20 de fev de 2013

Extraordinário por R. J. Palacio

Narrado da perspectiva de August e também de seus familiares e amigos, com momentos comoventes e outros descontraídos, Extraordinário consegue captar o impacto que um menino pode causar na vida e no comportamento de todos, família, amigos e comunidade – um impacto forte, comovente e, sem dúvida nenhuma, extraordinariamente positivo.

Autora: R. J. Palacio
Editora: Intrínseca
ISBN: 8799580573015
Páginas: 318
Nota: 

Quando um livro surge para mover o público, ele faz o combinado. É muito fácil listar os títulos que viraram febres em questão de pouco tempo, que tiveram uma divulgação tão grande e abrangente que mesmo quem não se identifica com a sinopse, tem vontade de ler e descobrir sobre o que todos estão falando. Esse é meu sentimento com Extraordinário, debut de R. J. Palacio, que mesmo não tendo uma conexão inicial Joana-Livro, me deixou com vontade de conhecer a história que está fazendo toda blogosfera esbanjar amor. 

O protagonista é August (Auggie para os íntimos), de 10 anos, que sofre de uma síndrome rara que, digamos assim, deixou seu rosto assustadoramente diferente. As crianças tem medo de seu rosto. Nem adultos conseguem esconder o choque da primeira impressão. Mas Auggie já se acostumou com isso e não se deixa abater tanto sobre o que as pessoas cochicham (de forma audível) sobre ele. Agora ele vai, finalmente, começar a frequentar uma escola e interagir com mais crianças. August pode estar preparado, mas e o contrário?

Extraordinário tem uma temática mais séria, sem dúvidas. Entretanto, não se pode dizer que o bullying é o drama central, apenas um pano de fundo constante. Mesmo assim, não considero o livro dramático. Pode ser reflexivo, pode dar lição de moral, pode emocionar em vários trechos, mas não, não é um drama. Isso tudo porque Auggie é o personagem mais meigo da vida, tão doce e divertido, que mais encanta do que deprime. É uma história fofa sobre aceitação e o quanto a sociedade pode ser preconceituosa, mas dê destaque para o "história fofa" nessa sentença.

O foco principal da narrativa é Auggie, mas para dar uma versão completa dos fatos, vários personagens tem sua vez contando a história. Todos são em primeira pessoa, capítulos pequenos e dinâmicos, a grande maioria contando sua relação com August e sua deformidade facial. Mesmo assim, a maior parte da história é pelos olhos do protagonista, as coisas andam mais quando ele está contando. A visão de seus amigos e pessoas ao redor é apenas o outro lado, não o foco. Quero citar que quem mais me emocionou nisso tudo foi a narrativa de Via, sua irmã mais velha. Ok, foi pessoal.

Já repeti isso mil vezes, mas quero falar mais um pouco: Extraordinário é muito, muito, muito fofo. Uma leitura rápida e fluida, principalmente levando em consideração o tamanho dos capítulos (tem até menores que uma página). Os personagens são ótimos e divertidos, o livro diverte, emociona e cativa. Eu adorei, mesmo não sendo o meu estilo (não costumo levar protagonistas de 10 anos a sério). Recomendo!
Bjs,
Para vc que me ama, Girlie Poderosa

9 comentários:

  1. Realmente o livro está sendo muito bem divulgado. No começo,assim que vi a capa pela primeira vez não imaginava que por trás existia uma história assim.
    Gostei, essa é a primeira resenha que leio do livro é fiquei com muita vontade de o ler.
    Bjos...

    ResponderExcluir
  2. Tenho muuuuuita vontade de ler Extraordinário! Eu gosto dessa temática de bullying e reflexão moral! Fiquei tentado em trazer ontem da livraria quando eu o vi, mas me contive!

    ResponderExcluir
  3. Eu vi muito sobre esse livro, mas confesso que jamais imaginaria que a historia seria essa, sério, eu imaginava algo mais leve sabe?

    O livro parece ser realmente bom! To com vontade de ler agora

    Beijos
    http://www.literarioecultural.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. tenho muita vontade de ler este livro, pois ele parece ser bem chocante.
    logo na primeira vez que vi a sinopse dele senti que precisava comprar!
    adoro livros com capítulos pequenos, porque sabe né, "só vou ler mais um antes de dormir" hahaha
    só sei que preciso comprá-lo logo *-*

    ResponderExcluir
  5. Olha vou falar a verdade, se fosse pra comprar o livro sem ter lido nenhuma resenha, so a sinopse e capa nao compraria, pq pra mim a capa influencia mt.
    Mas gostei bastante da estoria e o livro parece ser mt interessante e fiquei super curiosa para saber oq acontece com ele ja que isso acontece com varias pessoas.
    bjim

    ResponderExcluir
  6. Essa é a segunda resenha que leio desse livro, e as opiniões não divergiram muito. Estou muito interessada em ler "Extraordinário", o fato da narração ser em primeira pessoa, os capitulos curtos e intercalados, personagens interessantes, um pouco de drama misturado com bom humor, enfim tudo isso me atrai. Ótima resenha ;)

    PS: No 1° paragrafo a frase: "me deixou com vontade de conhecer a história está fazendo toda blogosfera esbanjar amor", não faltou um "que " antes de está?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lais! Verdade, faltou mesmo. Já corrigi, obrigada <3 Bjs

      Excluir
  7. De uma coisa eu sei, quando começar a ler o livro irei chorar horrores, sempre quando a historia é nesse estilo eu choro. Enfim desde quando a capa do livro foi divulgada fiquei BEM curiosa com ele, naoo vejo a hora de poder conhecer um pouco mais o August e repensar em algumas coisas.

    ResponderExcluir
  8. Quando vi o nome do protagonista, de cara me lembrei do Augustus, de A culpa é das estrelas [por sinal, livro apenas perfeito que me fez chorar até secar] e já fiquei morrendo de vontade de ler, depois da capa e da sinopse estou aqui implorando uns trocados pra poder comprar... Agora, depois dessa resenha super emocionada, minha mãe que me aguente.
    Adoro esses livros que fazem a gente pensar um pouco, nos colocarmos no lugar do outro e, me chamam de masoquista, adoro livros que me fazem chorar.

    ResponderExcluir

E chegamos a parte maravilhosa em que vocês participam do blog comigo! Deixe sua opinião sobre o que leu/viu, só com alguns poréns:
- Comentários ofensivos à autora do blog ou outros comentaristas não serão aprovados.
- Comentários preconceituosos ou/e de caráter sexual não serão aprovados.
- Comentários anônimos não serão aprovados, a ferramenta só está ativada pela liberação de comentários com NOME+URL de pessoas não cadastradas no Google, etc.
- Comentários unicamente de divulgação não serão aprovados.
- As respostas serão feitas na página de comentários, em caso de mais urgência, utilize a ferramenta "Contato" na lateral.
Tirando essas pequenas regrinhas, fiquei a vontade! O espaço é de vocês :D Aliás, obrigada pelo comentário!