18 de out de 2012

Um romântico incorrigível por Devan Sipher

Um romântico incorrigível
Ele é um romântico incorrigível e também profissional, pois escreve uma coluna sobre casamentos para um importante jornal, cobrindo festas espetaculares de costa a costa do país. Mas há uma linha tênue entre ser um repórter bem-sucedido com uma matéria para escrever e ser um cara sozinho num sábado à noite, no casamento de um desconhecido. Tudo muda na primeira noite do ano, quando Gavin conhece Melinda, uma jornalista de viagens com um espírito aventureiro. Mas Melinda vai embora e parece ter desaparecido sem deixar rastros.Gavin inicia então uma jornada por Nova York em busca dessa intrigante mulher. E aprende que há algo pior do que perdê-la: ter que escrever um artigo sobre o casamento dela. 

Autor: Devan Sipher
Editora: Verus
ISBN: 9788576861874
Páginas: 252
Nota: 

Eu adoro chick lits. Adoro tudo que faz ele ser um gênero fútil: a leveza, a preocupação com o óbvio, o clichê interminável, a falta de profundidade... Afinal, se eu quiser ler coisas importantes e profundas, eu teria uma estante de jornais, VEJAs e livros clássicos. Enfim. Chick lits são conhecidos como livros de mulherzinha, as mesmas que choram assistindo comédias românticas da Katherine Heigl e tem uma seleção de músicas da Adele. Nesse caso, os livros são narrados por mulheres, para mulheres. Mas e quando é o contrário, o protagonista é um homem? 

Ele tem 37 anos, um pescoço fino demais, escreve a coluna de casamentos do maior jornal dos Estados Unidos, e está numa busca incansável pela mulher de sua vida. Não que Gavin Greene saia por aí procurando - e tome alguma atitude quando a encontra. Ele conheceu Melinda na festa de Reveillon, mas a perdeu na mesma noite. Esse é um plot velho, já esteve em cem livros e mil filmes. O fato de que o personagem principal seja um homem pode até gerar uma leve estranheza do inicio, afinal, não é isso que estamos acostumadas, mas depois passa a ser algo despercebido.

Eu gostei de Gavin, mesmo com sua falta de atitude na hora que conhece Melinda. Ele se apaixona com uma facilidade louca, sonha em casar, ter filhos e envelhecer junto da pessoa amada (que corresponda os pré-requisitos de sua lista). Mesmo assim, quando está entrevistando noivos para sua coluna no jornal, ele tem pensamentos bem céticos e irônicos. Gavin é romântico na vida privada, mas no trabalho sabe achar desagradável as melosidades dos casais apaixonados. Minhas palavras ficaram um pouco confusas, porém no livro tem lógica.

A narrativa de Devan tem poder de prender o leitor. No meio de uma ressaca literária, um livro a cada quatro dias e olhe lá, devorei Um romântico incorrigível em poucas horas. As páginas viciam, os capítulos são fluidos, e todo o circo é bem montado. As piadas do autor podem não ser engraçadas, mas são inteligentes, uma espécie de humor negro que você não precisa gargalhar enlouquecidamente para acha-las divertidas. Amei o fato do livro fazer referência com "Vestida para casar", uma das comédias românticas mais divertidas da vida ♥. Desde que li a sinopse, lembrei do filme, e gostei de ver que o autor não ignorou a semelhança (na verdade, ele se jogou nela). 

Um romântico incorrigível é um bom livro, divertido, rápido de ler e com um personagem que tem ótimo dedo para amigos (adorei Hope!). Entretanto, fica no meio termo do chick lit: não é hilário, e também não é romântico a ponto de fazer as pontas dos dedos doerem. Se você está atras de uma leitura leve, recomendo. 
Bjs,
Para vc que me ama, Girlie Poderosa

5 comentários:

  1. adorei! fiquei com vontade de ler ele principalmente pelo fato do protagonista ser um homem ;o
    no comecinho da sua resenha me lembrei de Vestida para casar, e quando vc falou ali no final cheguei até a rir hahaha
    parece ser um livro ótimo mesmo *-*

    ResponderExcluir
  2. Não sou a maior fã do mundo de chick lit, mas leria...
    Ando lendo muito boas recomendações sobre esse livro na web.
    Nunca li no genero a história narrada por um homem, deve ser legal haha
    A capa é bem linda *O*

    ResponderExcluir
  3. Parece ser interessante ver a história idealizada pelas mulheres e seu príncipe encantado, mas na visão de um homem.
    Adorei sua resenha e fiquei bem curiosa para saber o que acontece. E a capa do livro btm e mt fofa!
    Ah! Eu quero esse livro!
    bjim

    ResponderExcluir
  4. Eu adoro quando é o homem que narra. Ao ler a sinopse não percebi a semelhança com "Vestida pra casar", e agora fiquei curiosa pra saber mais sobre o desenrolar do livro... Ótima resenha.

    ResponderExcluir
  5. Ah, gostei, vou adc na minha lista! Parece um livro bem rápido e divertido.

    ResponderExcluir

E chegamos a parte maravilhosa em que vocês participam do blog comigo! Deixe sua opinião sobre o que leu/viu, só com alguns poréns:
- Comentários ofensivos à autora do blog ou outros comentaristas não serão aprovados.
- Comentários preconceituosos ou/e de caráter sexual não serão aprovados.
- Comentários anônimos não serão aprovados, a ferramenta só está ativada pela liberação de comentários com NOME+URL de pessoas não cadastradas no Google, etc.
- Comentários unicamente de divulgação não serão aprovados.
- As respostas serão feitas na página de comentários, em caso de mais urgência, utilize a ferramenta "Contato" na lateral.
Tirando essas pequenas regrinhas, fiquei a vontade! O espaço é de vocês :D Aliás, obrigada pelo comentário!