8 de nov de 2012

Elliot Allagash por Simon Rich

Elliot Allagash
Seymour Herson é um garoto tímido que é alvo de chacotas no colégio particular em Manhattan, onde estuda. Sua sorte muda com a entrada de um novo aluno, o rico e problemático Elliot Allagash, que já foi expulso de várias escolas. Entedidado, Allagash investe em um novo hobby; transformar Seymour no aluno mais popular do colégio, lançando mão dos mais complexos esquemas.

Autor: Simon Rich
Editora: Planeta
ISBN: 9788576658832
Páginas: 224
Nota: 

Depois de Glee, descobri que todo mundo tem um fraco por transformações, mesmo que consiga reprimir e esconder. Ver uma pessoa passar por uma grande redefinição pessoal, mudando atitudes e estilo... Vai dizer que não é divertido? Esse é um tema que eu adoro quando na literatura (e seriado, e filme...), e é uma ideia que eu compro. É algo fácil de conduzir, com lição de moral implícita e um clichê que não cansa com facilidade. Me pergunto porque não lançam tantos livros que exploram o plot. Para que romances sobrenaturais, distopias e eróticos quando existem livros com makeover, peeps??

O livro segue a ideia clássica: Seymour é o excluído do colégio que não se importa com essa situação, até conhecer Elliot, um multibilionário entediado, que propõe transformá-lo em popular para provar seu ponto de vista: dinheiro pode comprar tudo, incluindo amigos, admiração e sonhos. A critica a sociedade capitalista é uma das partes mais inteligentes da composição do livro, já que o autor não colocou em palavras grafadas, mas fez com que o leitor entendesse sua mensagem mascarada com extrema facilidade.

Outro ponto positivo do Mr. Rich (que ironia, glr) foi a construção da personalidade dos protagonistas, principalmente de Elliot. Quer conhecer garoto mais insuportável que Sheldon Cooper? Apresento-o, então. Elliot está acostumado com o mundo aos seus pés, com um elevador particular do quarto que é só jogar um bilhetinho e tem seu pedido atendido. Ele tem uma péssima relação com o pai (outro personagem não literalmente incrível), e isso cria um dos traços mais definitivos na vida dele: a frieza, a enorme barreira ao redor de si. Ele foi muito bem construído, fator que contribuiu demais para a qualitativa do livro.

No total, Elliot Allagash tem três capítulos. Sim, TRÊS capítulos! Mas, independentemente disso, a leitura flui tão rápido que você nem percebe que já passou. A transformação, o resultado e as consequências, com direito a passagem de anos, são bem encaixadas, sem furos e interrupções. Simon escreve bem, adiciona tiradas irônicas e reflexivas no momento certo, e escreve com um ritmo legal.

Gosto de protagonistas ambiciosos, e topar uma transformação pelo cara mais rico do mundo é um ótimo indicio dessa característica. Além de ter uma narrativa gostosa, uma ideia excelente e personagens bem estruturados, Elliot Allagash é aquele livro que consegue largar umas surpresas no meio. Só não gostei muito do final, sempre tenho esperança que... Ok, sem spoiller. Mas recomendo.
Bjs,
Para vc que me ama, Girlie Poderosa

11 comentários:

  1. Sheldon é insuportavelmente fofo! Adoro (na ficção, porque na vida real.. acho que socava! hahaha).
    Quanto ao livro, também gosto muito de transformações pessoais, de autodescobertas e voltas por cima. Mesmo que seja clichê, um livro com este tema tem boas chances de ser bom!
    bjs

    ResponderExcluir
  2. Oi,

    Tenho que concordar com a Ana: livros que tratam de dar a volta por cima, sempre são uma receita que dá certo *-*

    Fiquei curiosa, mesmo que a capa não tenha me atraido de primeira =P

    ~> Beijusss...;*

    ResponderExcluir
  3. Eu acho mesmo muito legal transformações e essa sem dúvida deve mesmo ser interessante.
    Gosto de leitura que flui rápido, assim você se envolve e nem percebe.
    Não é forçado.
    Gostei muito , parabéns :D

    ResponderExcluir
  4. sei lá, achei a capa muito sem graça, mas a sua resenha faz parecer que o livro é excelente! *---*

    ResponderExcluir
  5. Nao gostei mt da capa e da sinopse. Acho legal esses livros adolescentes e tals, mas esse parece ser meio, sem nexo.
    Gostei da sua resenha, mas nao sei... foi alguma cois ano livro msm que me deixou com o pe atras.
    bjim

    ResponderExcluir
  6. A temática de transformação eu já cansei de ver em filmes, principalmente naqueles mais "bobinhos", um e outro mostrando algo diferente ou simplesmente entretendo (Adoro Ela é Demais), mas tive que parar pra pensar se já tinha lido sobre isso. A principio pensei não ter lido (pelo menos algo que fosse claramente uma transformação e não uma evolução do personagem) mas aí me lembrei de Ídolo Teen da Meg Cabot, e percebi que já conheço essa formula de outros carnavais. Mas um cara propondo uma transformação para outro cara? Isso eu ainda não li e fiquei bastante interessada pelo todo da sua resenha, entrou pra lista de desejados.

    ResponderExcluir
  7. Gostei da história do livro, é sempre bom ler livros que nos inspire e nos dê força.
    E bom história assim, de superação.
    Gosei da resenha, não conhecia o livro, mais gostei de saber mais sobre a história.
    Bjos....

    ResponderExcluir
  8. O tema trasnformações já está realmente esgotado nos filmes, mas ainda não conhecia nenhum livro que tratava desse assunto. Com certeza é um livro que eu não leria, pois para miim esse tema é muito adolescente e eu não tenhoa paciência para esse tipo de leitura. Aaah, e a capa eu não achei feia, mas é bem diferente do que eu estou acostumada a ver. Parece com aqueles desenhos que meus amigos do colégio faziam no caderno com caneta.

    ResponderExcluir
  9. Parece interessante mesmo! Eu só acharia melhor se fossem 2 meninas, a popular e a excluida, na minha cabeça faria mais sentido, chamaria mais a atenção. =)

    ResponderExcluir
  10. A historia me atraiu,vou comprar,desejando mto ler.Bjs

    ResponderExcluir
  11. apesar de não ser o meu genero favorito, leria...gosto de criticas a sociedade hahahaha [ barraqueira] hahaha

    ResponderExcluir

E chegamos a parte maravilhosa em que vocês participam do blog comigo! Deixe sua opinião sobre o que leu/viu, só com alguns poréns:
- Comentários ofensivos à autora do blog ou outros comentaristas não serão aprovados.
- Comentários preconceituosos ou/e de caráter sexual não serão aprovados.
- Comentários anônimos não serão aprovados, a ferramenta só está ativada pela liberação de comentários com NOME+URL de pessoas não cadastradas no Google, etc.
- Comentários unicamente de divulgação não serão aprovados.
- As respostas serão feitas na página de comentários, em caso de mais urgência, utilize a ferramenta "Contato" na lateral.
Tirando essas pequenas regrinhas, fiquei a vontade! O espaço é de vocês :D Aliás, obrigada pelo comentário!