4 de ago de 2012

Um lugar para ficar por Deb Calleti

Um lugar para ficar
O relacionamento de Clara com Christian é intenso desde o começo e diferente de tudo o que ela já havia experimentado. No entanto, o que começa como um grande afeto rapidamente se transforma em obsessão, e já é muito tarde quando Clara percebe que as coisas foram longe demais e que Christian está disposto a fazer de tudo para ficar ao seu lado. Então, Clara parte da cidade e Christian fica para trás. Ninguém sabe onde ela está, mas, mesmo assim, Clara ainda luta para se livrar do medo. Ela sabe que Christian não vai permitir que ela suma tão facilmente. Não importa para onde ela vá, nunca será longe o bastante...

Autora: Deb Caletti
Editora: Novo Conceito
ISBN: 9788581630199
Páginas: 272
Nota: 

Todo bookaholic sabe que o livro que você lê para recuperar a fossa que ficou com outro, nunca acaba em uma boa leitura. Não funciona bem, você ainda quer ~~~precisa~~~ mais da antiga história e não está pronta para um novo enredo, novos personagens e novos problemas. Mas você lê, já que a vida precisa seguir em frente. Não tem ninguém que entenda isso melhor que Clara, protagonista de Um lugar para ficar, livro de estreia de Deb Calleti. A única diferença é que a superação da personagem é com o namorado. Sabe, acredito que livros são muito semelhantes com relacionamentos.

O livro é divido em dois tempos, coordenados pelos capítulos. Em um, temos o passado de Clara, o que a assombra, o relacionamento intenso com Christian: desde que se conheceram até o inevitável final, passando por todas as brigas e demonstrações absurdas de ciumes por parte dele. Já no outro capítulo, vemos Clara e seu pai em uma casa de praia, mascarando a fuga da perseguição de Christian com férias. Isso foi bom para entender toda a amplitude da situação, mas acabou quebrando o ritmo da narrativa. Pode terminar o capitulo naquele momento tenso que você quer saber como concluiu, e sem opção, acaba entrando numa outra época da história. Algumas vezes até acontece de os flashbacks servirem como resposta, mas não é sempre.

Deb tem um feeling Machadista no que se refere à falar com o leitor. Nem todo autor consegue fazer isso de uma forma agradável. Lauren Oliver, por exemplo, conversa e questiona o leitor no meio de suas palavras poéticas, e funciona. Já em Um lugar para ficar, eu me irritei com esse fator. Era como se Clara quisesse me convencer de alguma coisa, algo que não precisava. Ela fica tempo demais justificando cada uma de suas ações, tentando me colocar em seu lugar. Querida, não precisa me explicar nada, só conte a sua história, flw. Além disso, ela divaga demais no "E se". "E" e "se" são péssimas palavras de se juntar, e quando isso se torna demasiado, o livro ganha um novo cenário: o mundo de suposições que tomam grandes parágrafos.

A parte que trazia Clara com Christian foi a que mais gostei. Não me chame de trágica ou algo assim, eu tenho uma justificativa. O relacionamento dos dois, por mais que fosse complicado e cheio de cenas patéticas de ciumes, era uma parte concreta da história. Você sabia o que ia acontecer, e esse desenrolar tinha o mais próximo de ação. Era bom de ler. Já quando o foco era a época pós-Christian, as coisas eram mais lentas, e até mais introspectivas. Tem um drama aqui, uma outra história ali, algumas pitadas fofas de romance, mas nada muito empolgante.

Não é que o livro seja ruim. Ele não é, apenas se for comparar com Belo Desastre (minha última - e perfeita - leitura), é fraco. Um lugar para ficar era para ser um livro intenso e com uma história que se revesava entre fofura e perturbação, mas acabou por não dar certo, culpa de Clara e o modo como Deb a apresenta. Se for seu estilo, leia - mas não depois de se apaixonar perdidamente por uma outra história.
Bjs,
Para vc que me ama, Girlie Poderosa

12 comentários:

  1. Gostei da capa e da história!! Também né, a Editora Novo Conceito só traz coisa boa!!!

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Realmente é complicado começar um livro pensando em outro, e concordo com você quando diz que livros são parecidos com relacionamentos. Já tinha lido outra resenha sobre esse livro e ficado interessada em ler, achei a sinopse interessante e não me recordo de ter lido muitos livros sobre amores obsessivos. Gosto de livros que alterem entre passado e presente, mas só quando a volta ao passado serve de explicação para o presente da história, se não acabo me sentindo como um ioiô, de um lado pro outro sem concluir nada. Adoro a escrita da Lauren Oliver, o modo como ela desenvolveu a trama de Antes que eu vá foi incrível, com a Sam conversando com a gente, fazendo com que avaliássemos a situação com ela, enfim é uma pena saber que a Deb não consegue fazer o mesmo. Vai ser um livro que eu só vou ler se achar em alguma promoção ou vier a ganhar.

    PS: Estou até com medo de começar a ler Belo Desastre e entrar em uma depressão literária ;)

    ResponderExcluir
  3. essa Novo Conceito só serve para me falir :(
    estou louca para ler este livro, entre tantos outros... hahaha
    a capa é linda, e sua resenha ficou maravilhosa *-*

    ResponderExcluir
  4. Gente...
    A novo conceito devia dá um prazo entre uns lançamentos e outros..rsrs Pq não há salario que resista a tantos livros lançados fora os desejos antigos que também continuam na minha listinha de compra...

    ResponderExcluir
  5. Essa editora vai me levar a falencia ! E tenho que admitir que espera mais um pouquinho do livro mas mesmo assim vou ler esse livro concerteza ! Otima resenha !

    ResponderExcluir
  6. Olá. Não imaginei que esse livro fosse bom assim, claro…não sei se ele vai me conquistar, mas gostei do que li na sua resenha. Namoro com problemas, ciúmes demais, controle…quem nunca passou por isso? achei bem interessante.
    bjim

    ResponderExcluir
  7. Não sei porque não estava afim de ler esse livro, e agora fiquei menos afim ainda KKKK Com certeza esse não é meu tipo de leitura favorito. Quero muito ler Belo Desastre :D

    ResponderExcluir
  8. Ah, eu esperava mais estrelas desse livro. Mas ainda assim, esse é um dos que eu quero ler, a história me interessa.

    ResponderExcluir
  9. Adoro os lançamentos da Novo Conceito..
    Gostei muito da capa, mas não muito do conteudo do livro...
    Irei lê-lo consertesa,mas tenho algumas prioridades !!!!

    ResponderExcluir
  10. Gostei muito da resenha.Ainda não sei se vou ler o livro,mas a capa está muito bonita

    ResponderExcluir
  11. Quem não tem depressão pós livro? Eu msma fico dias.. se não semanas tentando apagar as emoções do último livro.

    A resenha é ótima, bem dinâmica. Gostei do fato vc fazer referencias de outros escritores e livros, é raro vc observar isso dentro da resenha por ai a fora.

    O blog e a resenha estão de parabéns!

    bjokas e até breve!
    http://sonhosliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

E chegamos a parte maravilhosa em que vocês participam do blog comigo! Deixe sua opinião sobre o que leu/viu, só com alguns poréns:
- Comentários ofensivos à autora do blog ou outros comentaristas não serão aprovados.
- Comentários preconceituosos ou/e de caráter sexual não serão aprovados.
- Comentários anônimos não serão aprovados, a ferramenta só está ativada pela liberação de comentários com NOME+URL de pessoas não cadastradas no Google, etc.
- Comentários unicamente de divulgação não serão aprovados.
- As respostas serão feitas na página de comentários, em caso de mais urgência, utilize a ferramenta "Contato" na lateral.
Tirando essas pequenas regrinhas, fiquei a vontade! O espaço é de vocês :D Aliás, obrigada pelo comentário!