15 de jun de 2012

Damas de Honra por Jane Costello

Damas de Honra: Quatro casamentos e nenhum funeral
Quando Evie Hart aceita ser dama de honra de sua melhor amiga, ela percebe que isso é o mais perto que conseguirá chegar do altar. Até hoje, aos 27 anos, Evie nunca viveu um grande amor. E, por ironia do destino, todos a seu redor, inclusive sua própria mãe, estão com os dias de solteiro contados. Ela treme só de pensar nos inúmeros casamentos que tem pela frente! Mas sua fobia de relacionamentos pode ter cura. Um convidado especial, que está sempre presente nas cerimônias, é capaz de fazer com que ela queira ser um pouco mais do que dama de honra. 

Autora: Jane Costello
Editora: Record
ISBN: 9788501091888
Páginas: 431
Nota: 

Esses dias eu parei para analisar minha estante e fazer as contas de quantos dos livros que li já viraram/irão virar filmes. Por mais que eu não lembre o número exato, ele não era pequeno. Continuando com as estatísticas, dá pra reparar que desses livros, a grande maioria é sobrenatural. Sem seres de outro mundo,  vampiros, anjos, zumbis e companhia, eles perdem o apelo comercial do atual cenário cinematográfico. Também tem aqueles livros que seriam ótimos filmes. Damas de Honra, da inglesa Jane Costello, faz lembrar vários sucessos das comédias românticas, os chick lits da telona.

Com 27 anos, Evie está preocupada: ela nunca se apaixonou. Isso parece ainda pior quando, no período de um ano, ela tem que ir em três casamentos. Melhor: será dama de honra nos três. No casamento da sua melhor amiga, Grace, ela conhece Jack: lindo, educado, inteligente... Tudo que ela sempre quis. Um detalhe: ele está acompanhado por Valentina, uma "amiga". Porém, não é todo dia que aparece um cara como Jack, e Evie não está disposta a deixa-lo passar. 

Depois de um momento em que eu li MUITO Sophie Kinsella, acabei me acostumando com os chick lits inteligentes, bem formados. Já Jane Costello trás o gênero em sua forma literal: mulher-de-quase-trinta-anos-sente-a idade-chegando-e-se-desespera-por-estar-solteira-ponto. Não que o livro seja ruim por isso. Ele não é. Damas de Honra é apenas um pouco... Vazio.

O grande centro da história é as aventuras românticas de Evie. Quatrocentas páginas para descrever como conheceu Jack, porque deu certo, porque não deu certo, desilusões, beijos, brigas, reencontros... Aquela comédia romântica clichê da Katherine Heigh/Kate Hudson. Pouco vai além disso. Claro que existem alguns assuntos mais relevantes no decorrer, mas o núcleo principal é esse: um romance frustrado clichê que você já leu.

Em compensação, a narrativa é divertida, engraçada e fluida. São nada menos que 120 capítulos! Pequenos, rápidos, a leitura vai e acaba em poucas horas. Eu gostei da forma que Jane escreve, ela envolve o leitor nos dramas desnecessários da protagonista, mas de uma forma que arranca algumas gargalhadas aqui e ali.

Damas de Honra é o chick lit em sua forma bruta, só que de uma forma não bruta. É gostoso de ler, parece que está assistindo Missão Madrinha de Casamento, mas não mais que isso. Quem gosta de chick lit como Marian Keyes, vai adorar. Quem já não conhece o gênero, pode não ser o melhor começo. Mas eu achei bom e recomendo para quem gosta desse estilo.
Bjs,
Para vc que me ama, Girlie Poderosa

13 comentários:

  1. Eu amo a Marian Keyes. Me divirto horrores com os livros dela. Se esse livro segue a mesma linha, então vou gostar.

    Beijos,

    Carissa
    http://artearoundtheworld.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. chick lit? Adoro! Gostei desse livro, parece ser bem legal e só por ser chick lit eu já amei! Eu nem conhecia essa autora e é a primeira vz que vejo o livro, e gostei mesmo. Bem bacana.

    ResponderExcluir
  3. ahhh 1ª resenha que leio!
    Estava MEGA ansiosa para ler pq pela sinopse parecia legal e gostei demais dos pontos q vc ressaltou...
    Realmene tem chicks mais 'profundos' com alguma lição além dessa coisa de solteira a procura do homem perfeito (que acho meio 'superficial' alias... Eu amo chick-lits mas pensando bem, acho que l poucos.. Costumo ler mais YAs
    Bem, mas ao menos é divertido e da pra ler rapidinho.. Se faz o genero comedia romantica do cinema deve me agradar, apesar de tudo,

    bjsss
    Evellyn!

    ResponderExcluir
  4. nunca li nenhum livro da Marian Keyes, mas pelas resenhas eles parecem ser muito bom
    e este não foge a regra! :P

    ResponderExcluir
  5. Ah .. eu gosto de chick lit!!! Me divirto muito lendo..rs
    Ah... me vi como essa menina do livro em um ponto... esse fim de semestre serei madrinha de 2 casamentos...rs

    ResponderExcluir
  6. Nunca li nenhum livro da Jane Costello,mas pela sua resenha(bem objetiva #adoro) aparentou ser mesmo um livro vazio....aquele tipo de livro que voce ira ler quando nao tem nada para fazer.
    Bem,apesar de gostar de chick lit, dispenso Damas de Honra.
    Beijos
    Fabianne

    ResponderExcluir
  7. Goste muito da resenha, bem legal e divertido o livro.
    Mais não curto muito livro que falaem de casamentos, acho um tema muito cliclê.
    Não curto muito esses tipos de livros por não gostar de ler sobre esse universo de noivas, casamentos e madrinhas.
    Embora gosto muito dos fimes.
    Bjos...

    ResponderExcluir
  8. Já tive minha fase de ler chick lit, li praticamente todos da Marian, mas já passei dessa fase, hoje em dia leio quando saio de uma leitura muito pesada, é bom pra aliviar, não assisti ao filme que se baseou nesse livro mas fiquei com vontade de ver tanto o filme como ler o livro.

    ResponderExcluir
  9. Eu leio Marian Keyes e adoro!!! Chick-lit já li também Bridget Jones e Sophie Kinsella que adorei!!!

    Mas esse eu nunca tinha ouvido falar!!!

    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Um não sei se vou ler o livro ! A nota me deixou com um pé atras enquanto a resenha me deixou curiosa pra ler embora os pequenos problemas ! Vou ver como vai ficar as coisas ai eu decido se sim ou não !

    ResponderExcluir
  11. Não tenho hábito de ler chick lits... Não me interessou esse não.

    ResponderExcluir
  12. eu amo ler chick lit e ja vi o filme missão madrinha de casamento e gostei bastante! Acredito que eu gostaria do livro tbem,ja que se parecem rs

    ResponderExcluir
  13. Olá,
    li o livro no fim de semana e adorei.
    não achei vazio, simplesmente a trama central é o sentimento dela pelo Jake. Quem já teve um amor assim, que mexe com a gente e te deixa sem chão, vai gostar e se identificar.
    Não achei nenhum pouco parecido com Missão Madrinha de Casamento, a não ser pelo fato dela ser dama de 4 casamentos... mas enfim..

    ResponderExcluir

E chegamos a parte maravilhosa em que vocês participam do blog comigo! Deixe sua opinião sobre o que leu/viu, só com alguns poréns:
- Comentários ofensivos à autora do blog ou outros comentaristas não serão aprovados.
- Comentários preconceituosos ou/e de caráter sexual não serão aprovados.
- Comentários anônimos não serão aprovados, a ferramenta só está ativada pela liberação de comentários com NOME+URL de pessoas não cadastradas no Google, etc.
- Comentários unicamente de divulgação não serão aprovados.
- As respostas serão feitas na página de comentários, em caso de mais urgência, utilize a ferramenta "Contato" na lateral.
Tirando essas pequenas regrinhas, fiquei a vontade! O espaço é de vocês :D Aliás, obrigada pelo comentário!