26 de mar de 2013

Crash por Nicole Williams

Crash #1
Southpointe High is the last place Lucy wanted to wind up her senior year of school. Right up until she stumbles into Jude Ryder, a guy whose name has become its own verb, and synonymous with trouble. He's got a rap sheet that runs longer than a senior thesis, has had his name sighed, shouted, and cursed by more women than Lucy dares to ask, and lives at the local boys home where disturbed seems to be the status quo for the residents. Lucy had a stable at best, quirky at worst, upbringing. She lives for wearing the satin down on her ballet shoes, has her sights set on Juilliard, and has been careful to keep trouble out of her life. Up until now. Jude's everything she knows she needs to stay away from if she wants to separate her past from her future. Staying away, she's about to find out, is the only thing she's incapable of. For Lucy Larson and Jude Ryder, love's about to become the thing that tears them apart. 

Autora: Nicole Williams
Editora: HarperCollins
ISBN: 978-0062267146
Páginas: 384
Nota: 

Desde Belo Desastre, viciei em new adults e estou sempre na busca de novos títulos do gênero, na esperança que algum substitua minha paixão pelo título de Jamie McGuire. Entretanto, como o estilo ainda não virou febre no Brasil, para encontrar esses romances é preciso se aventurar nos estrangeiros e deixar de lado a preguiça de ler em outro idioma. E, convenhamos, quando a história é boa, até em sueco dá pra ler e não cansar (isso se você entende sueco, porque né).

O primeiro volume da trilogia Crash, de Nicole Williams, começa quando Lucy, a bailarina certinha e educada, entra para o Southpointe High no último ano. Logo ela conhece Jude, o grande garanhão (odeio essa palavra) com uma extensa ficha criminal. Eles tem uma química imensa, quase tão grande quanto o abismo que separa a realidade dos dois. Lucy quer entrar para Julliard, Jude só quer terminar o ano sem ser preso novamente. Parece ser mais um casal impossível, mas que surpreendente e felizmente, desenrola bem rápido. Ok, calma, não é spoiller. O desenrolado não é tão desenrolado assim.

Sentiu a semelhança com Belo Desastre? O casal oposto, a tensão sexual louca, a amizade improvável e o romance que precisa acontecer para o leitor não ter um colapso nervoso (não que isso impeça algo, né)... Todos pontos comuns entre os dois livros. Mas chega um momento em que tudo se separa. Jude não é Travis, Lucy não é Abby, são dois casais distintos e não menos frustrantes e apaixonantes por causa disso. A autora adicionou várias tramas e problemas, coisas verdadeiramente surpreendentes. Ler Crash foi um eterno ping pong de amo esse livro/odeio esse livro/amo Jude/odeio Jude/whatahell/whatthefuck. É totalmente inesperado.

Jude é cafajeste e todos no colégio o odeiam descaradamente. Por ele morar na Casa de Garotos, é tachado de perturbado por associação e não contribui muito para tirar a label de cima de si. Desde o primeiro momento ele avisa que não é o garoto certo para Lucy (eles sempre dizem...), mas nem por isso desapega. Só quero deixar claro que esse não é um caso de dependência doentia. Cada um tem sua vida, seus objetivos, seu próprio oxigênio, reconhecem quando erram feio e isso se torna recíproco, ninguém vai aturar furada absurda de outro em nome do relacionamento. Amor próprio em primeiro lugar, amém, obrigada.

Então, meu grande ponto é, queria o novo Belo Desastre e não encontrei em Crash, por mais que as semelhanças sejam aparentes. E isso nem de longe faz do livro ruim. A história me prendeu muito rápido, é viciante, bem escrita, romântica e bastante surpreendente. Eu amei, e já estou na campanha do lançamento no Brasil (só eu achei com cara do catálogo da Verus?). Para quem quer arriscar, o inglês é bem acessível, não encontrei nada fora do vocabulário comum (baseado na quantidade de seriados que assisto). RECOMENDO com maiúscula.
Bjs,
Para vc que me ama, Girlie Poderosa

11 comentários:

  1. Parece ótimo. Também gostei muito de Belo Desastre, que para mim, foi um dos melhores do gênero. Diferente da maioria.

    bjs, ssentrelivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. aaaaaaaaaa surtando!
    belo Desastre foi o melhor de 2013 sem duvidas!! *-*
    Quero este já! :D

    ResponderExcluir
  3. nunca ouvi falar neste livro, mas já que você diz que o inglês dele é acessível, vou dar uma pesquisada...
    preciso aprimorar meu inglês :P

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Jo!
      Achei bem interessante a premissa, apesar de ter me feito lembrar e muito Belo Desastre.
      Você já leu Química Perfeita?
      Vale super a pena ler e até fiz um post no blog ano passado falando também sobre a semelhança entre eles. Acho que os livros New Adults de uma forma geral apresentam elementos comuns entre si e isso faz com que a gente se lembre dos livros que possuem a mesma temática.
      Bjos.

      Excluir
  4. Olá, Jo!
    Achei bem interessante a premissa, apesar de ter me feito lembrar e muito Belo Desastre.
    Você já leu Química Perfeita?
    Vale super a pena ler e até fiz um post no blog ano passado falando também sobre a semelhança entre eles. Acho que os livros New Adults de uma forma geral apresentam elementos comuns entre si e isso faz com que a gente se lembre dos livros que possuem a mesma temática.
    Bjos.

    ResponderExcluir
  5. Joana amei a resenha, principalmente pela semelhança com Belo Desastre que sem dúvida nenhuma é um dos meu livros preferidos, já coloquei na Lista pra leitura!
    Inglês eu ainda não sou fluente mas... livro é livro!

    New Adults <3

    ResponderExcluir
  6. O livro parece ser ótimo. Desde Belo Desastre, também fico procurando livros parecidos, e Crash tem muitas semelhanças, apesar de fazer uma diferença enorme em alguns pontos, pelo que você disse. Pena que o livro não foi publicado aqui no Brasil (#chora)
    E adorei a capa! Parabéns pela resenha ;)

    Beijos,
    salaodelivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Olha, ta aí um gênero que eu não tinha ouvido falar até hoje haha parece ser ótimo, me interessei bastante. espero ler em breve <3

    ResponderExcluir
  8. Engraçado, não consigo gostar muito de livros com romance como tema central. Até gosto de uma estória romântica no desenvolver do livro, mas nada sem exagero. Vou continuar lendo fantasias mesmo... ^^

    Tem uma tag pra você no meu blog:
    [http://hipercriativa.blogspot.com.br/2013/03/tag-te-conhecendo-melhor.html]

    Espero que goste!
    Beijusss;

    ResponderExcluir
  9. Oia oia!! Me simpatizei com o livro serio,tudo que envolve dança + bad boy me encanta (vei tender), vou colocar na minha lista sem duvida!!

    ResponderExcluir

E chegamos a parte maravilhosa em que vocês participam do blog comigo! Deixe sua opinião sobre o que leu/viu, só com alguns poréns:
- Comentários ofensivos à autora do blog ou outros comentaristas não serão aprovados.
- Comentários preconceituosos ou/e de caráter sexual não serão aprovados.
- Comentários anônimos não serão aprovados, a ferramenta só está ativada pela liberação de comentários com NOME+URL de pessoas não cadastradas no Google, etc.
- Comentários unicamente de divulgação não serão aprovados.
- As respostas serão feitas na página de comentários, em caso de mais urgência, utilize a ferramenta "Contato" na lateral.
Tirando essas pequenas regrinhas, fiquei a vontade! O espaço é de vocês :D Aliás, obrigada pelo comentário!