16 de mai de 2013

As regras da sedução por Madeline Hunter

Os Rothwells #1

Lorde Hayden Rothwell chega à casa de Alexia Welbourne sem aviso e sem ser convidado – um homem poderoso e sedutor, movido por interesses obscuros. Sua visita anuncia a ruína financeira da família de Alexia e o fim das esperanças da jovem de um dia conseguir um bom casamento. Para se sustentar, a moça recebe a proposta de ser dama de companhia de Lady Henrietta Wallingford e preceptora de sua filha. O problema é que a oferta vem do sobrinho de Henrietta, ninguém menos que lorde Hayden. Morando na casa da tia de Rothwell, Alexia descobre que a proximidade com o homem que destruiu sua família pode ser perigosamente irresistível. Num gesto impensado, ela se entrega a ele, e ambos se veem obrigados a se casar. O que Alexia não sabe é que os atos aparentemente arrogantes de seu belo e sensual marido são motivados por uma dívida de honra que pode levá-lo a sacrificar tudo. Com tantas mágoas e segredos entre eles, o casal tem tudo para se manter afastado. Mas Hayden é um homem apaixonante e Alexia, a tentação que o faz perder a cabeça. Morando sob o mesmo teto, eles acabam se aproximando e, juntos, vão descobrir um jogo de sedução em que cada um faz as próprias regras.

Autora: Madeline Hunter
Editora: Arqueiro
ISBN: 9788580411416
Páginas: 272
Nota: 

Dos três romances históricos que a editora Arqueiro lançou recentemente, esse é o que menos me interessava. Não digo que eu não tivesse vontade de ler (eu tinha, claro), mas pelo menos nos sites/blogs que acompanho, esse é o que estava sendo recebido com menos entusiasmo. Isso é algo bom, ironicamente, já que diminui as expectativas. Talvez se eu esperasse algo absolutamente maravilhoso sem nem abrir a primeira página, a leitura estaria fadada à decepção. Calme, também não estou dizendo que o livro é ruim. Ele é bom, muito bom. Porém, não tanto quando O Duque e eu (RESENHA) e Desejo à meia-noite (RESENHA).

Alexia é uma garota pobre que foi morar com seus primos ricos: Timothy, Rose e Irene. Entretanto, seu mundo parece desmoronar quando sua família é levada a falência pelo prepotente Lorde Rothwell, e ela fica sem ter onde morar - afinal, seus familiares estão pobres demais para ter uma boca extra para alimentar. Compadecido pela moça de olhos violetas, Lorde Rothwell a oferece um trabalho ao lado de sua tia e ela, como não tinha outra opção que não passar fome, aceita, mesmo odiando com todas as forças o novo "patrão".

A sinopse oficial vai um pouco mais além disso, mas a premissa básica é essa. Claro que tem mais coisa por trás e Lorde Rothwell, Hayden, não é o vilão da história. O problema é que Alexia não tem como saber disso - o que torna o possível romance praticamente impossível. Ela reprime e luta com todo e qualquer sentimento que nutre pelo responsável pela separação de sua família, e tenta, com todas as suas forças, convencer o leitor que odeia Hayden. O problema é que ela falha miseravelmente nessa tarefa, e o relacionamento deles evolui muito rápido - mesmo sem nunca admitir o que realmente passa na sua cabeça (porque coração é só um órgão vital, e sentimento é coisa do cérebro).

Madeline tem um jeito muito particular de escrever, sem se aprofundar em caso nenhum. São quase trezentas páginas em que muita coisa acontece, vários fatos que poderiam render um livro só deles se fossem mais estendidos. Isso não é uma coisa ruim, exatamente. O livro foi um conglomerado de ações e acontecimentos que não dão abertura para frustrar o leitor, já que quando acontece tal coisa, logo já tem outra mais impactante. Além disso, tem uma ótima reviravolta, e consegue prender por aí.

As regras da sedução tem uma trama interessante, bem feita, com um desenvolvimento legal e algumas surpresas, mas não fiquei encantada pelo casal protagonista ou apaixonada por Hayden. Os personagens tem muita personalidade, mas quando o relacionamento se resume em duas pessoas teimosas se enfrentando, perde um pouco do romance. Eu recomendo, mas dos romances históricos que li nas últimas semanas, esse é o mais fraco.
Bjs,
Para vc que me ama, Girlie Poderosa

7 comentários:

  1. dos lançados pela editora, este é também o que menos me interessou...
    sei lá, acho que se eu chegar a ler ele também vou acabar me surpreendendo pois as expectativas estão baixas :P

    ResponderExcluir
  2. Hey, eu já tinha visto a capa desse livro, mas não me interessei, porém depois da sua resenha acho que irei lê-lo em algum momento. Concordo plenamente com o que vc disse a respeito das expectativas, é muito pior quando nos decepcionamos com algo que achávamos que seria fantástico. Mas achei o livro interessante e darei uma chance a ele.

    Beijoos

    http://kastmaker.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Não li nenhum deles, e como você, esse foi um dos que menos que agradou. Torno a dizer que O duque e eu está na lista dos mais desejados. Mas se bem que todos esses romances históricos tem aquela ideia de mocinha independente e a frente de seu tempo...

    Beijos
    Lucas

    ResponderExcluir
  4. Romances históricos nunca me decepcionam... As ambientações da história são o que sempre chamam minha atenção, além do carisma e da pomposidade de alguns personagens! Depois da sua resenha, o livro está até marcado como desejado no Skoob! :)
    Não conhecia seu blog! :o
    Já sou fã e estou seguindo!
    Beijo,
    Vinícius - Livros e Rabiscos

    ResponderExcluir
  5. EU adoro esse tipo de livro, e pelo resumo me agradou bastante, o que falta é tempo de ler e dinheiro pra comprar :(

    ResponderExcluir
  6. Ainda quero ler o livro só pela capa q é linda, então tenho q dar uma chance!!!
    Dos romances de época lançados pela Arqueiro o q menos me chamou a atenção pela capa, O Duque e eu, é o q estou mais curiosa.
    Não sou fã de romance de época, mas esse eu arriscaria ler. Se eu me decepcionar, não vai ser uma surpresa.

    ResponderExcluir
  7. Mesmo não tendo lido nenhum dos livros anteriores, somente pela sinopse, esse foi o que menos me atraiu tbm. Achei as outras histórias tão melhores :/ Leria só pra ver se me surpreendo e se ele supera minhas expectativas.

    ResponderExcluir

E chegamos a parte maravilhosa em que vocês participam do blog comigo! Deixe sua opinião sobre o que leu/viu, só com alguns poréns:
- Comentários ofensivos à autora do blog ou outros comentaristas não serão aprovados.
- Comentários preconceituosos ou/e de caráter sexual não serão aprovados.
- Comentários anônimos não serão aprovados, a ferramenta só está ativada pela liberação de comentários com NOME+URL de pessoas não cadastradas no Google, etc.
- Comentários unicamente de divulgação não serão aprovados.
- As respostas serão feitas na página de comentários, em caso de mais urgência, utilize a ferramenta "Contato" na lateral.
Tirando essas pequenas regrinhas, fiquei a vontade! O espaço é de vocês :D Aliás, obrigada pelo comentário!