4 de mai de 2013

O duque e eu por Julia Quinn

Os Bridgertons #1

Simon Basset, o irresistível duque de Hastings, acaba de retornar a Londres depois de seis anos viajando pelo mundo. Rico, bonito e solteiro, ele é um prato cheio para as mães da alta sociedade, que só pensam em arrumar um bom partido para suas filhas. Simon, porém, tem o firme propósito de nunca se casar. Assim, para se livrar das garras dessas mulheres, precisa de um plano infalível. É quando entra em cena Daphne Bridgerton, a irmã mais nova de seu melhor amigo. Apesar de espirituosa e dona de uma personalidade marcante, todos os homens que se interessam por ela são velhos demais, pouco inteligentes ou destituídos de qualquer tipo de charme. E os que têm potencial para ser bons maridos só a veem como uma boa amiga. A ideia de Simon é fingir que a corteja. Dessa forma, de uma tacada só, ele conseguirá afastar as jovens obcecadas por um marido e atrairá vários pretendentes para Daphne. Afinal, se um duque está interessado nela, a jovem deve ter mais atrativos do que aparenta. Mas, à medida que a farsa dos dois se desenrola, o sorriso malicioso e os olhos cheios de desejo de Simon tornam cada vez mais difícil para Daphne lembrar que tudo não passa de fingimento. Agora ela precisa fazer o impossível para não se apaixonar por esse conquistador inveterado que tem aversão a tudo o que ela mais quer na vida.

Autora: Julia Quinn
Editora: Arqueiro
ISBN: 9788580411461
Páginas: 288
Nota: 

E por meio desta, caro leitor, me declaro uma fã convicta e apaixonada por romances históricos. Deixei de preconceito, deixei de ficar frustrada por ficar sem tecnologia; o gênero me conquistou do mesmo modo que esses heróis conquistam as mocinhas. Não que eu seja uma grande expert e tenha lido todos os romances históricos do mundo (muito longe disso, na verdade), mas ainda assim acho que, se mesmo poucas, todas as leituras tenham sido cinco estrelas, é uma boa, não? O duque e eu, definitivamente, é.

Vamos voltar alguns séculos, quando passar dos 20 anos solteira é praticamente um crime. Daphne está quase lá, e até agora não arranjou um pretendente que lhe despertasse qualquer sentimento positivo. Sua mãe não para de lhe apresentar potenciais maridos, mas o que fazer quando os únicos que ela aceitaria casar querem só sua amizade? Do outro lado está Simon, duque de Hastings, melhor amigo do irmão mais velho de Daphne e conhecido libertino da sociedade inglesa. Ele é um dos mais cobiçados maridos, e todas as mães lutam para apresentá-las as suas filhas com idade para casar. O único problema é que ele NÃO quer casar, e não vai. Como uma via de duas mãos, Simon e Daphne fazem um acordo: eles fingem namorar para que ela se mostre desejável para os homens e, dessa forma, encontre o amor de sua vida, e ele pare de ser assediado por outras mulheres. Prático, não?

Das minhas sinopses guilty pleasure, essa é uma das que figuram o topo. É clichê? É. Previsível? Com certeza. Mas isso torna ela menos cativante e encantadora? Nope. Tudo é questão de estar (ou não) bem escrito, bem conduzido. Histórias como essa, por mais que eu goste, reconheço que precisa de uma boa escritora (ou escritor, whatever) por trás para não deixar o potencial se perder. Julia Quinn, sem dúvida, é uma dessas. A trama não ficou rasa, os personagens são complexos (e complexados), e tudo foi muito bem medido, seja o romance, o drama, umas tiradas inteligentes. Nada é overdosado, nada peca por falta. Isso não quer dizer que não exista um gostinho de quero mais, óbvio.

A autora tinha liberdade de fazer o que quisesse no enredo, pois todos os personagens tinham uma carga emocional grande - o que é muito importante em qualquer livro. Simon foi gago durante a infância, rejeitado pelo pai, a quem odeia com todas as forças. Por isso o personagem é forte, decidido, um pouco fechado e sempre quer superar as próprias dificuldades. Ele aprendeu a falar sem gaguejar, e as vezes que tropeça numa palavra, ele fica tão, tão mal. E Daphne me surpreendeu, não esperava tanta atitude e ousadia na garota. Ela sabe o que quer e como conseguir, principalmente se isso vier de Simon. Um dos meus ships favoritos da literatura! ♥

Não preciso nem dizer que eu amei, né? Não posso dizer que O duque e eu me surpreendeu sendo esse livro maravilhoso que é, já que eu estava com expectativas lá no alto - que, como não canso de repetir, foram alcançadas. Os personagens são incríveis, o enredo não é fraco, a narrativa é gostosa de ler. Meu único problema foi que o livro é totalmente preenchido, capítulo termina e começa o próximo na mesma página. Eu sei, eu sei, salvar as árvores, team #mundosemdesmatamento, mas né, um pouco de espaço sempre é bom. Eu fico perdida desse jeito! No mais, ~~~leia~~~.
Bjs,
Para vc que me ama, Girlie Poderosa

23 comentários:

  1. Puts, fiquei agora numa hiper vontade de ler este livro. E pelo que você narrou do livro, eu já gostei da Daphne, e fiquei animada com o Simon, já até tenho uma ideia pro final do livro, mas vou ler pra matar toda curiosidade

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia sim, Stephanie! Provavelmente o final que você imaginou está certo, mas mesmo assim o desenvolvimento faz valer a pena! Beijinhos ♥

      Excluir
  2. Estou bem curioso pela leitura. Apesar de talvez achar que seria um tanto clichê, estou afim de embarcar nesse gênero. Não é algo que eu esteja acostumado a ler, mas sempre tem uma primeira vez!

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. estou doida pra ler este livro!!! só li 2 romances históricos até hoje, e apesar de não ser super fã do gênero, gostei bastante!
    e essa sua resenha me fez ficar mais curiosa ainda pela história toda ;~~

    ResponderExcluir
  4. Adoro romance ainda mais sendo de época! Já vi resenhas falando desse livro, e todas positivas (ainda bem... kkk), já quero ler! E como biologa eu sou a favor da economia de papel... kkk
    bjos

    ResponderExcluir
  5. Ah, romances de época. <3 Quem não gosta?
    Mas é, essa parte do espaçamento é um pecado, fica tão ruim visualmente. Mas é, #salvemasárvores hahaha
    Ainda vou ler esse livro, já está na minha lista de TOP desejados.

    Um beijo,
    Luara - Estante Vertical

    ResponderExcluir
  6. Hey
    Graças a Deus eu não estamos no século 20
    Pq eu estaria ferrada HAHAHAHAHAHAHA

    Gosto de romances de épocas também. Os 'britânicos' são os meus favoritos.
    O Duque parece ser um lindo mesmo <3

    Ótima resenha.
    Quero ler todos os 3 da Arqueiro.

    bjs
    Obsession Valley

    ResponderExcluir
  7. Tô comentando em quase todos os blogs com resenha do livro, porque eu tenho que compartilhar o meu amor pela série!
    Não sei se a família Bridgerton é a mais engraçada, sensacional que eu já conheci, maaas cada história traz uma superação, um amor impossível que te prende do início ao fim! O Simon só me deixou chateado com a birra de não ter filho e ter machucado tanto a Daphne nos capítulos finais pra ter aquele fim arrebatador e lindo(é, eu sou uma manteiga derretida que chorei com todos os livros da série!:x)! *-*
    E se eu tivesse nascido naquela época eu já ia ser uma solteirona com aquelas toucas horríveis! kkkk
    www.yasmim-namen.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Legal é perceber que para compensar o século em que se passam esses romances (sociedade alienada, mocinhas tendo que casar cedo e sendo, geralmente, subordinadas, etc) os personagens têm que ser sempre muito fortes, com personalidades autênticas e não serem, digamos, passivos (se é que me fiz entender), para não se tornar chato, cansativo e por aí vai.

    ResponderExcluir
  9. nooossa, que vontade de ler o livro!! *-*

    ResponderExcluir
  10. O q me incomoda um pouco nos romances de época, é a descrição excessiva e a lentidão da história q têm em alguns livros. Esse foi o q menos me interessou pelos lançamentos, mas amei a resenha e com certeza eu vou lê-lo. O Simon passou por tanta coisa q já gostei dele!!! Ansiosa para ler o livro.

    ResponderExcluir
  11. Ótimo livro - já li toda a série da família Bridgerton em e-book, a gente se apaixona por todos os personagens dos irmãos lindos e super protetores, das mocinhas decididas, dos mocinhos apaixonantes e até das fofoqueiras de plantão.Aprovadíssimo... Não vejo a hora de ter os livrinhos em casa.

    http://nomeiodoslivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Por achar que nasci na época errada sempre gostei muito de romances históricos e fiquei muito feliz quando começou a aparecer mais esse tipo de livros por aqui.
    Vou gostar muita dessa história com certeza, quero ler toda a série logo, esse em especial louca pra ver a Daphne correr atrás do Simon.

    ResponderExcluir
  13. Amo romances históricos! E o livro ''O duque e eu'' fica me seduzindo em todas as resenhas que vejo!! Preciso muito ler esse livro. *o*

    ResponderExcluir
  14. Também adoro romances históricos, apesar de não ter lido muitos, mas os que eu li valeram muito a pena, leia A rosa do inverno da Patricia (Meg) Cabot, ele é maravilhoso, vc iria adorar!
    Sobre O Duque e Eu, adorei a premissa da história, e essa parte de eles fingirem serem namorados deve ser a melhor, porque eles vão acabar se apaixonando de verdade, e não vão querer admitir, isso é típico de romances históricos!
    Estou super curiosa pra ler!
    Bejos ;)

    ResponderExcluir
  15. Eu estou super curiosa quanto a esse livro! Pois eu sou uma dessas fãs convictas e apaixonadas por romances históricos também!
    Tinha lido a sinopse em meio a divulgação de lançamento e já soube que precisava que ler. Mas pra piorar minha situação, todo mundo tá falando maravilhas desse livro! Como viver sem ler isso meodeosdoceu?
    Sua resenha me deixou mais curiosa ainda! Não imaginava que o Simon fosse gago! :O
    Preciso ler! *-*

    ResponderExcluir
  16. Juro que tirei ele da minha lista de desejados hoje e aí que eu venho ler sua resenha e adivinha? Sinto que preciso lê-lo :)) Gostei muito da resenha, me despertou uma vontade que achei que já não tinha mais.

    Beijinhos :*

    www.passaporteliterario.com

    ResponderExcluir
  17. Eu já li o prólogo e o primeiro capítulo. Pelo o que me pareceu ele é meio orgulhoso e ela é meio sonhadora. Com essa resenha fiquei com mais vontade ainda de ler. Nunca tinha visto o nome dessa autora antes mas já me disseram que ela pode até ser comparada como a nova Jane Austen. Pra ter certeza eu preciso ler esse livro. Exatamente como eu gosto, um romance de época.

    ResponderExcluir
  18. Eu quero muito este livro, a minha autora favorita é Jane Austen, eu amo romances antigos, eu gosto destes homens desta época, eles tem uma dureza, mas ao mesmo tempo tem uma leveza que não gostam de demonstrar, quanto eu mas leio resenhas deste livro, mas eu quero, to quase comprando, mas vamos ve se não ganho :D.

    ResponderExcluir
  19. Eu quero muito este livro, a minha autora favorita é Jane Austen, eu amo romances antigos, eu gosto destes homens desta época, eles tem uma dureza, mas ao mesmo tempo tem uma leveza que não gostam de demonstrar, quanto eu mas leio resenhas deste livro, mas eu quero, to quase comprando, mas vamos ve se não ganho :D.

    ResponderExcluir
  20. Ainda não acredito que segurei o livro nas mãos na Saraiva e não comprei :| estou com lombriga para ler esse livro ):

    ResponderExcluir
  21. OMG eu preciso ler este livro!
    Sou muiito fã de romances de época.. Acho quase uma terapia ler como tudo era antes dessa louca necessidade de tecnologia, desses relacionamento tão rasos...

    Pelo o que eu li da sua resenha, a protagonista não é uma mocinha tapada, ela sabe bem o que quer. Isso me lembra a protagonista de 'Inverno das Rosas' da Patricia Cabot... Se você ainda não leu, eu recomendo!!

    Beijinhos
    ;)

    ResponderExcluir

E chegamos a parte maravilhosa em que vocês participam do blog comigo! Deixe sua opinião sobre o que leu/viu, só com alguns poréns:
- Comentários ofensivos à autora do blog ou outros comentaristas não serão aprovados.
- Comentários preconceituosos ou/e de caráter sexual não serão aprovados.
- Comentários anônimos não serão aprovados, a ferramenta só está ativada pela liberação de comentários com NOME+URL de pessoas não cadastradas no Google, etc.
- Comentários unicamente de divulgação não serão aprovados.
- As respostas serão feitas na página de comentários, em caso de mais urgência, utilize a ferramenta "Contato" na lateral.
Tirando essas pequenas regrinhas, fiquei a vontade! O espaço é de vocês :D Aliás, obrigada pelo comentário!