21 de mai de 2013

Rainha da fofoca fisgada por Meg Cabot

Rainha da fofoca #3
Com spoiller leves dos anteriores
No último livro da série bestseller do New York Times, a vida não podia estar melhor para Lizzie! Ela parece ter tudo o que sempre quis: conseguiu um emprego em Nova York, está fazendo aquilo que mais gosta trabalhando numa loja de restauração de vestidos de noiva e Luke, seu namorado gatíssimo e cheio da grana, finalmente a pediu em casamento.Mas por que será que Lizzie não consegue ficar satisfeita por estar a alguns passos do altar? Parece que ninguém está se importando com o que Lizzie quer fazer da vida! Só sua avó – com seu jeito peculiar –, suas funcionárias na Chez Henri e uma cliente celeb louca de pedra para clarear suas ideias e mostrar que seu futuro estava ali ao seu lado o tempo todo...

Autora: Meg Cabot
Editora: Galera Record
ISBN: 9788501085382
Páginas: 448
Nota: 
Livros anteriores: Rainha da fofoca, Rainha da fofoca em Nova York

Definitivamente, não é todo chick lit que pode se tornar uma série. Não consigo ver o gênero como algo que tenha um potencial imenso que pode ser explorado e reexplorado quantas vezes o autor quiser, a não ser que estejamos falando de Sophie Kinsella e Becky Bloom, que pode ter 50 livros e nunca vamos cansar. Meg Cabot, que sempre estende seus chick lits por trilogias, ainda não sabe medir a hora de parar, e sempre se perde na própria história. A Rainha da fofoca deveria ter terminado onde começou.

Na gana para criar confusão o suficiente para preencher três livros de 400 páginas, Meg Cabot criou as reviravoltas mais inesperadas. O terceiro - e último - volume começa do exato ponto onde o anterior terminou: Lizzie, a fofoqueira que menos fofoca em Nova York, foi pedida em casamento por seu lindo ex-namorado, Luke, mesmo quando ele disse que não a via no seu futuro. Tudo seriam flores (de buque, óbvio) se Lizzie não tivesse acabado de passar a noite (apenas dormindo) com Chaz, o melhor amigo de Luke, e ex-namorado de sua melhor amiga, Shari. 

O que se segue é uma Lizzie completamente indecisa: noiva do cara que diz amar, mas pensando sem parar no melhor amigo dele. É bastante irritante. A protagonista não quer convencer o leitor de que está feliz pelo noivado, ela repete tantas e tantas vezes por página para que ela mesma acredite. Nós sabemos o que está acontecendo, nós conhecemos protagonistas de chick lits. E foi uma grande loucura por parte da autora fazer isso. No primeiro livro, ela pintou Luke como o príncipe encantado (literalmente, já que ele tem título da realeza e castelo), e no decorrer da trilogia, fez o personagem perder toda a essência. Não dá para dizer que o Luke do primeiro e terceiro livro sejam as mesmas pessoas. Chaz entrou na jogada de carona, e ganhou muito mais espaço que nos atreveríamos dar a ele no começo da história.

Em termos de narrativa, Meg sempre é amor, divertida, engraçada, e o livro valeria completamente por esse ponto se não fosse o problema que citei antes: Lizzie ficou MUITO chata. Tudo bem que ela nem sempre foi um primor de decisão e tudo mais, mas estar no meio de um triângulo amoroso com dois melhores amigos foi exigir demais da personagem. Acabou que o livro inteiro focava só nisso, com minimas aberturas para outros plots. A vó de Lizzie, uma das melhores personagens de todos os tempos, teve seu tempo bem limitado, e não tiveram muitos acréscimos divertidos no enredo, além de Ava, a celebridade polêmica que é cliente da loja de vestidos que Lizzie trabalha. Meg poderia escrever um spin off só dela (mas por um único livro).

Assim como As crônicas dos Kane, de Rick Riordan, eis outra trilogia que foi perdendo uma estrela a cada volume. Não digo que A rainha da fofoca fisgada seja ruim, mas acabou se perdendo entre tantas páginas (mas nem tantos fatos assim). É um livro com tiradas divertidas, e alguns personagens muito bons, mas que a autora não conseguiu manter a lógica com o trio principal. Você quer ler? Eu super recomendo o primeiro livro, os outros dois ficam por sua conta e risco.
Beijinhos ♥

5 comentários:

  1. Eu não li a resenha na integra, porque fiquei com medo de spoilers. O primeiro livro da trilogia eu amei! Está entre os favoritos da Meg! Sério, eu adorei! Tenho vontade de ler os outros, mas não surgiu a oportunidade! :/
    Pena que piora nos outros dois livros. Espero que isso não ocorra comigo.
    Senti isso com Diários de Vampiro. Sério, cada livro foi piorando de tal forma, que nem sei se vou continuar a série. Claro que a esperança é a última que morre e ainda tenho em mente que vai melhorar... Mas...

    Beijos
    Lucas

    ResponderExcluir
  2. as vezes me irrito com isso, muitas páginas acabam sendo demais... ficando repetitivo e tudo
    não li essa serie ainda da Meg, mas já vi muita resenha negativa do segundo e terceiro livro, falando sobre isso: a autora ter se alongado demais na história.
    pretendo ler, mas não tão cedo, apesar de adorar os livros da Meg :P

    ResponderExcluir
  3. Ainda não li nada dessa série, mas confesso que tenho uma certa curiosidade...quem sabe dou uma chance? kkk. Pelo menos ao primeiro, como vc disse..kk

    Beijooos

    http://kastmaker.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Que vontade de ler um dos livros da Meg Cabot, dude.
    Sério mesmo, nunca li nenhum, mas a vontade é enorme. E parece ser daqueles clichês que eu adoro HUASHUAHUSHAUSHUA
    XoXo J. :*

    ResponderExcluir
  5. Não li nada da Meg Cabot, mas vontade não falta!
    Gostei bastante da resenha e estou muito afim de ler a série!!! Parece ser muito boa!

    ResponderExcluir

E chegamos a parte maravilhosa em que vocês participam do blog comigo! Deixe sua opinião sobre o que leu/viu, só com alguns poréns:
- Comentários ofensivos à autora do blog ou outros comentaristas não serão aprovados.
- Comentários preconceituosos ou/e de caráter sexual não serão aprovados.
- Comentários anônimos não serão aprovados, a ferramenta só está ativada pela liberação de comentários com NOME+URL de pessoas não cadastradas no Google, etc.
- Comentários unicamente de divulgação não serão aprovados.
- As respostas serão feitas na página de comentários, em caso de mais urgência, utilize a ferramenta "Contato" na lateral.
Tirando essas pequenas regrinhas, fiquei a vontade! O espaço é de vocês :D Aliás, obrigada pelo comentário!