11 de jan de 2013

A culpa é das estrelas por John Green

Em A Culpa é das Estrelas, Hazel é uma paciente terminal de 16 anos que tem câncer desde os 13. Ainda que, por um milagre da medicina, seu tumor tenha encolhido bastante — o que lhe dá a promessa de viver mais alguns anos —, o último capítulo de sua história foi escrito no momento do diagnóstico. Mas em todo bom enredo há uma reviravolta, e a de Hazel se chama Augustus Waters, um garoto bonito que certo dia aparece no Grupo de Apoio a Crianças com Câncer. Juntos, os dois vão preencher o pequeno infinito das páginas em branco de suas vidas.

Autor: John Green
Editora: Intrínseca
ISBN: 9788580572261
Páginas: 288
Nota: 
Comprar (corre que tá barato!)

Sempre falo da dificuldade de escrever uma resenha, ou de começa-la, pelo menos. Então quando o livro é A culpa é das estrelas, a coisa realmente fica feia. Meldels, gente, é A culpa é das estrelas, o melhor livro do ano pelo The New York Times. A fama precede o livro. Foi só comentar no twitter que ia começar a leitura, para receber inúmeros tweets me mandando estocar lenços. Como eu disse, ACEDE já vem carregado de labels. Carregado de expectativa e spoiller também.

Mais uma história sobre adolescentes com câncer, mais um romance lindo e história marcante. Entretanto, muito se percebe do autor. Se Nicholas Sparks deixa todo mundo melancólico, John Green sabe fazer humor. As tiradas são engraçadas, inteligentes e com uma espécie de humor negro que conquista. Porém, com a quantidade de spoiller que você começa um livro com esse já sabendo, você se sente mal por rir. Durante 288 páginas, me senti o ser mais miserável da vida por acabar rindo das piadas. Não tem graça, poxa, por mais que as palavras tenham.

Hazel tem câncer de pulmão desde os treze anos. Ela sabe que vai morrer, sabe que sua expectativa de vida é minima e passa a maior parte do tempo assistindo reality show. Augustus teve câncer dos ossos, uma perna amputada, mas agora vive bem com suas 80% de chances de cura total. O relacionamento deles começa no Grupo de Apoio, e evolui de uma forma tão calma e tão linda, que se torna algo incrível de acompanhar, que dá mais e mais vontade de ler. Além de que Augustus é maravilhoso, com seu ego inflado e palavras difíceis numa vã filosofia. Os diálogos entre os dois são impossíveis de não encher de tags.

Mas o que todo mundo mais quer saber é a parte mais dolorosa. A culpa é das estrelas dói, machuca, magoa, emociona e destrói o leitor. John Green consegue manter o tom mórbido durante todo o livro, afinal, o câncer é parte ativa do dia a dia dos personagens. Mesmo assim, ele consegue inverter o jogo algumas vezes. Eu imaginei o final do livro no maior momento imagina-que-surpreendente-se-isso-acontece, e francamente, John Green, era apenas um pensamento, não um desafio. Chorei. É impossível não chorar. Só procurem evitar passar da página 200 enquanto estiverem em lugar público. Ah, atender o telefone quando está fungando também não é legal.

Eu tinha duas opções quando terminei a leitura. Poderia dar uma estrela para John Green, ficar furiosa, declarar ódio eterno, mas me corroer de culpa por julgar um livro inteiro pelo final. Também podia dar cinco estrelas, ficar furiosa, declarar ódio eterno pelo autor, e procurar quando lança outro livro dele, porque sou mortalmente contradizente. Eu adorei, achei lindo, morri de chorar e molhei várias páginas. Continuo furiosa, mas acho que ACEDE é tipo leitura obrigatória.
Bjs,
Para vc que me ama, Girlie Poderosa

68 comentários:

  1. Antes mesmo de ler este livro, já estou super emocionada, depois de tudo que li sobre o livro, só posso criar uma expectativa enorme. Quando o assunto é doença, sempre é complicado. Fazer o leitor rir e chorar, nessa mistura de sentimentos é fantástico. Quero esse livro pra ontem!!!!

    ResponderExcluir
  2. É, A culpa é das estrelas é um dos livros mais comentados do momento, e eu ainda não li. Mas vontade é o que não falta. Todo mundo fala tão bem do livro, que é emocionante e tudo mais... Morro de vontade de ler!

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. que resenha perfeita! eu te disse no twitter que ia chorar com ela também, pois bem estou!

    Adorei o livro, os personagens.E a resenha, disse tudo o que eu diria!

    John Green seu destruidor de ♥!

    *-*

    ResponderExcluir
  4. Eu ainda não tive coragem de ler esse livro, mesmo morrendo de vontade e todo mundo falando dele, eu sei que ele eh um livro incrivel, mas quem tem casos desse tipo na família é complicado ler... mas eu ainda vou fazer isso...

    Adorei a sua resenha

    beijos

    ResponderExcluir
  5. Confesso que quando vi a capa de A culpa é das estrelas, pensei que era mais um livro infantil, nem cheguei a ler a sinopse. Mas dai começaram a falar deste livro nas redes sociais e nos blog literários. O livro apresenta uma historia de superação incrível a personagem parece que já se conformou que tem a doença, e sabe que um dia ira falecer. Bem ainda não li o livro mas ele me parece ser muito emocionante,esse é o tipo de livro que faz repensar o que voce esta fazendo e enche os olhos de lagrimas.
    Com certeza entrou na lista dos livros mais desejados. *-*
    bjim

    ResponderExcluir
  6. li este livro semana passada, e acho que estava esperando muito dele, pois acabei me decepcionando :(
    claro, é um livro lindo, gostei bastante, mas não morri chorando, apesar de pensar que iria ;x
    ESPERO QUE NINGUÉM LEIA MEU COMENTÁRIO, POIS VOU SOLTAR UM SPOILER AGORA EM 3...2....1
    só chorei na hora em que o Gus faz seu velório antes da sua morte :'(
    fiquei bem decepcionada com o final tbm... senti que o autor queria terminar logo o livro e não deu um final muito adequado :S

    ResponderExcluir
  7. Esse livro causa emoções fortes heim, kkkkk

    Pretendo lê-lo em breve, ;)

    ResponderExcluir
  8. Um livro sobre o tema só pode ser muito emocionante, escrito por John é emoção na certa. Ótima resenha

    ResponderExcluir
  9. ess elivro já me falaram maravilhas e eu logico estou louca para ler e agora fiquei mais ainda vc escreveu coisas que eu amei !

    ResponderExcluir
  10. Gostei muito desse livro, os personagens são tão reais e cativantes que é impossível não gostar de todos.
    Realmente esse livro é uma leitura obrigatória.

    ResponderExcluir
  11. Amei sua resenha!
    Acho esse livro muito polêmico, muita gente adora, muita gente odeia, morro de curiosidade em lê-lo e saber minha opinião.
    Na primeira vez em que ouvi falar dele, imaginei que fosse algo a la Nicholas Sparks, mas como disse, ele usa humor negro e inteligente.
    Espero gostar tanto do livro quanto você.
    Beijos!
    http://vidadaleitora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Estou doida pra ler esse livro... mas as resenhas tão contraditórias me dão medo ASHUSHA é o tipo de livro que estou sedenta pra ler, mas tenho medo de me decepcionar completamente.
    Um final surpreendente e uma história fofa e real?
    Talvez seja hora de sair do sobrenatural pra variar. Adorei a resenha! - e já estou sofrendo pra ler

    ResponderExcluir
  13. A Culpa é das Estrelas já está na minha lista de desejados há tempos, e sempre que vejo uma resenha sobre o livro, o leitor chorou oceanos.
    O tema é tão triste, mas a história realmente parece ser tão linda, tocante e maravilhosa que eu com certeza lerei o livro este ano.
    A capa do livro é linda, e nem parece que é uma história de uma paciente com câncer, acho que esse foi o propósito.
    Mas, já sei que ACEDE é leitura obrigatória e pretendo ler o mais rápido possível!

    Beijos,
    salaodelivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  14. Estou doida para ler esse liro, e esta resenha só e deixou com mais vontade! Parabens por esta!

    ResponderExcluir
  15. Adoreii a resenha !!! É um otimo livro !! Estou louca com ele !!
    Queroo muito !!

    ResponderExcluir
  16. Já ouvi falar muito do John Green, mas nada relacionado a algum livro que ele tinha feito. Confesso que quando vi a capa de A culpa é das estrelas, pensei que era mais um livro infantil, nem cheguei a ler a sinopse. Mas dai começaram a falar deste livro nas redes sociais e nos blog literarios. O livro apresenta uma historia de superação incrivel a personagem parece que ja se conformou que tem a doença, Bem ainda nao li o livro mas ele me parece ser muito emocionante,esse é o tipo de livro que faz voce repensar o que voce esta fazendo da sua vida.

    ResponderExcluir
  17. Olaa!
    Eu ainda nao li o livro mas pela resenha ele parece ter uma tematica um pouco forte, se tratando de uma doenca e tal, mexe mto com o leitor, mas tbm eh uma historia de licao de liva, isso eh o mais importante!!
    Bejos!

    ResponderExcluir
  18. Comprei esse livro ano passado pra fechar um boleto na Saraiva, nem fazia ideia do que ele tratava. Acabei lendo esse livro esse mês, pra poder conversar sobre ele com as meninas do Clube do Livro. Na verdade eu relutei muito em ler depois de descobrir sobre o que ele trata. O assunto do livro - cancer- é algo muito "presente" pra mim, então ler esse livro foi como revirar várias coisas. Concordo com o autor, não precisa ser real pra ser algo incrível, acho que quem nunca passou por essa experiência pode vir mesmo a amar esse livro (imagino que seja esse o seu caso). Eu amei, tornou-se favorito. Chorei e ri e quando vi já tinha acabado. Certamente lerei outros livros dele.

    ResponderExcluir
  19. Pelo que sei do livro ele é MUITO FERA. A dona Joana Argenta me contou um pouco da história e eu to com muita vontade de ler. Pelo que percebi lendo a resenha e falando com a blogueira o livro é bem forte e emocionante.

    ResponderExcluir
  20. Amei a resenha, de verdade! Estou louca pra ler esse livro, embora ainda não tive a oportunidade. E você não é a primeira a falar tão bem dele, por isso já estou super curiosa! Amo John Green, ele é um escritor incrível! Já li "Quem é você Alasca?", também dele, e eu super recomendo!

    Bjss

    ResponderExcluir
  21. Nossa amei a resenha, ele realmente está muito barato! Já comprei, agora é só esperar chegar!

    ResponderExcluir
  22. Um dos livros mais lindos que eu já li. Depois de lê-lo virei fã do John Green. E como muitos dizem, eu seria capaz de ler até a lista de compras do John haha. Ótima resenha (e dicas, aliás, chorar na rua não é legal).
    Beijos.
    http://desventurasembooks.wordpress.com

    ResponderExcluir
  23. ótima resenha!! estou mto ansiosa pra ler esse livro ele parece ser mto bom!!!

    ResponderExcluir
  24. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  25. Acho que você abordou muito bem os pontos de ACEDE. Ele é um livro meio brutal, é uma enxurrada de sentimentos e emociona lá dentro, lá no intimo, no profundo. Fico encantada quando um livro me dá o que ACEDE me dá: Muito que pensar, muito que considerar. Por várias vezes eu me senti uma das personagens, e quando aconteceu o que aconteceu com o Gus, a dor que eu senti foi como se tivesse sido o meu namorado. Foi incrível, doloroso, mas incrível. Um encanto também como o Green conseguiu fazer piadinhas como os problemas dos personagens, não os insultando. Fazendo com que déssemos risadinhas mas não nos sentíssemos culpados por isso, porque que era maldade ou crueldade. Era só lidar com sua realidade. Foi uma leitura maravilhosa.

    ResponderExcluir
  26. Lindo livro! Extremamente sensível ao abordar um tema tão delicado. Sem pieguismos, deve ser lido por todos que querem realmente se emocionar.

    ResponderExcluir
  27. Acho que esse é um dos únicos livros que só vejo resenhas positivas, claro que falam do final e tal, mas dizem que a história é maravilhosa e estou MUITO ansiosa para lê-lo :D

    ResponderExcluir
  28. Esse livro é impressionante. Até hoje, nunca li nenhuma resenha negativa sobre ele (e olha que foram muitas). Confesso que não é o tipo de história que gosto de ler, pois mesmo tendo várias partes divertidas, me parece ser bastante triste e denso. Mesmo assim, tenho certeza que vale a pena dar uma lida nele. Espero ter a oportunidade em breve.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  29. Eu estava morreendo de vontade de ler esse livro.. já vi várias fotos e todo mundo amou o livro! Ultimamente eu to com vontade de ler romance e acho que esse seria fofinho, apesar de ser uma história triste.

    ResponderExcluir
  30. É o livro mais falado ultimamente, e acho que merece todo o mérito por isso. Qualquer história sobre doenças são fatalmente depressivas, mas falam tão bem do humor de John Green, do romance doce do livro, da emoção da trama toda. E eu não acredito que o livro tenha somente 288 páginas. A cada resenha que eu leio me dá mais vontade de ler, e eu sei que se eu ler, irei chorar horrores como uma menininha de soluçar e balançar a cabeça, mas mesmo assim, eu quero ler. haha

    ResponderExcluir
  31. Realmente "A culpa é das estrelas" desperta sentimentos contraditórios, ainda não tive a chance de ler, mas estou realmente com muita vontade de começar essa leitura que dizem ser tão gratificante e encantadora. O tema é difícil, mas pelo visto John conseguiu falar de câncer de uma forma "bonita". Espero gostar da leitura.

    ResponderExcluir
  32. Nossa, sua resenha me deixou com mais vontade ainda de ler esse livro. Todo mundo anda comentando sobre ele, e todas as minhas amigas falam que eu tenho que ler. Esse livro é um dos meus mais desejados. Essa estória deve ser realmente tocante, e espero muito ter oportunidade de lê-lo.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  33. Leitura obrigatória... participando da promo!!

    ResponderExcluir
  34. Só o que eu já li sobre o livro me deixou ansiosa para ter ele nas mãos.Eu gosto quando o livro te toca e faz você pensar em coisas que jamais passaram por sua cabeça.

    Gostaria muito ler !!! Mas uma de minhas metas.

    :) Resenha que te deixa afim demais de ler !!!

    ResponderExcluir
  35. Pra mim, esse não é um daqueles livros que te atraem pela capa, só depois de algumas resenhas que a gente sente vontade de ler, porque são sinceras e mostram o que realmente o livro tem a te oferecer.Não gosto muito de dramas, mas tenho lidas tantas resenhas positivas sobre esse livro,que realmente fiquei interessada em ler, mas não é uma prioridade de leitura.

    ResponderExcluir
  36. Esse livro parece ser muito emocionante, esse sempre é um assunto delicado, mas que infelizmente muitas pessoas passam. Talvez o humor tenha servido para amenizar essa dor, mas o livro não deixa de ser menos chocante, doloroso e emocionante. É um livro em que deixamos nossas emoções em cada palavra. Quero muito ler, mas estou receosa de me emocionar demais hehe. Tenho um certo receio de histórias tristes assim.

    ResponderExcluir
  37. Esse livro me destruiu. Isso é tudo. Li ele em menos de dois dias e chorei, chorei MUITO. Queria esbofetear John Green até ele mudar aquele final u.u kkk E quando achei que estava me recuperando, leio a ultima página e aquela carta e aí desabei a chorar de novo. Leitura obrigatória, sem duvidas

    ResponderExcluir
  38. Pra mim a cada dia se torna mais difícil não dizer que ainda não li ACEDE, todos amam o livro e sinceramente quero fazer parte do grupinho, dos que choram, dos que xingam e dos que no final criam um ódio mortal pelo John, mas que também cultivam um amor pelo seu modo de escrever, já li um livro do John e só posso dizer que seu humor é sublime, espero realmente em breve poder ler ACEDE.

    ResponderExcluir
  39. Esse livro é perfeito!!! Estou louca pra ler outros livros do John!!!! A Hazel e Augustus é um casal tão fofo, tão bonitinho!!!
    Nossa no final do livro eu tive vontade de matar o John!!
    O que mais adorei em ACDE é a escrita do autor, ele escreve de uma forma espontânea e bem engraçada que quebra mais o lado triste do livro!!

    meudiariojk.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  40. Quero muito ler! Para todo lugar que olha vejo John Green pra lá e pra cá! Me sinto excluida por não ter lido nenhum livro dele!
    Adorei sua resenha me deu mais vontade ainda de ler (ou chorar! Sou uma manteiga derretida confesso!)
    Beijos

    ResponderExcluir
  41. resenha perfeita!livro perfeito! :)

    ResponderExcluir
  42. esse livro é perfeito!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  43. Os livros de Green são tão lindos. Este por exemplo tem uma história fantástica e apaixonante. Sua resenha foi uma das melhores que já li sobre a história. Ansiosa por conhecer mais da obra.

    ResponderExcluir
  44. Super interessante a historia,ainda nao li nenhum livro desse autor,mais amei a historia.........

    ResponderExcluir
  45. Só sei que PRECISO ler esse livro. Ainda não sei porque ainda não li diante de tantas críticas positivas!
    Vai ser minha primeira leitura sick lit, espero também me apaixonar pelos personagens e, claro, chorar! ;)

    ResponderExcluir
  46. Taí um livro que deve dar uma letargia literária danada! Sr. Green, a culpa não é das estrelas, é sua!

    ResponderExcluir
  47. Adorei esse livro! Li essa semana!
    Fui com muitas expectativas e não foi o que eu esperava, mas eu ainda assim fui surpreendida. Esse livro é um dos meus favoritos, e é muito triste saber que algumas pessoas não gostaram dele. O Gus realmente me cativou, me apaixonei por ele, mas do que qualquer outro personagem até hoje. A Hazel é o tipo de garota que seria minha amiga, sincera, realista, engraçada e inteligente.
    Adorei mesmo, e espero ler outras obras do John Green o mais breve possível.

    Beijos!
    http://temponaoperdido.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  48. Li esse livro no fim do mês passado, e a melhor parte é o jeito do Gus *-*
    Me decepcionei um pouco com o livro, não sei, talvez pelo fato de ser modinha? :/

    ResponderExcluir
  49. Tô triste! Ai, mesmo sabendo que vou chorar horrores eu preciso ler esse livro, realmente é uma leitura obrigatória. Tô com o coração apertado só por ler a resenha!!

    ResponderExcluir
  50. uns do livros mais lindos da vida , chorei muito lendo , nao canso de reler !

    ResponderExcluir
  51. Parabéns pela resenha. Esse é um dos livros mais incríveis que já li

    ResponderExcluir
  52. Acho que não tem nem como alguém falar mal desse livro! É perfeito demais, omg. Chorei 29381209381092830912 de vezes ♥

    ResponderExcluir
  53. Ai meu Deus, só que eu que ainda não Li esse livro?? acho que é medo.. sério.. eu sou chorona demais e já imagino como será o desfecho... o livro é tão tão popular que intimida um pouco, mas com certeza eu lerei ele com certeza... fiquei até sabendo que vão lançar um livro com a menina que inspirou o John nesse livro... ela já faleceu '~' enfim, linda resenha agora sim eu crio coragem e leio rs

    ResponderExcluir
  54. Estou em um relacionamento sério com A culpa é das estrelas é o João Verde <3 sério, eu AMO esse livro, e o que me encanta é essa forma de mostrar o câncer, ela não menospreza o problema nem diminui, mas mostra a realidade pelo ângulo de quem tem a doença e vive uma vida "normal", confesso que após ler o livro passei a ter uma visão completamente diferente de quem tem a doença, foi como tirar um aperto do meu peito quando eu via alguém nesse estado, a forma como ele retrata tudo, o romance dos dois, tão clichê mas tão lindo. Eu cometi o erro de ler o final na rua, imagina, a cena foi constrangedora, não imaginava que ia chorar tanto, alias, eu quase nunca choro lendo um livro,foi novidade pra mim, uma novidade muito boa á propósito

    ResponderExcluir
  55. Esse foi um dos livros que maos me atraiu, li poucos capitulos dele e esse pequenos capitulos me inspiraram bastante, é um romance, uma superação, é lindo, e gostei bastante da sua resenha. Bjos.

    ResponderExcluir
  56. Nossa, esse foi um dos melhores gastos que eu tive com livros. De tanto que as pessoas falavam sobre o como esse livro era emocionante,não resisti e comprei. Assim que terminei de lê-lo,me debulhei em lágrimas. Teve uma parte que me emocionou demais,me fez pensar na minha mãe e o quanto eu a amo e me fez pensar sobre o que ela sentiria se no lugar da Hazel fosse eu a ter câncer. E como eu não suporto a ideia de vê-la infeliz,chorei rios de lágrimas.

    ResponderExcluir
  57. Um dos melhores livros que li esse ano. Adoreeeeeeeeeeei e sempre que posso releio.

    ResponderExcluir
  58. Sou um dos poucos que nao leu ainda esse "clássico moderno". Mas, pretendo le-lo antes de ver o filme.
    Um dos maiores arrependimentos meus desse ano foi nao ter ido falar com uma garota que vi estar lendo esse livro num lugar público. Podia ter feito uma amizade literária, vacilei.

    ResponderExcluir
  59. Eu li o livro quando lançou e não senti isso tudo que todo mundo sentiu quando leu , sei lá faltou alguma coisa, pra mim o livro deixou claro o que ia acontecer , sem surpresas , não chorei não gostei tanto assim.Quero ver o filme, talvez eu goste mais apesar de não gostar de adaptações.

    ResponderExcluir
  60. Eu li o livro...É simplesmente lindo.
    Pena que li em PDF.
    Quero adquirir e reler o livro logo..
    =')
    http://rascunhosdeguardanapo.blogspot.com.br/#_=_

    ResponderExcluir
  61. Quero muito ler esse livro, a resenha me deixou com mais vontade de ler o livro

    ResponderExcluir
  62. confesso que ainda não li, mais vejo falarem tanto nele que to com vontade de ler e ja vou preparar os lenços e quero ver muito o filmee, gostei da sua resenha me ajudou muito a entender um pouco do livro

    ResponderExcluir
  63. Não sou muito fã de livros que são sobre doenças e tudo o mais, acho que o final já é meio obvio (alguém vai morrer) e se não morrer eu vou ficar pensando: "Poxa, mais um final feliz de conto de fadas? A vida não é assim". Com toda essa contradição de pensamentos acabo recusando ACEDE

    ResponderExcluir
  64. Sabe que eu estou adiando a leitura desse livro? Só porque tenho um filho adolescente e viver esse drama das personagens já me dói antecipadamente o coração.
    Mas sou super fã de dramas e John Green é mesmo habilidoso em contar uma boa história, em envolver o leitor. Sempre li ótimos comentários sobre ACEDE, sobre como aborda de maneira inteligente tamanho drama e como consegue trazer os pensamentos e sentimentos adolescentes como se fosse um. Isso me encanta num autor.
    Quero ler, sim. Vou esperar um tempo mais ameno no meu coração, menos emotivo talvez, para pegar esse livro que já encantou tantas pessoas!

    ResponderExcluir
  65. Sabe que eu estou adiando a leitura desse livro? Só porque tenho um filho adolescente e viver esse drama das personagens já me dói antecipadamente o coração.
    Mas sou super fã de dramas e John Green é mesmo habilidoso em contar uma boa história, em envolver o leitor. Sempre li ótimos comentários sobre ACEDE, sobre como aborda de maneira inteligente tamanho drama e como consegue trazer os pensamentos e sentimentos adolescentes como se fosse um. Isso me encanta num autor.
    Quero ler, sim. Vou esperar um tempo mais ameno no meu coração, menos emotivo talvez, para pegar esse livro que já encantou tantas pessoas!

    ResponderExcluir
  66. Eu li esse livro em pdf e me apaixonei! É uma estória linda/triste e surpreendente. No começo eu não queria ler porque não curto livros que envolvem doenças mas a repercussão foi tanta que eu fiquei super curiosa. Quero muito adquirir esse livro!

    ResponderExcluir

E chegamos a parte maravilhosa em que vocês participam do blog comigo! Deixe sua opinião sobre o que leu/viu, só com alguns poréns:
- Comentários ofensivos à autora do blog ou outros comentaristas não serão aprovados.
- Comentários preconceituosos ou/e de caráter sexual não serão aprovados.
- Comentários anônimos não serão aprovados, a ferramenta só está ativada pela liberação de comentários com NOME+URL de pessoas não cadastradas no Google, etc.
- Comentários unicamente de divulgação não serão aprovados.
- As respostas serão feitas na página de comentários, em caso de mais urgência, utilize a ferramenta "Contato" na lateral.
Tirando essas pequenas regrinhas, fiquei a vontade! O espaço é de vocês :D Aliás, obrigada pelo comentário!