22 de mai de 2013

Fall Season 12/13 Awards (e a minha chance de comandar uma premiação)!

Teoricamente, a fall season americana terminou em dezembro, contudo, para seriadores (?) como nós, ela só dá tchau agora, em maio, quando a grande maioria das séries entram em hiatus e finalizam suas temporadas. Essa hora, quase todos os seriados já chegaram ao final e as emissoras já anunciaram as novas grades, então é o momento de fazer o balanço geral do que teve de melhor e pior. Está aberto o Fall Season 12/13 Awards, a minha chance de escolher as categorias e os respectivos ganhadores. Só um PS: Essa lista é baseada na minha watchlist e opinião, apenas.
Tudo começou com uma série de super herói com um protagonista muito gostoso, e então Arrow ganhou proporções enormes, plots maravilhosos, cenas de tirar o folego (e não, não estou falando do abdômen de Oliver) e renovação precoce. Claro que nem tudo foi flores para o seriado. A primeira metade da série foi aturada por motivos de que não se despensa doses semanais do boy magya, e foi a partir do episódio 11 que as coisas melhoraram drasticamente, nenhum episódio que se sucedeu foi menos que ótimo. A temporada teve arcos bem feitos, efeitos legais, flashbacks que cativam tanto quando a série em si, e ótimos acréscimos no cast - como a pequena participação de Helena, o aumento do papel de Felicity (que é o melhor ship com Oliver, pfvr ♥) e a entrada de Colton Haynes no elenco efetivo. Sem dúvidas, de todas as estreias, eis a melhor. KORDEI KD OUTUBRO
Mas, no geral, esta foi uma fall season bem decepcionante no quesito estreias. Mas o que teve de pior, sem dúvidas, foi Malibu Country, comédia da ABC. O plot principal é sobre Reba, que após ser traída pelo marido, decide abandonar Nashville para tentar ser cantora country em Malibu (lógica, olá), ao lado da mãe e dos filhos. As piadas foram forçadas, os personagens estereotipados, e não dá pra chamar nenhum arco de inovador. Eu sei que comédia é algo que nem sempre tem muitas aberturas, muito menos para sitcom, mas ainda assim, essa foi um desastre. Abandonei depois de oito episódios, mas a emissora cancelou depois de exibir 18. Foi longe.
E se alguém achava que liberar Storybrooke da maldição iria minimizar as possibilidades e a série ia acabar forçando a barra no enredo, os roteiristas sambaram na cara e provaram que não. É por isso que Once upon a time teve o melhor retorno da fall season. Os flashbacks não acabaram, mas o maior conhecimento que tivemos sobre o Reino foi direto no presente, com Emma e Mary Margareth lá no principal arco da primeira metade da temporada. Nesse meio tempo, a série teve personagens novos incríveis, como lindo do Hook, o Neal (que melhorou vidas a série) e mais participação de Belle. A reta final da série foi viciante de tão linda, e ainda tem uma abertura enorme para muitas temporadas. OUAT está com um ritmo tão bom que até dá até pra relevar os efeitos de edição feitos no paint.
*sendo espancada, apedrejada, e jurada de morte caso eu vire zumbi* Eu sei que muita gente vai estar me odiando depois dessa menção, mas aqui vai: a terceira temporada de The Walking Dead foi o pior retorno de 2012. A série perdeu o ar cult e underground que tinha quando era apenas uma produção de poucos episódios e com uma ótima equipe de maquiadores. Evil Rick não faz sentido como ordem cronológica das duas temporadas anteriores, e não consegui gostar de nenhum dos personagens novos (desculpa sociedade, mas Michonne é intragável). Tive a impressão que os roteiristas não souberam lidar com uma quantidade maior de episódios, e encheram linguiça até dizer chega. Além de que eles não tem consideração nenhuma pelos personagens que eu gostava. Lori morreu (um dos poucos episódios realmente dignos da temporada) e Maggie e Glenn só querem saber de pegação. Em pleno apocalipse zumbi. PRIORIDADES, PFVR. Mas o sucesso de TWD não vai acabar tão cedo, e é bem capaz de que os escritores matem todos os personagens e vão renovando o cast.
Sempre que uma série é renovada por muito tempo de modo precoce, existe um certo medo de que entre numa zona de conforto e nem se esforce em ser engraçada. The Big Bang Theory estava lá, com uma sétima temporada garantida antes mesmo de começar, e mesmo assim, mesmo estando segura de seu futuro, apresentou a melhor comédia do ano - e uma das suas melhores temporadas. A série está tão boa que até a audiência em reprise foi maior que muito programa famoso por ai (vide American Idol). Os roteiristas souberam inovar, aumentar os arcos e piadas, e, principalmente, explorar os relacionamentos - quase um golpe de mestre. TBBT deixou de ser sobre quatro amigos nerds; Penny, Bernadette e Amy são do elenco fixo e não dá mais para imaginar a série sem as Girl's Night Out. A temporada foi repleta de episódios geniais, mas o 21 e 23 estão entre os melhores dos seis anos - para não dizer os melhores.
O primeiro episódio de uma temporada é algo importante? Muito! Quando é o piloto da série, tem que considerar ainda mais. E é aí que o meu dó da Fall Season entra: Partners foi a comédia mais meiga que deu as caras, mas acabou seis episódios depois. No sp, conhecemos o bromance de Joe e Louis, e na maneira incrível que eles mantem segredos acima de tudo - sqn. É engraçado, bonitinho, dá vontade de abraçar todos os personagens... Partners teve a estreia mais legal do ano, dá vontade de chorar toda vez que lembro do cancelamento. Tomara que a CBS vá a falência! #recalquebateenãovolta
E depois de Revenge, o significado de season finale foi completamento renovado. Se o episódio duplo prometia ser épico, superou. Mesmo bastante tempo depois, ainda estou pasma, embasbacada, chocada e todas as palavras que exprimem essa ideia. Uma hora e vinte que teve de ~~TUDO~~: teve revelação, teve reviravolta, teve morte, teve explosão, teve FBI (ou CIA ou SWAT, minha memória falha)... Só não teve tempo para respirar. E setembro, onde está?
No total, tive três acréscimos na watchlist, e em termos de sitcom, The Neighbors é a única que foi para frente. O motivo? A série da família humana vivendo entre alienígenas superou todas as expectativas e teve um crescimento imenso ao longo dos 22 episódios. Foi engraçada, divertida, cronológica e amor. A única coisa que me deixava frustrada foi o cabelo repartido da Amber - Por que figurinistas??? Mas nada me impediu de shipar enlouquecidamente a personagem com Reggie.
Mas vamos falar de coisas importantes: ships. E como não sou controlada e a premiação é minha, eu escolhi dois *tum dum tsss*. Como eu falei antes, The Big Bang Theory melhorou muito quando começou a dar espaço para os casais, e como não morrer de amor por Shamy, o ship mais inesperado de todo o mundo? Eles estão juntos há dois anos, acho, e possivelmente não se beijaram nem duas vezes, mas mesmo assim são uma fofura quando dividem a cena. Quem disse que precisa de melação pra ser amor? Pfvr né, amadores. Foi a melhor coisa que aconteceu para a série!!onze!
E Zade, em Hart of Dixie, foi o que manteve a série como minha favorita por quase toda a temporada. Na primeira, a gente shipou, shipou, não deu em (quase) nada. Na segunda? MEU DEUS, QUE LINDOS! Fiquei tão indignada quando eles terminaram que abandonei a série. Mas eu voltei e não me arrependi. Quero terceira temporada pra ontem ♥
Se curvem e reverenciem a rainha - ou, se isso não é possível, vamos todos cair aos pés de sua interprete, Lana Parrilla. Não existe Once upon a time sem Evil Queen, que é, sem dúvidas, a personagem mais complexa da série. Ela é má, cruel, e ao mesmo tempo tem um lado bom que acredita no amor, e quer se redimir aos olhos de Henry, mesmo que isso signifique ser boazinha com Mary Margareth e sabotar seus próprios planos. Nessa temporada, a gente conheceu Regina muito a fundo, todo seu relacionamento com Cora, seu lado bom, seu lado sádico, seu lado apaixonado... Que dúvida que ela é a melhor personagem de todo Storybrooke? E que Lana é a atriz da temporada? Isso é tão verídico que o episódio sobre ela foi dos melhores que a série já teve. QUEEN!
Existem comediantes e existe o Jim Parsons, e nada mais óbvio que ele ser o vencedor do meu prêmio super concorrido e prestigiado de melhor ator da Fall Season 12/13. Sheldon sempre foi o meu personagem favorito em The Big Bang Theory, e as melhores piadas são as dele, os melhores arcos, momentos, tiradas egocêntricas... No fundo, eu me identifico demais com o personagem (já que, né, ambos somos geniais e com um faro especial para piadas), e não consigo imaginar ator melhor para dá-lo vida. Provavelmente, porque não exista. Jim é O cara!
Beijinhos ♥

6 comentários:

  1. Concordo com a maioria dos escolhidos, mas ao invés de melhor estréia de Arrow, eu colocaria Beauty and The Beast, pq eu ainda não terminei de assistir Arrow, e minhas amigas não fazem o favor de aparecerem todas no mesmo dia pra assistirmos. E no lugar de melhor season final eu colocaria o de TVD, aquele momento Klaroline e Delena mataram minha pessoa AHSUAHSUHAUSHAUH. Concordo muito com melhor retorno pra OUAT e melhor casal pra Zade *-* Melhor Comédia sempre será de The Big Bang Theory já que FRIENDS acabou mesmo :( Mas eu acrescentaria algumas ... droga, esqueci o nome... categorias HAUSHUAHSUHAUSHA para acrescentar, PLL, Supernatural e The Carrie Diaries. :)
    XoXo J. :*

    ResponderExcluir
  2. Sheldon e Regina *-*
    Muito bem colocado!!!
    A Estreia de Arrow foi fantástica!!!!


    Gabriel - http://umpapoentrepaginas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Concordo com você em melhor ator/atriz, melhor season finale (junto com Person of Interest), comédia e retorno. Nos shipps só adicionaria o eterno Klaroline, já na surpresa da temporada trocaria por Beauty and The Beast, que me ganhou como melhor estreia também, pior retorno vai para Pretty Little Liars, que cansei da enrolação e abandonei depois dessa temporada e melhor season premiere com The Following, pois foi um dos melhores Pilots que eu vi ever!

    Beijos
    letrasecupcakes.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. LANA!! *-* UHU! Sendo eu Evil Regal não poderia pensar diferente ;D haha Concordo em número, gênero e grau! Em todas as "categorias" uahuahauha OUAT mereceu! Gostei demais!
    Achei que Malibu Country chegou com uma proposta e no fim apresentou outra... Arrow se mostrou uma série viciante, assim como Beauty and the Beast (não está aqui e não sei se você assisti...)
    Adorei o post! Parabéns!
    XOXO

    ResponderExcluir
  5. Das series citadas as q mais quero ver são Arrow e Revenge!
    Amei essas duas, as outras não me interessaram tanto.

    ResponderExcluir
  6. Adorei o post, com certeza! Não posso julgá-las, por que nenhuma delas estou em dia... Já me falaram do final de Revenge, mas ainda estou na primeira temporada. O mesmo caso ocorre com Once Upon a Time :/

    Mas aos poucos vou assistindo todos os episódios! o/
    Beijos

    ResponderExcluir

E chegamos a parte maravilhosa em que vocês participam do blog comigo! Deixe sua opinião sobre o que leu/viu, só com alguns poréns:
- Comentários ofensivos à autora do blog ou outros comentaristas não serão aprovados.
- Comentários preconceituosos ou/e de caráter sexual não serão aprovados.
- Comentários anônimos não serão aprovados, a ferramenta só está ativada pela liberação de comentários com NOME+URL de pessoas não cadastradas no Google, etc.
- Comentários unicamente de divulgação não serão aprovados.
- As respostas serão feitas na página de comentários, em caso de mais urgência, utilize a ferramenta "Contato" na lateral.
Tirando essas pequenas regrinhas, fiquei a vontade! O espaço é de vocês :D Aliás, obrigada pelo comentário!