10 de mai de 2012

O Diário da Mariposa por Rachel Klein

O Diário da Mariposa

Em um colégio interno nos anos 1960, uma garota acha que sua melhor amiga está sendo atacada por uma vampira - Ernessa, a menina nova no colégio. Entre terror psicológico e mortes suspeitas, o diário da protagonista prende a atenção do leitor, e apesar de sua narradora também não ser confiável, não conseguimos parar de nos perguntar: será Ernessa realmente um vampiro?
Autora: Rachel Klein
Editora: Planeta
ISBN: 9788576658016
Páginas: 336
Nota: 

Já faz alguns meses que eu ando saturada de histórias de vampiros de todas as variações - seja os vampiros bonitinhos que tem capacidade de amar, ou os sanguinários que matam qualquer criatura que veem. Eu tinha lido alguns boatos que O Diário da Mariposa tinham sanguessugas, mas a capa sinistra (e te falo em sinistra!) falou mais alto. Não foi um erro, se existem vampiros na história é de uma forma tão sutil que nem dá pra reparar.

O livro é o diário de Mariposa (seu nome nunca é revelado), uma garota de 16 anos que vê sua vida de ponta cabeça quando a estranha Ernessa entra para o seu internato, sugando aos poucos tudo que ela considerava importante em sua vida: a melhor amiga, Lucy, o talento para o piano, e até mesmo o pai suicida. Mariposa não gosta de Ernessa - e é a única que vê que tem algo errado com ela.

Narrativas de diários são diferentes de primeira pessoa, por mais que sejam teoricamente semelhantes. Diários são mais dinâmicos, algumas vezes chegam a ser infantis de tão vazios, se contrapondo a outros momentos que são extremamente sentimentalistas. Enquanto algumas das páginas escritas por Mariposa sejam bobas, outros trechos são bastante poéticos. 

Mariposa é uma garota com um passado complicado, que se envolve demais na vida dos outros e acaba fazendo coisas que não gosta só para acompanhar as amigas do internato. Ernessa é... Intensa. Ela é uma personagem muito difícil de entender, misteriosa, e que acabou por deixar a protagonista obcecada. Lucy é uma das pessoas mais confusas que já me deparei, o que acabou afetando bastante Mariposa.

A premissa do livro é bem simples, e que poderia ser como qualquer história em um internato. O diferencial que deixa claro o estilo mais pesado do livro é a atmosfera sombria. O livro poderia ser bem inocente - com exceção de todas as drogas, óbvio -, mas o mistério proporcionado por Ernessa e toda sua estranheza, junto da capa sinistra deixa tudo bem mais macabro.

O Diário da Mariposa é um livro de personagens fortes, que o linear psicológico obscuro e trabalhado sutilmente só para alimentar lentamente a sede de informações do leitor. Eu gostei, mas não adorei. Depois de 100 páginas, eu já tava bastante cansada de Mariposa e sua obsessão sem fim por Ernessa, e remei até o final. Quem tá procurando um livro mais sombrio, só que sem um sobrenatural forte, recomendo. Além de que a diagramação é muito linda!
Bjs,
Para vc que me ama, Girlie Poderosa

6 comentários:

  1. a capa não é muito atraente, mas a história é!
    fiquei com vontade de ler, gosto de coisas "sinistras" hahaha

    ResponderExcluir
  2. Vi a capa desse livro hoje na livraria e fiquei me perguntando sobre o que era a história, já que achei a capa "sombria". Nem vou querer ler pois já estou saturada dessa onda de vampiros e olha que eu só li uns dois livros do gênero.

    ResponderExcluir
  3. Hum...a historia não me empolgou não. Nem a capa.Alias não achei ela nada sinistra não. Mas ainda não vi ao vivo e em cores. Menos um livro para eu comprar. Bjsss

    ResponderExcluir
  4. Por mais que eu goste de historias de vampiros essa não me chamou atenção nem um pouco ! Serio ! Eu não via nenhuma graça desse nesse livro ! E concordo plenamente com a sua nota ! u.u mas antes de dar o meu jugamento final eu vou pesquisar mais sobre o livro ! :)

    ResponderExcluir
  5. Cansei também um pouco de histórias de vampiros, mas esse me chamou a atenção!!! Um livro ser sombrio nunca é demais!!! Direto para minha lista de próximas leituras!!!

    ResponderExcluir
  6. Essa é a primeira resenha que leio sobre o livro, até agora não tinha parado pra reparar nele e nem sabia sobre o que era. Eu também tenho evitado os vampiros, então, pra mim não é o momento pra ler esse livro. Ah, mas me disseram que o kit desse livro é bem legal. ^^

    ResponderExcluir

E chegamos a parte maravilhosa em que vocês participam do blog comigo! Deixe sua opinião sobre o que leu/viu, só com alguns poréns:
- Comentários ofensivos à autora do blog ou outros comentaristas não serão aprovados.
- Comentários preconceituosos ou/e de caráter sexual não serão aprovados.
- Comentários anônimos não serão aprovados, a ferramenta só está ativada pela liberação de comentários com NOME+URL de pessoas não cadastradas no Google, etc.
- Comentários unicamente de divulgação não serão aprovados.
- As respostas serão feitas na página de comentários, em caso de mais urgência, utilize a ferramenta "Contato" na lateral.
Tirando essas pequenas regrinhas, fiquei a vontade! O espaço é de vocês :D Aliás, obrigada pelo comentário!