2 de out de 2012

Fiquei com o seu número por Sophie Kinsella

Fiquei com o seu número
A jovem Poppy Wyatt está prestes a se casar com o homem perfeito e não podia estar mais feliz... Até que, numa bela tarde, ela não só perde o anel de noivado (que está na família do noivo há três gerações) como também seu celular. Mas ela acaba encontrando um telefone abandonado no hotel em que está hospedada. Perfeito! Agora os funcionários podem ligar para ela quando encontrarem seu anel. Quem não gosta nada da história é o dono do celular, o executivo Sam Roxton, que não suporta a ideia de haver alguém bisbilhotando suas mensagens e sua vida pessoal. Mas, depois de alguns torpedos, Poppy e Sam acabam ficando cada vez mais próximos e ela percebe que a maior surpresa da sua vida ainda está por vir. 

Autora: Sophie Kinsella
Editora: Record
ISBN: 9788501098634
Páginas: 460
Nota: 

Desde o primeiro livro que li de Sophie Kinsella, ela entrou para minha lista de autores favoritos. Certo, eu não sou a pessoa mais seletiva do mundo, normalmente acabo sendo conquistada por um único livro, mas é necessário manter esse status. O primeiro livro é ótimo: yey! O segundo não é: precisamos reavaliar. Entretanto, isso nunca aconteceu com a escritora inglesa. Nunca. O primeiro, o segundo, o quinto ou o décimo primeiro livro... Todos estão com cinco estrelas, marcados como favoritos, sendo lindos e lindos sendo. Sou suspeita para falar.

Sophie vai repetindo a sua fórmula, mas só se você ver a fundo vai acabar percebendo isso. Normalmente, suas protagonistas estão satisfeitas com sua vida, mas acabam fazendo confusões e se deparando com situações desesperadamente cômicas, como perder o anel de noivado relíquia-de-família-com-uma-esmeralda-gigante-e-diamantes, ter o celular roubado e encontrar outro numa lixeira. Mas tirando isso, Poppy está ótima: seu noivo é incrível, seu emprego é incrível, tudo é incrível... Tirando que ela não acha seu anel de noivado e está metida com os emails de outra pessoa desconhecida, mas enfim.

Poppy é uma garota inteligente, mas não tanto quanto a família de seu noivo: o gênio que casou com a gênio e tiveram mini gênios, que quando cresceram casaram com mulheres gênio e jogam palavras cruzadas terrivelmente difíceis. Ela não se encaixa lá, mas faz o possível. A protagonista é determinada, espirituosa e está sempre preocupada com os outros. Essa não é a característica que mais admiro num personagem, acho que chega a ser o contrário, mas deu certo para ela. Se não fosse a simpatia de Poppy e seu coração aberto, muitas coisas não teriam acontecido. A protagonista é extremamente carismática e isso acaba por relevar sua bondade.

Não lembro de algum livro de Sophie Kinsella em que o triângulo amoroso tenha realmente deixado o leitor em dúvida. Até em Lembra de mim?, que é o que mais grita o caso, você sabe quem é o preferido de Lexi. Em Fiquei com o seu número não é bem assim. Poppy já está noiva, e Magnus parece ser maravilhoso (tirando a família dele). Mesmo assim, ela acaba conhecendo Sam, dono do celular que ela encontrou na lixeira, e se aproxima dele. Para a protagonista isso não é nada, eles não são nem amigos, mas como leitora, você vê o potencial do casal. Não via  um motivo para dispensar Magnus, mas preferia Sam incondicionalmente. Já contei que Sophie Kinsella não deixa ponto sem nó?

O que dizer? M~A~R~A~V~I~L~H~O~S~O! Fiquei com o seu número é um livro que independente de ser enorme, acaba extremamente rápidos, as quase quinhentas páginas passam tão fluidas que você nem percebe que já são duas horas da manhã de uma terça feira que você tem aula. Arranca gargalhadas, suspiros, faz você ficar agoniada com os problemas de Poppy e torce para um final feliz - de preferência ao lado de Sam. Sophie Kinsella está na lista que eu não canso nunca de recomendar ~~~~LEIA!
Bjs,
Para vc que me ama, Girlie Poderosa

7 comentários:

  1. cara eu já estava afim de ler, agora quero devorar esse livro! Adoro triangulos amorosos *-*
    infelizmente ainda não li nenhum livro da autora ainda ;/

    ResponderExcluir
  2. adorei a resenha! nunca li nada da autora, mas parece ser bom *-*

    ResponderExcluir
  3. Posso falar? Amei sua resenha!
    FIquei com mais vontade ainda de ler esse livro. QUando via primeira vez ja tinha achado a capa super fofo, e gostei mt da sinopse. Depois todos que tinham lido começaram a alogiar e agora sua resenha que e praticamente so elogios ao livro.
    Nem preciso dizer que ele entrou na minha lista de mais desejados *-*
    bjim

    ResponderExcluir
  4. Amei sua resenha e peos livros da Sophie Kinsella que já li imagino que ralmente ele é realmente muito bom!
    Gostodos personagens que ela cria e da forma que ela escreve!

    ResponderExcluir
  5. Adorei, ja quero ler e conhecer a Poppy e o San e descobrir o desfecho dessa história! Nunca li nada sa Kinsella, vai ser uma ótima forma de começar. =)

    ResponderExcluir
  6. Preciso ler algum livro dessa autora, a cada resenha sua que leio de um livro dela a vontade aumenta. Eu não sou muito fã de triângulos amorosos, mas vou dar uma chance pra esse livro.

    ResponderExcluir
  7. Ganhei este livro de amigo x ontem e fique completamente apaixonada pela sua resenha e pela historia Adorei

    ResponderExcluir

E chegamos a parte maravilhosa em que vocês participam do blog comigo! Deixe sua opinião sobre o que leu/viu, só com alguns poréns:
- Comentários ofensivos à autora do blog ou outros comentaristas não serão aprovados.
- Comentários preconceituosos ou/e de caráter sexual não serão aprovados.
- Comentários anônimos não serão aprovados, a ferramenta só está ativada pela liberação de comentários com NOME+URL de pessoas não cadastradas no Google, etc.
- Comentários unicamente de divulgação não serão aprovados.
- As respostas serão feitas na página de comentários, em caso de mais urgência, utilize a ferramenta "Contato" na lateral.
Tirando essas pequenas regrinhas, fiquei a vontade! O espaço é de vocês :D Aliás, obrigada pelo comentário!