5 de fev de 2013

Dark life por Kat Falls

Vida Abissal #1
"O oceano teve seu nível elevado, engolindo as terras". Terremotos chacoalham os continentes, mergulham regiões inteiras sob as águas. Agora, as pessoas vivem espremidas em cidades de habitações empilhadas. Os únicos que têm algum espaço próprio são aqueles que habitam o solo marinho, na Vida Abissal. Ty durante toda sua vida esteve sob o mar profundo, ajudando na fazenda de sua família no solo oceânico. Mas, quando bandidos atacam seus vizinhos, Ty se vê em meio a uma luta para salvar o único lar que conheceu. Em parceria com Gemma, uma garota da superfície que veio para o mundo submarino para procurar por seu irmão, Ty se aventura pelas fronteiras do submundo e descobre segredos que podem ameaçar a vida submarina... segredos que podem destruir tudo.

Autora: Kat Falls
Editora: Ciranda das Letras
ISBN: 9788562018077
Páginas: 288
Nota: 

Quero abordar essa história começando por uma aula de geografia da sexta série que me deixou sem dormir por várias noites: ia chegar um momento em que as geleiras iam derreter tanto que a água iria engolir parte da Terra. Lembro de ficar desesperada por achar que nunca conheceria a Disney. Quando a gente cresce as prioridades mudam. Agora tenho medo de não conhecer Los Angeles. Enfim. Dark Life, primeiro volume da série Vida Abissal, de Kat Falls, parte dessa ideia, uma mistura de distopia, aventura e Bob Esponja.

Então as geleiras derreteram e parte da Terra foi submersa, as chamadas Elevações. Para melhor lidar com a falta de espaço, o governo criou um projeto experimental com uma comunidade vivendo 100% embaixo d'água. Ty foi o primeiro ser humano a nascer e ser criado totalmente nas profundezas, e depois dele, várias outras crianças vieram. O projeto dá certo e os Abissais dependem tanto dos Topeiros quanto o contrário. Esse é só o cenário criado por Kat, é nesse momento que a distopia e o Bob Esponja dão espaço para aventura.

Existe um grupo de criminosos soltos nas profundezas, e depois da policia tentar prendê-los e fracassar, colocam tal missão nas costas da comunidade, caso contrário o governo cortaria todo o apoio dado ao projeto. Essa é a premissa básica, tudo se desenrola a partir dai. É bastante diferente e foge de clichês. Nunca tinha visto algo parecido com Dark Life, e isso, para mim, foi o grande truque. Não é uma mitologia própria, é um pano de fundo completamente novo. São nessas horas que a sede de informações sobre o cenário vai ao ápice e você só quer ler e ler mais um pouco.

O protagonista é Ty, um garoto de 15 anos que o máximo que passou no "Topo" (como é chamada a Terra firme) foram alguns meses. Ele é muito corajoso, o que obviamente significa que encrencas seguem ele. Já Gemma é uma garota do topo que vai para as profundezas atrás do irmão mais velho, e lá acaba se tornando amiga de Ty e parceira de "crime". Ou de solução de crime, já que né. Ela é o lado inteligente da equipe, o que faz os dois realmente se completarem.

Sabe um livro muito pouco conhecido que você não apostava nada? Meu sentimento errôneo com Dark Life antes de embarcar na trama. Como boa fã de Bob Esponja (sim, tenho 16 anos e amo Bob, julgue!), fui encantada pela história, pela ideia e pelos personagens. O livro é divertido, bem escrito, tem uma diagramação incrível (mas não tem orelhas e a folha é branca) e é algo realmente diferente. Recomendo!
Bjs,
Para vc que me ama, Girlie Poderosa

9 comentários:

  1. Fiquei curioso pela história! Não a conhecia, mas achei legal a ideia de Bob Esponja, distopia e aventura! Além do mais, adorei a ideia de ter um menino como protagonista, afinal todas as distopias ultimamente só são meninas!

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Não só o livro, como a editora são completamente desconhecidos pra mim, mas até que gostei da trama. Bem interessante isso. Sempre imaginei se a humanidade não evoluiria a ponto de sobreviver depois que as catastrofes naturais previstas pelos ambientalistas acontecessem (eu não posso morrer sem ver minha Paris). Não sei se o lerei, mas se topar com ele em alguma estante ou me disponibilizarem de alguma maneira...
    Por favor, Joana, tenho 18 e Bob Esponja é só amor pra mim. Lulamolusco é o melhor personagem ever. <3

    ResponderExcluir
  3. eu ri com o bob sponja hahaha
    tbm sou fã dele, e tenho 19 anos hahahahahaah
    credo, tbm fiquei noites sem dormir apavorada com o derretimento das geleiras, então acho que não iria conseguir ler este livro... tenho certeza que eu iria me apavorar demais Oo

    ResponderExcluir
  4. Já tinha ouvido falar desse livro no Estante da Nine, e fiquei curiosa mas por algum motivo ainda não tinha marcado no skoob. Aproveitei pra marcar afinal fiquei bem curiosa pra ler.

    ResponderExcluir
  5. É isso mesmo, é uma leitura adolescente, mas que não deixa de ser interessante, ate por ser diferente de tudo.
    A criatividade da autora é impressionante! E é bacana que ela trás a mensagem do aquecimento global...
    Nunca tinha ouvido falar do livro e nem tinha visto a capa dele em alguma livraria (nao que eu me lembre)
    Parabens pela resenha. :)
    bjim

    ResponderExcluir
  6. É a primeira resenha que li desse livro, até o momento a editora e a autora eram completamente desconhecidos para mim.
    Leituras mais adolescentes são boas para distrair, mas não sei se é o tipo de livro que eu leria..

    ResponderExcluir
  7. Garota, com essa resenha, ja pesquisei e ja comprei meu exemplar. Ser viciada em distopias ajuda, eu acho, mas despertou muito meu interesse, principalmente no primeiro paragrafo porque me lembro do tempo de colégio também. Enfim, muito massa! Devo ler assim que ele chegar e sobrar um tempinho.

    Beeeeeeeeeijos :*

    ResponderExcluir
  8. Não conheci essa série mas... de verdade ela me pareceu uma viagem kkkkkkkkk

    Acho que senti uma vontade de lê-lo só pela sua comparação com o Bob Esponja kkkkkkk

    ResponderExcluir
  9. Bem acho que nao preciso falar que desconhecia completamente o livro né?! Pois é mas é legal o enredo que o livro trata.

    ResponderExcluir

E chegamos a parte maravilhosa em que vocês participam do blog comigo! Deixe sua opinião sobre o que leu/viu, só com alguns poréns:
- Comentários ofensivos à autora do blog ou outros comentaristas não serão aprovados.
- Comentários preconceituosos ou/e de caráter sexual não serão aprovados.
- Comentários anônimos não serão aprovados, a ferramenta só está ativada pela liberação de comentários com NOME+URL de pessoas não cadastradas no Google, etc.
- Comentários unicamente de divulgação não serão aprovados.
- As respostas serão feitas na página de comentários, em caso de mais urgência, utilize a ferramenta "Contato" na lateral.
Tirando essas pequenas regrinhas, fiquei a vontade! O espaço é de vocês :D Aliás, obrigada pelo comentário!