anda comentando sobre esse livro, não tem como não ficar com vontade de ler!

    ResponderExcluir
  15. Apesar das críticas fiquei curiosa. Serão qauntos livros? Beijos

    ResponderExcluir
  16. A premissa do livro é muito intrigante, mas fiquei com um pé atrás para ler o livro depois da sua resenha. Eu gosto de romance, mas concordo que em livros deste tipo, o melhor é focar na distopia e no sobrenatural em si. Capítulos curtos demais também não me agradam, acho que um número de 10 a 15 páginas já é o suficiente para mim.
    Mas, confesso que a curiosidade vence, e depois de tanto marketing da NC, estou morrendo de vontade de ler Bruxos e Bruxas rsrs

    Beijos,
    salaodelivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  17. Estou com um pé atras com esse livro, sabe quando que uma coisa as nao sabe se deve ou nao, pois é a minha relaçao com esse livro. estou muito curiosa por conta da imensa divulgação que a editora fez encima deste livro, porem nao se se ele é realmente bom.

    ResponderExcluir
  18. Eu amei a capa, chamou muito a minha atenção e é uma das razões pela qual eu quero ler o livro. Estou muito curiosa para lê-lo. Há muitas críticas mas continuo curiosa e estou com medo de me decepcionar. Mas estou tão empolgada para lê-lo que não estou ligando muito pra isso.

    ResponderExcluir
  19. Não sou blogueiro, mas acompanhei de perto todo esse trabalho de divulgação desse livro. Sou um pouco suspeito pra falar, pois gosto bastante de distopia, fantasia e de James Patterson. Então, quando vi que estava tudo junto, tive certeza de que queria lê-lo. Uma pena que ele não te agradou tanto assim, mas entendo o que você quis dizer. Realmente fica bem difícil ler algo com capítulos tão curtos assim. Só espero que eu goste.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir

E chegamos a parte maravilhosa em que vocês participam do blog comigo! Deixe sua opinião sobre o que leu/viu, só com alguns poréns:
- Comentários ofensivos à autora do blog ou outros comentaristas não serão aprovados.
- Comentários preconceituosos ou/e de caráter sexual não serão aprovados.
- Comentários anônimos não serão aprovados, a ferramenta só está ativada pela liberação de comentários com NOME+URL de pessoas não cadastradas no Google, etc.
- Comentários unicamente de divulgação não serão aprovados.
- As respostas serão feitas na página de comentários, em caso de mais urgência, utilize a ferramenta "Contato" na lateral.
Tirando essas pequenas regrinhas, fiquei a vontade! O espaço é de vocês :D Aliás, obrigada pelo comentário!